Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Há um fenômeno que é muito familiar para aqueles que acordam no dia 26 de dezembro ou 1° de janeiro – um sentimento de vazio, e esta tristeza profunda estranha só pode ser chamada de ressaca de fim de férias. Não há uma equação  exata para esta dor de cabeça que sentimos após relaxarmos e e limpar o resto de embrulho de presentes que ficou embaixo da árvore de Natal. A emoção do fim de férias e adrenalina que inspira te deixa com aquele sentimento, ‘Ah, tudo bem… até o próximo ano’, é uma espécie de sensação de decepção, e até mesmo mesmo de luto em nome dos bons momentos do ano que passou, então o ano começa novamente. Tudo isto pode até parecer que exagero, mas não é. Isto é  verdadeiramente chamado de ressaca de fim de férias.

Então, não é nenhuma surpresa, que a reta final dos concertos natalinos de Mariah Carey no Beacon Theatre está se aproximando, e nossa dama de vermelho (branco e dourado também) está começando, talvez a ficar cansada, e logo ela vai descansar após estas oito loucas noites chegarem ao fim. Mariah soa como uma deusa, com certeza, mas ela também é uma mera mortal, e ela não não é imune e esta ressaca de fim de férias. Claramente, ela adora fazer isto tudo, e quem pode culpá-la por isto? Esta mini-residência está trazendo um pouco de tudo, desde os dançarinos musculosos com incríveis ternos brancos, homem de gelo, pequenas fadas bailarinas, um coral gospel maravilhoso e clássicos natalinos com arranjos Pops, R&B e jazz, um verdadeiro musical moderno para temporada de Natal. Ela vive em boas vibrações, brincadeiras imprevisíveis, e incríveis improvisações, que deixam Mariah e seu icônico registro de apito (os whitles) em sua melhor fase, especialmente naquelas canções que todos os fãs querem ouvir no repeat como “O Holy Night” e “All I Want For Christmas Is You”.

Então, de fato, na noite passada, o sétimo destes oito shows, foi boa – não foi a sua melhor e nem a pior, mas foi bem aceitável perto das anteriores. As réplicas espirituosas foram encurtadas, mas ainda assim ela alcançou as notas altas, inclusive, foram muito mais altas que nas noites anteriores, em “Joy To The World” e “O Holy Night”. Mas um concerto de Mariah é tão confiável como aqueles cartazes de dicas que você vê pendurado no escritório de seu trabalho. Se você der um tiro em direção a Lua, você poderá atingir as estrelas, é esta lógica que as apresentações de Mariah possuem. Enquanto eu posso dizer que Mariah está um pouco de ressaca destes concertos, vendo pela noite passada, é impossível separar este investimento emocional neste tipo de projeto, e também  reflete na qualidade musical do concerto.

Você vai adorar isto tudo do mesmo jeito, mas submeter-se uma jornada desta é realmente muito ambicioso e muito desgastante até mesmo para alguém do nível vocal de Mariah, os vocais ficam cansados e inconstantes, e as vezes não soam como na noite anterior, isto chama-se cansaço. Mas apesar disto, até mesmo em sua versão mais sem graça de ‘O Holy Night‘, Mariah continua fazendo bonito e arrasando muito, não deixando ninguém decepcionado de ter  ido ao seu concerto. Ela também atingiu todas aquelas notas altas que queremos muito ver ao vivo na noite passada, mas é certo, ela já está cansada de celebrar o Natal este ano, e isto é o efeito de ressaca das férias de fim de ano. O talento e espirito festivo ainda esta lá, talvez ela esteja se poupando para fazer um grand finale amanhã, na noite de encerramento.

E sim, eu também não sou imune, ninguém é. No início desta maratona louca, eu assumi que estaria me descabelando para ver estes shows, e que deixaria de desfrutar e curtir, e somente iria analisar aos concertos, pensei em trazer fones de ouvido para proteger o meu ouvido das notas agudas de Mariah. E de fato, eu  já não consigo tirar “Oh Santa” da minha cabela, e legitimativamente estou ansiosa todas as noites para ouvir “O Holy Night” .

Talvez seja por isto que na noite passada eu me senti um pouco ‘desligada’. Eu tenho tido praticamente uma dose diária de Mariah em seu Natal mágico, e agora eu sei que está chegando no fim, e que logo Natal vai passar, logo mais chega o Ano Novo, e que logo estarei de ressaca disto tudo. De verdade, EU NÃO QUERO QUE ISTO TUDO ACABE, está bem? Pode parecer estranho para mim também, Então, sim, Mariah Carey, eu quero que você faça uma serenata noturna todas as noites  com “We Belong Together” , para eu u fingir que você está cantando só para mim. Sim, porque eu ainda quero continuar a precisando isto tudo, e está muito frio lá fora, e eu não quero que isto acabe logo.

Fonte: Village Voice

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.