Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

BABY DON’T CRY

A cada dois dias depois dessa viagem, como um relógio, Mariah e eu conversávamos ao telefone. Uma vez, fomos para o carro quando estávamos na casa de Luis, e ela ouviu a batida de Crybaby. Ela disse: “Eu vou usar isso! Eu tenho uma idéia”. Ela gravou a música e ela me ligou. “Eu terminei, mas eu quero o Snoop Dogg nisso … e temos que fazer isso amanhã porque eu tenho que entregar o álbum para a Sony”.

No modo de pânico, liguei para o Snoop e disse: “Ei! Quer fazer um som com a Mariah? “Ele disse: “Lógico. Estou em Nova York, mas vou estar em casa amanhã. Passa lá.”

Meu confiável engenheiro Mike Schlesinger e eu dirigimos a casa de Tha Dogg na tarde seguinte. Foi uma dessas experiências espontâneas que que sempre quis. Entramos e lá estava o lendário produtor Battlecat. E Kurrupt, a quem eu nunca conheci antes. Battlecat disse: “Ei, o que você está fazendo?”

Eu disse: “Eu fiz esse som com a Mariah Carey, e o Snoop vai participar”.

Kurrupt disse: “Você trabalhou com a Mariah?”

Eu disse: “Bem, sim, eu fiz o remix de I Still Believe e agora temos isso…” Kurrupt interrompeu “Aquele com a Da Brat e Krayzie Bone? Esse é um dos meus sons favoritos, cara!”

Eu estava um pouco deslumbrado, sem esperar que Kurrupt quisesse estar numa faixa da Mariah Carey. “Você conhece esse som?” Ele disse: “Eu, cara, eu sempre quis fazer algo assim. Temos que descer, cara!” Uau! Este é o Kurrupt – o maior rapper de batalhas, freestyler, maior gangsta rapper de todos os tempos na minha opinião. Ele acaba com todos. E ele estava sentado lá me dizendo que ele queria ter participado de “I Still Believe”? Porra!

Estávamos em um prazo apertado com a música da Mariah, então nós começamos a trabalhar imediatamente. Eu coloquei ela no telefone com o Snoop, e eu podia ouvi-los conversar sobre como eles queriam que o som ficasse. Snoopdizia, “Sim, sim. ‘Baby, não chore’. Sim, eu entendo isso. Legal. Você voa, Mariah! Eu te amo. Quando eu estava na prisão, eu costumava ouvir ‘Vision Of Love’. Esse era o meu som. É uma honra trabalhar com você. Tudo bem bebê, eu saquei!”

Começamos a sessão. Snoop estava ouvindo a batida, repetidamente, escrevendo versos. Battlecat veio até mim e disse que havia um problema. “O microfone não está funcionando. Não conseguimos fazê-lo funcionar.”

Merda! Tínhamos cerca de uma hora para gravar o Snoop e mixar. “Boa sorte, cara”, disse ele.

A sala estava cheia de fumaça e todos estavam começando a ficarem altos. Snoop começou: “Baby, hear me when I say, let that man be on his way.” Estava ótimo – exceto pelo maldito microfone! Mike estava brincando com o fader, Battlecat tinha uma lanterna sob o quadro tentando achar qual cabo estava errado. Battlecat finalmente encontrou o problema e conseguimos trabalhar. Então Snoop matou em um take e Mike e eu voltamos para o estúdio The Record Plant para mixar a música.

Quando nossos cérebros se limparam da fumaça e nossos pés estavam de volta no chão, descobrimos que havia muitos sons sangrando – um zumbido baixo no fundo, cães latindo e pessoas gritando. O Mike é um gênio, no entanto. Ele resolveu isso e nós pegamos alguns dos adlibs de Snoop do verso, os sampleamos e eu os espalhei pela faixa. No final, o som estava lindo. Soou como uma música do Dr. Dre ou do DJ Quik. Tinha uma verdadeira mistura West Coast nele. Não estava comprimido, era grande, brilhante, grosso e parecia um filme. Exatamente o que queríamos.

Isso foi muito antes de internet de banda larga. E ninguém confiava nos correios ou mesmo na FedEx, então enviavamos alguém num avião para entregar CDs. Lembro-me de algumas ocasiões em que eu enviava alguém num avião para a Itália, onde Mariah gosta de gravar. O mensageiro pousava, pegava um barco até a ilha de Capri, ia ao estúdio, entregava um pacote ao engenheiro e depois retornava aos EUA.

Ele decolou no rádio e no varejo em todo o mundo e foi aclamado pela crítica e continua sendo um dos favoritos dos fãs.

Mariah me ligou e disse: “Nós temos que fazer um vídeo para isso”. Snoop disse que não iria para o set, mas que nós poderíamos enviar uma equipe para sua casa. Isso é o que eu fiz, e eles o filmaram na frente de uma tela verde para inserir suas cenas no corte final.

Foi com Crybaby que eu acho que houve uma mudança no meu relacionamento com Mariah, no entanto. Eu ainda estava tentando fazer meu show no Power, mas ela estava confiando cada vez mais em mim no lado comercial de sua vida.

 

Damion “Damizza” Young – Guilty By Association

9/20

Anterior

Início

Próximo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.