Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

A cantora multi-premiada se apresentou em Connecticut e levou o público à loucura.

“Estou tão feliz que vocês vieram de longe para me ver”, disse Mariah Carey, usando um vestido vermelho e saltos altíssimos. “Vamos ter um ótimo momento juntos esta noite”.

A hit maker do R&B subiu ao palco do Foxwoods Resort and Casino no dia 14 de outubro no Grand Theatre, marcando o primeiro concerto de Carey em Mashantucket desde sua turnê “Angels Advocate”, de 2010. Desta vez, ela nos trouxe o nostálgico show da “Sweet Sweet Fantasy Tour”.

O show começou com Carey sendo carregada para o palco em cima de um trono digno de seu título de “Rainha do R&B”. Ela anunciou que ela “veio para uma festa”, usando a frase de abertura de seu sucesso de 2005, “It’s Like That”.

O que veio a seguir foi uma set list que fez com que até os fãs mais comedidos se empolgassem. Carey acumulou 18 singles em primeiro lugar desde sua estreia em 1990, e seria difícil não ter boas lembranças de “We Belong Together” ou “Always Be My Baby” dominando as rádios no passado.

Apesar de uma carreira bem sucedida, Carey teve um passado tumultuado nos últimos anos, começando com seu período como jurada do American Idol em 2013. A partir daí, a superestrela sofreu um divórcio, uma grande lesão no ombro e duas performances catastróficas que foram televisionadas.

Com alguns de seus recentes fiascos em mente, era difícil não se sentir um pouco nervoso por Carey, especialmente antes de algumas das suas famosas notas agudas, mas cantora estava com tudo na noite de sábado – acertando todas as notas, brincando com o público e aparentando ter metade dos seus 47 anos.

Os destaques do show vieram quando Carey realizou seus sucessos mais icônicos, como “Emotions” e “Obsessed”. Antes de encerrar o show com “We Belong Together”, Carey cantou seu primeiro single, “Vision Of Love”, que também é uma das que mais exigem esforços vocais.

“Não deveríamos cantar esta música esta noite”, confessou Carey. “Mas foi o primeiro single, e vamos fazer isso apenas por diversão”.

Embora aparentemente não tenha sido planejada, a performance de seu single de estreia foi uma das experiências mais inesquecíveis de toda a noite. Ficou óbvio que Carey colocou todo o esforço necessário na música; Isso significa muito para seus fãs, e para a própria cantora. A nota final da canção foi tão ressonante e poderosa quanto em 1990.

Enquanto ela pode ter uma reputação de diva, a personalidade espirituosa e distintiva de Carey estava presente durante toda a noite. Ela fez uso frequente de suas muitas frases, perguntando ao público se eles estavam gostando da champanhe, tendo vários “momentos” e interrompendo o show para ter a maquiagem retocada pelo seu esquadrão de beleza.

A lenda do hip-hop estará bem ocupada nos próximos meses. Em novembro, ela embarcará com sua turnê “All I Want For Christmas Is You”, que passará por cidades da América do Norte e da Europa, incluindo Nova York. Além disso, ela está planejando o lançamento de um álbum ainda sem título em algum momento antes do final de 2017, pelo seu novo selo Butterfly MC Records, uma parceria com a Epic Records que foi fundada no início deste ano.

Depois de um estrondoso aplauso da multidão, Carey fechou a noite com uma performance de seu oitavo single #1, a ternamente inspiradora “Hero”. Enquanto ela cantava seu sucesso de 1993, as lágrimas começaram a escorrer pelo rosto perfeitamente maquiado da cantora . E por um momento, a diva era tão humana como o mar de fãs leais que vibravam com ela da plateia.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.