Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Por Brock Radke

Provavelmente devemos começar uma petição para que o Caesars Palace e Mariah Carey renovem seu relacionamento. Isso é tudo o que posso pensar depois de finalmente ver o show dela no domingo, uma produção que terminará em 18 de julho.

Mesmo na nova era dominada por artistas de várias épocas e gêneros de música pop como Cher, Britney Spears, Celine Dion, Ricky Martin, Backstreet Boys e Elton John cantando seus sucessos de forma magistral, perder Carey, a artista feminina que mais vendeu discos, é um grande negócio. Há planos para trazer Mariah de volta para uma série de shows em dezembro, comemorando seu catálogo de música de Natal, e isso certamente seria um empreendimento bem sucedido.

Mas vamos tentar mante-la por mais alguns anos, especialmente porque ela parece espetacular. Neste show, ela canta todos os 18 singles de sucesso em ordem cronológica, abrindo com a balada lenta de 1990, “Vision Of Love”. Ela cantou maravilhosamente bem, depois soltou um dos seus registros de apito (sua marca registrada) em “Love Takes Time”. Mesmo que a voz da diva de 47 anos ocasionalmente não soe como no início de sua carreira, ela ainda é pura e poderosa.

Houve alguns tropeços no show que eu fui. Os pontos altos foram “I Don’t Wanna Cry”, “Emotions”, o duo clássico com Trey Lorenz em “I’ll Be There”, a versão sabiamente remixada de “Heartbreaker” e o sucesso de 2005, “We Belong Together”. Ela trouxe suas crianças incrivelmente adoráveis para que ela pudesse cantar “Always Be My Baby”. Convidou Lorenz e o tecladista/cantor Daniel Moore para cantar “One Sweet Day”, originalmente cantada com o Boyz II Men. E demonstrou muita energia para a segunda metade do show de quase duas horas, revigorado ao realizar seus sucessos mais recentes.

Se este é o fim da residência de Vegas desta grande estrela, veja enquanto é tempo. Nem todos os seus os artistas podem ou vão realizar algo do nível de Mariah, e eles certamente não têm 18 hits #1 para apresentar.

Os shows serão realizados no Caesars Palace às 20:00. Nos dias 11, 14, 15 e 18 de julho.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.