Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

A sempre polêmica apresentadora Wendy Williams falou sobre a apresentação de Mariah Carey na edição desse ano do Billboard Music Awards, que rolou em Las Vegas na última quarta-feira, 1º de maio. Na ocasião, Mariah foi homenageada com o Icon Award e fez um Medley com clássicos de sua carreira. Confira a transcrição abaixo:

Mariah recebeu o Icon Award. Ela conseguiu, ela se doou, ela cantou, ela se amarrou toda. Quer dizer, eu não me importo, acho que ela tava linda, desde o cabelo até o figurino, o corselet, o jeito que ela tava segurando ela.

Não que o corselet tenha muita importância porque ela perdeu muito peso, foi só pra dar uma afinada aqui, uma acinturada alí, o que significa que você não consegue atingir aquelas notas daquele jeito, mas ela atingiu notas, e ela
certamente é um ícone e adorei a performance dela, até mesmo “Hero”. Eu não gosto de “Hero e não gosto de “Vision Of Love”, já disse que isso para vocês. Eu acho que “Vision Of Love” é a canção mais idiota que existe, já disse.
Fiquem tranquilos, eu sou uma “Mariahnista”, posso dizer isso, gosto de todo o resto, mas eu não gosto de “Hero”, exceto quando estamos celebrando os heróis no Hero Day. Tipo, “Hero” tem a hora e o lugar certo para ser cantada e não é logo após “Honey”, usando um corselet no Billboard Music Awards, mas posso dizer que essa apresentação de “Hero” foi muito bonita.

Ela fez um discurso muito emocionante, falando dos altos e baixos de sua carreira, ela é a Mariah. Vamos dar uma olhada num trecho:

“Obrigada, Billboard, por me permitir crescer nos charts com vocês e por essa honra incrível. Ícone? Eu realmente não concebo a mim mesma dessa forma. Eu comecei a fazer música pela necessidade de sobreviver e me auto expressar…eu sempre me senti como uma estranha, que não pertencia a um lugar específico. E ainda me sinto como aquela perdida criança inter-racial, que teve muita coragem em acreditar que teria algum êxito nesse mundo”.

Foi um lindo discurso e ela certamente é um ícone, e seus filhos na plateia foi algo para se morrer de amor. Eles estavam cantando junto com a mãe, eles sabiam as letras…parabéns Mariah por ser abençoada.

Wendy começa a falar sobre Mariah no minuto 07:30. Confira o vídeo abaixo:

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.