Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Áudio

Três músicas de um mesmo tema estão definitivamente emergindo do próximo álbum de Mariah Carey, Caution, que sai no dia 16 de novembro: o amor é difícil, às vezes confuso, às vezes ótimo, mas vale a pena. Na mais recente salva das guerras mundiais, Carey deixa bem claro que desta vez é para valer, e não importa o que digam. Após uma introdução típica de uma líder de torcida sobre ter esse espírito, Carey desliza suave acompanhando os teclados sobressalentes para dar aviso: “Ain’t nobody stopping us/ What we have is dangerous/ Left they opinions in the dust/ Said can’t nobody fuck with us” enquanto uma batida lenta surge.

No segundo verso, Carey entra em uma quase cadência de rap, confirmando que, apesar do que os inimigos dizem, ela está apenas se aproximando de seu amor. Ty pula para o terceiro verso, apoiando MC, cantando “We’re too strong (too strong)/ We’re too silent (ooh yeah)/ They can’t stop it now”. A sutil, mas crescente balada foi produzida por Skrillex.

“The Distance” segue os passos da balada similarmente amorosa “With You”, e da mensagem certeira, “GTFO”.

Ouça “The Distance” abaixo:

O ator Rob Huebel detonou Mariah Carey por seu trabalho no novo filme de Will Ferrell e Amy Poehler: “Foi insano”.

Huebel, que apareceu em numerosas comédias de cinema e televisão na última década (incluindo a versão cinematográfica de Baywatch que vai estrear nesse fim de semana), criticou Carey  por seu comportamento no set de filmagens da nova comédia de Will Ferrell e Amy Poehler, The House.

“Refizemos algumas cenas com uma estrela pop chamada Mariah Carey. Não deu muito certo”, disse Huebel antes de perguntar se ele podia falar palavrão durante a entrevista que foi concedida ao vivo. Depois de lhe ter dito que sim, Huebel continuou: “Que porra ta acontecendo com ela? Foi insano”.

De acordo com Huebel, Carey chegou “quatro horas atrasada” no estúdio e fez  o que chamou de “pedidos surpreendentes”, incluindo que a lendária cantora pop necessitou de “rosas todas brancas” em seu trailer junto com bichinhos de pelúcia (cordeiros, por conta dos fãs de Carey serem chamados de “Lambs”).

No filme, Ferrell e Poehler interpretam pais que se transformam em magnatas de cassinos de baixo nível em um esforço para pagar a taxa de matrícula da faculdade de sua filha. Carey, segundo Huebel, foi convidada para fazer uma participação como ela mesma.

“Ela foi contratada para cantar uma canção e ela disse: ‘Gente, eu não quero cantar essa música’. Eles disseram: ‘Nós contratamos você para cantar essa música'”, disse Huebel sobre o filme, que é produzido por Ferrell e Adam McKay, entre outros. “Então, eles iriam fazer uma cena em que atiram nela, eu acho, e eles a matam – no filme. Não na vida real. Mas ela não queria isso. Ela falava coisas do tipo, ‘Eu não acho que minha personagem seria morta por balas. E se eu desviasse dos tiros como a Mulher Maravilha?’ Eles disseram: ‘Mariah, não temos tempo para isso. Você está recebendo muito dinheiro. Nós contratamos você por um dia. Não temos tempo para discutir com você. Basta fazer isso’. Ela simplesmente não queria fazer o que eles queriam que ela fizesse. De qualquer forma, por que estou falando sobre ela?”.

Pressionado se Carey permaneceu no filme, Huebel disse que não tinha certeza. “Apenas saiba, se você a vir no filme, eles tiveram muito trabalho”, disse ele.

Os representantes de Carey não fizeram comentários.

A Warner Bros., que está lançando The House, também não comentou sobre o fato.

Confira abaixo a entrevista de Rob Huebel:

Mariah Carey acabou de publicar em suas redes sociais um áudio explicando o que aconteceu de fato no evento de ano novo da Times Square. Confira a transcrição do áudio abaixo:

“Eu ainda não consegui assimilar o que aconteceu na véspera de ano novo, mas irei dar tempo ao tempo, mas por enquanto quero que todos saibam que fui à esse evento muito animada e estava esperando um momento de celebração com o mundo. É uma vergonha jogar isso nas mãos da produção, uma falha técnica em que as circunstâncias estavam fora de controle. É impossível para uma cantora cantar ao vivo e não estar conseguindo se ouvir de maneira apropriada no meio da Times Square, com todo o barulho e temperatura congelante, a fumaça que estava saindo da máquina, milhões de pessoas comemorando, especialmente quando seu ponto eletrônico não estava funcionando de jeito nenhum. 
Veja bem, eles me entusiasmaram e isso se tornou uma oportunidade para me humilhar e a todos que estavam empolgados para me ver, mas ainda bem eu tenho feito muitos trabalhos bons para quem quiser ouvir. Não posso negar que estou magoada, mas estou focada para superar isso e estou muito agradecida pelo apoio que meus fãs, meus verdadeiros fãs, estão me dando nesse momento.
 
Vou dar um tempo da mídia, das redes sociais, mesmo que eu não vá cancelar minhas obrigações profissionais. Esse é um momento importante para mim, um momento para reservar um tempo para mim e para quem eu amo e para me preparar para minha turnê que começa em março. Gostaria de agradecer a todos que estão me apoiando, todos os meus colegas do meio musical e aos meus Lambs, vocês estão sempre por aqui me apoiando e não consigo imaginar a vida sem vocês e vocês sempre serão parte de mim. Mal posso esperar para vê-los novamente”.
 
Confira o áudio abaixo:

 

Nesta sexta-feira (28) a turnê Sweet Sweet Fantasy terá continuidade, sendo esta a terceira temporada. Os shows começarão na América do Sul (1 data na Argentina, 1 no Chile e 3 no Brasil), passam pelo México (2 datas) e depois Havaí, EUA (3 datas), portanto mesmo sendo poucas datas, podemos esperar algumas surpresas e muito show vocal. Pensando nos belos vocais de Mimi, encontramos algumas playlists bem interessantes com a sequência das músicas cantadas nas últimas temporadas da turnê. Agora você só precisa ter uma conta Spotify (você pode não ser assinante, mas ser premium é mais legal) e soltar o play, seja em casa, no trabalho, na resenha com os amigos e até dentro de um veículo da Uber!

MC

Estas são as nossas sugestões para você ensaiar as possíveis músicas que entrarão na set-list. Assine-as e pre-pa-ra:

Playlist com todas as músicas cantadas nas legs 1 e 2 (incluindo os remixes):

Playlist do Euro Car Ride Medley (com as músicas completas):

Playlist do Car Ride Medley usado na The Elusive Chanteuse Show Tour em 2014:

Quer mais? Fique ligado na nossa fan-page que em breve você atualiza as suas playlists!

Lembrando que a turnê passa pelo Brasil nas cidades de São Paulo-SP, Curitiba-PR e Porto Alegre-RS nos dias 1º, 04 e 05 de novembro. Mais informações sobre as datas na nossa Agenda e sobre a turnê na seção especial The Sweet Sweet Fantasy Tour.


Conteúdo: Mariah Now Team
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.