Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

BUT I STILL LIVE WITH THE…

Algumas semanas mais tarde, eu estava em Nova York e Mariah ligou e me convidou para jantar com Tracy. Nós estávamos falando sobre os vários projetos em que cada um estava quando meu celular tocou. Eu não ia responder, mas olhei para baixo para ver quem era e vi um prefixo 917 que eu não reconheci. Eu atendi. “Ei, é o Steve Stoute.”

Eu disse: “Steve Stoute? O que se passa?” (Ele era o presidente da Black Music na Sony). Assim que eu disse o nome dele, Mariah olhou para mim com horror e me deu o sinal pra desligar. Eu lhe disse que iria liga-lo de volta.

Mariah estava chateada. Antes que eu tivesse a chance de dizer qualquer coisa, Steve ligou novamente. “Onde você está?” Eu disse: “Como assim, onde eu estou?” Eu comecei a ficar um pouco irritado com a forma como ele estava sendo insistente. Quer dizer, quem diabos esse cara acha que ele é? “Você está em um jantar com Mariah?” Eu disse: “Isso é um pouco estranho, cara.”

“Onde você está agora?”

Bem, de forma alguma eu ia dizer pra esse cara onde eu estava ou o que estava fazendo ou com quem eu estava. “Isso é um pouco estranho, bro. Você está me espionando? Que porra é essa?”

Ele disse: “Não, eu só preciso falar com você.”

Ele obviamente sabia onde eu estava. Ele me disse que ele estava em um restaurante a poucos quarteirões de distância, e perguntou se eu pegaria um táxi até lá. Eu lhe disse que estaria lá em pouco tempo. Mariah estava assustada. “O que você está fazendo?” Eu disse a ela que eu ia lidar com isso e que eu estaria de volta. Eu disse: “Não se preocupe.”

Peguei um táxi na chuva e cheguei no restaurante. O maitre me acompanhou até uma sala de jantar privada no andar de baixo e eu vi além do Steve, Tommy Mottola sentado à mesa. “Droga”, pensei. “Aqui vamos nós.”

Tommy olhou para mim e disse: “Ei, sua jaqueta está um pouco molhada.” Tirei ela e entreguei pro maître.

“Então, você conhece minha ex-mulher?”

“Sim”, eu disse. “Eu me encontrei com ela.”

“Você está fodendo ela?”

“O Quê? O que você disse?! “

Ele diminuiu a velocidade da voz e repetiu. “Você está fodendo ela?”

Eu disse: “Olhe – de forma alguma eu vou falar sobre ela com você, entendeu? Isso não é legal.”

Tommy, em seguida, disse: “Sabe, nós temos bastante utilidade para pessoas como você. Tudo o que tem que fazer é mudar para Nova York.” Eu disse: “Por que eu iria querer mudar para Nova York?” Ele disse: “Bem, eu poderia te dar um monte de dinheiro” Eu disse: “Por o quê?” Ele disse: “Tudo o que tem que fazer é me dizer o que ela faz.”

Eu disse: “Cara. Isso é loucura. Você não pode comprar-me.” Ele apertou o olhar e, em seguida, escreveu o seu número de celular na parte de trás do seu cartão e o deslizou por cima da mesa. Eu disse: “Quer saber? Não estou interessado.”

Levantei-me, e Steve Stoute agarrou-me, dizendo: “Olha cara, você não entende. Você poderia fazer um monte de dinheiro, e você precisa escolher seus amigos sabiamente”.

Eu disse: “Eu já escolhi, e isso é uma merda que eu não quero fazer parte.” Em seguida, Steve diz: “Yo cara, por que você não entra na minha?” Eu olhei para a cara dele como ele estivesse fora de sua mente. “Entrar na sua?” Eu me virei para Tommy e ele disse: “Sim. Passe a noite com Steve. Temos algumas coisas que você pode querer ver. Há algumas músicas que queremos que ouça.” Relutantemente, eu entrei no carro com ele.

Ele me levou para The Hit Factory, fomos ao andar superior, e Jennifer Lopez estava lá. Depois das apresentações, Jennifer diz: “Eu só quero que minhas músicas toquem no programa Tha Baka Boyz.” Eu disse: “Ah é?” Eles deram o play, e tocaram umas faixas. Eu disse: “Esse som é techno. Nós não tocamos techno mais.”

Jennifer olhou para mim com um total olhar “Seu filho da puta!”. Eu olhei para Steve e falei para ele: “Nenhum desses sons é bom. O que você quer que eu faça com essa merda?” Steve disse: “Tudo bem, vamos para outro lugar.”

(…) Steve (…) me ofereceu uma carona de volta para o meu hotel. Meio que me assustou ele saber onde eu estava hospedado.

No carro no caminho de volta, ele disse: “Você precisa escolher quem são seus amigos.”

Desde que deixei Mariah e Tracy no restaurante, meu telefone começou a tocar e eu desliguei. Quando voltei para o meu quarto, eu liguei de volta e havia várias mensagens de Jerry Blair e Mariah. As dela pareciam meio em pânico, “Por favor, não deixe de ser meu amigo por causa disso. Eu preciso falar com você, por favor me ligue de volta.”

Eu liguei para o Jerry primeiro. “Ah, cara”, disse ele, “você me jogou debaixo do ônibus!”

Eu disse: “O que você está falando?”

“Tommy Mottola me perguntou por que nós não pagamos a sua estadia no Havaí.”

Eu disse a Jerry mais uma vez que “eu não faço isso. Este tipo de merda é exatamente a razão pela qual eu paguei a minha própria estadia. Eu não quero dever nada a ninguém por causa de uma merda como uma passagem de avião ou quartos de hotel.”

Jerry disse que entendia, mas explicou que seu chefe na Sony estava bravo com ele por me apresentar para a Mariah. “Bem, Jerry, me desculpe, cara, mas eu não dou a mínima para Tommy Mottola.”

Eu, então, liguei pra Mariah de volta. Ela parecia bastante assustada. Tentei acalmá-la imediatamente, imaginando que esta era uma situação que tinha passado muitas vezes e já tinha perdido vários amigos. “Yo”, eu disse a ela, “não se preocupe. Estou no seu lado. Basicamente, eu disse a eles para irem se foder.”

Ela ficou aliviada, mas disse, mais uma vez, “Por favor, não deixe de ser meu amigo por causa dessa merda.”

Mariah não mencionou a situação novamente até que uma noite estávamos jantando em LA “O Tommy assustou você?”, Ela perguntou. “Nah, tá tudo bem. Tá tudo bem. “

Depois de um tempo, Mariah e eu estávamos jantando no Mr. Chow em Los Angeles, quando ela olhou e revirou os olhos para mim. “O que?” Ela apontou para outra mesa, “é o Tommy.”

Ele e Steve Stoute estavam lá. Tommy veio e se fez amigável, veio por trás da Mariah, esfregando seus ombros. Ele foi super impróprio, esquisito e assustador, e a Mariah estava claramente desconfortável.

“Conhece meu amigo Damion?”, ela perguntou. Tommy disse: “Não, nós nunca nos conhecemos”, e estendeu a mão. Eu não estava jogando esse jogo. “É… tá…”, eu disse.

 

Damion “Damizza” Young – Guilty By Association

5/20

Anterior

Início

Próximo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.