Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

I SHOULD’VE NEVER CALLED YOU BACK…

Passaram-se algumas semanas e recebi uma ligação do manager do Eminem, Paul Rosenberg, em pânico: “Damion, que porra é essa?”

“Uh, o que, Paul?”

“Eminem está em New York”, disse ele. “Ele está lá com Mariah – ele está em liberdade condicional. Ele não pode estar em Nova York! Preciso levá-lo de volta a Detroit ou haverá uma enorme merda”.

Liguei para uma das pessoas de Mariah e perguntei o que estava acontecendo. No começo, seu assistente se fez de burro, mas depois disse: “Ok, eu sei, estou tentando corrigir isso. Eu descobrirei o que está rolando e te ligarei de volta. “

Paul me ligou de novo. “Pelo amor da porra! (Devem ter) vazado para a imprensa que ele está lá com ela! Nós vamos lançar uma declaração e nós vamos demolir essa cadela!”

Eu disse: “Paul, me faça um favor, por favor. Eu fiz muitos favores para vocês. Não faça isso… por favor, não libere nada.”

Ele se acalmou um pouco e me disse: “Ok, cara, mas diga a ela para calar a boca. Se nada mais acontecer estaremos bem.”

Liguei para Mariah. “Estou a caminho de New York. Nós temos um problema.”

Quando cheguei ao apartamento dela, ela estava caminhando com um sorriso presunçoso. “Oh”, ela disse, “O Eminem deixou seu estojo de CD aqui. Ele está em liberdade condicional e teve que ir para casa rapidamente”.

Eu disse: “Mariah, o que você está fazendo?”

Ela disse: “Ah, ele é um ótimo cara”.

Eu peguei uma garrafa de vinho, abri e bebi cerca de metade de um só gole.

Eu sabia que isso ia acontecer. Eu realmente queria ajudar a Mariah, mas ela estava acendendo pavios ao redor dela e eu não conseguia apagar todos. Eu tentei novamente explicar onde essa história do Eminem estava indo, que não tinha nada a ver com seu filme, que ela não estaria nele, e que tudo seria uma grande merda. Ela agiu como se eu nem estivesse lá.

Eu tinha que voltar para L.A. e passar algum tempo na Power porque eu tinha uma viagem à Inglaterra para divulgar o projeto do Shade Sheist no Damizza Presents. Continuei a fazer malabarismos com o show de rádio, meu próprio álbum e o álbum do Shade, o single do qual atingiu as paradas no n° 14 na Inglaterra e estava ganhando impulso.

Mas eu comecei a perceber que eu estava negligenciando muitas das minhas próprias responsabilidades em favor do “controle de danos” para Mariah, o que me irritava porque ela não estava apreciando o que eu estava tentando fazer e nem estava tomando o conselho que eu estava dando a ela.

Eu precisava de uma pausa no exterior sem a Mariah, então eu fui para Londres com a Shade para fazer alguns shows e algumas entrevistas para o seu álbum – o qual dependia totalmente de mim e da My Baby Ree Company.

 

Damion “Damizza” Young – Guilty By Association

14/20

Anterior

Início

Próximo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.