Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Com a comemoração dos 25 anos de carreira de Mariah Carey, a diva já pode – e deverá ser indicada ao Rock And Roll Hall Of Fame esse ano. Mas já adiantamos: não será nada fácil. Entenda abaixo o processo de indicação e quais as dificuldades Mimi deve encarar para conseguir ser empossada.

MC4

Artistas como Janet Jackson, Mariah Carey, Trent Reznor e Johnny Rotten, dos Sex Pistols têm enfrentado oposição dos eleitores conservadores do Rock Hall.

A comissão de indicação para Rock and Roll Hall Of Fame se reúne em Nova York no mês de setembro para decidir quais os artistas eles vão colocar na cédula da eleição de cada ano. Os membros da comissão – músicos de sucesso, executivos de gravadoras, escritores e historiadores – se mantem cordiais uns com os outros mesmo quando discordam.

Artistas se tornam elegíveis para nomeação, 25 anos após a sua primeira gravação, o que significa que a Câmara irá agora começar a considerar os artistas dos anos 90, uma época em que o rock tradicional praticamente desapareceu, e a música se fragmentou em sub-gêneros. Dos pioneiros importantes como The Stooges (empossado em sua oitava nomeação) e os Sex Pistols (que falharam em suas primeiras cinco cédulas) encontraram dificuldades para ser empossados, imagina o quão difícil será para Mariah Carey, Janet Jackson e outras estrelas Pop recentes? “Foi bastante fácil no início”, diz Jann Wenner, de 69 anos, presidente e fundador da Rock Hall Foundation, redator e editor da revista Rolling Stone. “Mas neste momento, todas as pessoas óbvias foram empossadas, o que se resume a gosto pessoal”.

Atualmente, 41 VIPs compõem o comitê de nomeação. Durante as reuniões, cada um pode propor até três atos. Depois de muita discussão, os membros votam secretamente em 10 favoritos. Os 15 atos com a maioria dos votos são colocados em outra cédula, que é enviado para um painel maior de eleitores – na última contagem, ficam em torno de 810 votos, incluindo todos os membros do Hall. As cédulas são devolvidos e contadas. Os sete atos com a maioria dos votos são realizados, o Conselho de Administração tem o poder de eliminar nomes com o mínimo de apoio.

Atualmente, há seis mulheres e sete pessoas de cor entre os 41 membros, o que gera muita discussão e crítica. Na última década, “nós fizemos um esforço consciente para diversificá-la”, diz Wenner. Em 2006, vários fiéis foram destronados: “Fui demitido por ser muito velho. Isso é o que me foi dito”, diz um deles. (Wenner responde que quem foi expulso “não estava sendo útil”).

Será que o conservadorismo do comitê irá torcer o nariz para a indicação de Mimi esse ano?

Vamos aguardar…

Fonte: Billboard

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.