Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Promovendo o filme “Cada Um na Sua Casa”, Rihanna concedeu uma entrevista para o jornal Correio (da Bahia) e citou Mariah Carey como uma de suas influências durante o bate-papo. Confira abaixo:

Você é uma cantora extraordinária, sete Grammys e um montão de outros prêmios e honras. Você sempre se interessou pela música?
Sempre estive atraída pela  música e o canto. Sempre fui apaixonada por ouvir música, assistir, ver apresentações e ver as pessoas. Amava Mariah Carey, Celine Dion, Anita Baker, Bob Marley. Assistia a vídeos deles durante todo o dia na TV porque era isso que havia sobre eles no Caribe. Na época, tínhamos apenas um canal e transmitiam vídeos em determinados horários durante o dia. Havia um horário para as notícias, outro para a comédia, um horário para Days of Our Lives e The Bold and Beautiful, além de um horário para Vila Sésamo. E em determinados horários do dia ou pela manhã, ou o dia todo no domingo, eles transmitiam apenas vídeos.

E como você começou a cantar?
Eu comecei imitando tudo que ouvia, tudo que a Mariah fazia, eu fazia ou tentava fazer. Tentava ter meu próprio tom, criei meu tom baseado em sons que eu tentava emitir. Depois, ouve-se a própria voz e quando finalmente você encontra sua voz é quando se fica realmente sério sobre ela. Eu simplesmente amava cantar. Eu nem pensava nisso, mas posso dizer que entre 5 e  8 anos eu já sabia que queria ser cantora. Era muito jovem, certamente aos 8 anos, quando meu irmãozinho nasceu, eu sabia que queria cantar. Eu simplesmente amava. Queria fazer música que fosse ouvida em lugares do mundo onde jamais tinha estado. Sempre estive atraída pela  música e o canto. Sempre fui apaixonada por ouvir música, assistir, ver apresentações e ver as pessoas. Amava Mariah Carey, Celine Dion, Anita Baker, Bob Marley. Assistia a vídeos deles durante todo o dia na TV porque era isso que havia sobre eles no Caribe. Na época, tínhamos apenas um canal e transmitiam vídeos em determinados horários durante o dia. Havia um horário para as notícias, outro para a comédia, um horário para Days of Our Lives e The Bold and Beautiful, além de um horário para Vila Sésamo. E em determinados horários do dia ou pela manhã, ou o dia todo no domingo, eles transmitiam apenas vídeos.

E como você começou a cantar?
Eu comecei imitando tudo que ouvia, tudo que a Mariah fazia, eu fazia ou tentava fazer. Tentava ter meu próprio tom, criei meu tom baseado em sons que eu tentava emitir. Depois, ouve-se a própria voz e quando finalmente você encontra sua voz é quando se fica realmente sério sobre ela. Eu simplesmente amava cantar. Eu nem pensava nisso, mas posso dizer que entre 5 e  8 anos eu já sabia que queria ser cantora. Era muito jovem, certamente aos 8 anos, quando meu irmãozinho nasceu, eu sabia que queria cantar. Eu simplesmente amava. Queria fazer música que fosse ouvida em lugares do mundo onde jamais tinha estado.

Assista abaixo um vídeo da nossa querida RiRi cantando Hero antes da fama:

[youtube id=”yXkAqElwrmk” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.