Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

RIO – Ex-empresário de Alanis Morissette, Jonathan Todd Schwartz admitiu ter roubado US$ 7 milhões da cantora e de outros clientes. Só de Alanis teriam sido desviados US$ 5 milhões entre maio de 2010 e janeiro de 2014. Ele está sendo acusado de fraude e sonegação de impostos.

Para encobrir o crime, Schwartz emitiu notas falsas listadas como “despesas diversas/pessoais”. Quando confrontado sobre o crime, o empresário mentiu e disse ter investido o dinheiro numa plantação ilegal de maconha. Pelos crimes, a promotoria busca uma sentença de quatro a seis anos de prisão.

Na empresa GSO Business Management, Schwartz oferecia orientação financeira para estrelas da mídia como Katy Perry, 50 Cent e Tom Petty. O empresário trabalhou diretamente com Beyoncé e Mariah Carey, que compareceram, no ano passado, a um evento promovido por Schwartz para apoiar uma associação de caridade fundada por ele.

O desfalque foi descoberto depois que Alanis contratou outra empresa, que apurou o desvio de milhões de dólares. Após ser notificada, a GSO investigou e descobriu outros roubos de Schwartz. “Foi chocante e decepcionante”, disse Chris Reeder, advogado da GSO. “A empresa está muito feliz por ele ser levado à Justiça e responsabilizado pelos seus atos”.

Outros cinco clientes, que não tiveram seus nomes revelados, também foram roubados em US$ 2,3 milhões, no total. Advogados de defesa de Schwartz alegam que o empresário colaborou plenamente com a Justiça.

Segundo Reeder, a GSO já reembolsou os clientes. Com o dinheiro do roubo, Schwartz fez uma viagem de US$ 50 mil para Bora Bora e contraiu uma dívida de US$ 75 mil num cassino nas Bahamas. Schwartz deverá comparecer ao tribunal no dia 1º de fevereiro. As informações são do Hollywood Reporter”.

Fonte: O Globo

 

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.