Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

A conceituada Slant Magazine escolheu o Caution como um dos melhores álbuns lançado nos anos 2010, confira abaixo:

91. Caution – Mariah Carey

“Caution” é um aviso adequado para quem está prestes a consumir o primeiro álbum de Mariah Carey em mais de quatro anos. Embora sua voz possa ser uma versão instável do que era antes, ela deixa bem claro em Caution que não pode ser fodida nesta ou em qualquer outra década. Ela sabiamente confia nos sons de R&B inflados pelo rap que têm sido seu pão e manteiga desde Butterfly, enquanto traz colaboradores inesperados como Skrillex e Blood Orange. Ela também muda a mensagem: Após um rompimento altamente público, uma sensação inevitável de dor no coração paira sobre a coisa toda, do single deliciosamente salgado “GTFO” (“I ain’t tryna be rude, but you’re lucky I ain’t kick your ass out last weekend,”, ela brinca) até o ainda mais selvagem “A No No ”, no qual ela convoca seu falsete de ginástica verbal para um diss track de Gilligan’s Island. A adoção de patois e o uso claramente intencional de “indiferente” sugerem que Mimi (ainda) não tem tempo para noções de apropriação cultural ou gramática, e as aparições de Slick Rick e Biggie (via sample ) nos permitem saber que seu coração sempre estará no R&B e hip-hop . Onde  sempre pertenceu. Paul Schrodt

 

 

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.