Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Notícias

Mariah Carey e John Legend seriam alguns dos headlines do evento Florencer4Ever, que aconteceria no Estádio Artemio Franchi no dia 8 de junho na Itália.

De acordo com as últimas notícias que estão circulando na internet, o festival teria sido cancelado devido a problemas com os organizadores do evento, porém outro motivo que teria barrado o festival é o preço elevado dos ingressos, que foge do padrão dos festivais de verão o circuito europeu.

 

Dois homens californianos foram presos devido a fraude. Eles se exibiram como representantes da cantora Mariah Carey, que na verdade não eram. Como resultado, as pessoas foram enganadas no valor de US $ 100.000 do centro de Grand Rapids.

“Nós pensamos que nós forneceríamos este incrível show da Pride para essa comunidade, e também usaríamos a receita para financiar todos os programas e serviços que estamos fazendo aqui no Pride Center”, disse Larry DeShane Jr., administrador do Grand Rapids Pride Center.Esta é Mariah Carey, foi uma ótima oportunidade.”

Os golpistas chegaram a Las Vegas e trouxeram os representantes do festival para o show da cantora, embora os investigadores federais digam que a cantora não tinha ideia de que seu nome era usado em fraudes.

“Eles eram incrivelmente polidos. Eles tinham todos os seus patos em uma fileira. Eles enganaram um agente de reservas de longa data ”, disse DeShane.

Os fraudadores se representaram como representantes de Mariah Carey, criando documentos falsos, endereços de e-mail e até mesmo crachás de identificação como parte do esquema.

O primeiro a notar é que algo está errado com o administrador do Pride Grand Rapids, Mike Hemmingsen. Ele garantiu que tudo fosse documentado e submetido às autoridades.

“Fomos os primeiros a prestar atenção a isso, e foi realmente Mike Hemmingsen”, disse De Schein.

Além dos US $ 100 mil retirados de Grand Rapids, eles também teriam enganado uma organização semelhante, a Flagstaff Pride, no Arizona, que assinou contratos com as vítimas, e depois recebeu transferências eletrônicas.

O casal foi acusado em 2018 de fraude eletrônica e roubo de identidade depois que Pereyda foi preso no Colorado e Clayborn foi preso em Phoenix.


Na sexta-feira, fui sentenciado a 27 meses de prisão. Claiborne, que é considerado pelos investigadores federais como o comandante-chefe, passará cinco anos na prisão.

De Schein disse que eles aprenderam e tomaram precauções para evitar a repetição, mas o Pride Center é muito mais do que um festival realizado uma vez por ano desde 1988.

As sentenças também são acompanhadas por uma ordem para devolver o dinheiro roubado, mas o Pride Center não espera devolver esse dinheiro.

Este ano o festival está marcado para 15 de junho na Calder Plaza.

Fonte: Portal do Luxo

 

De acordo com um rumor criado pelo o The Sun nos últimos dias, Mariah Carey supostamente teria tirado I’ll Be There, cover do Jackson 5, de seus concertos por causa da repercussão negativa  que o  documentário Leaving Neverland obteve nos últimos meses.

A música está no repertório de Mariah Carey27 anos, desde que ela lançou em seu lendário MTV Unplugged de 1992.  A música atingiu o topo das paradas no mundo na ocasião, tornando-se mais popular na sua voz do que na versão original do Jackson 5.

De acordo com o jornal sensacionalista britânico, Mariah cantaria a música em sua leg européia da Caution World Tour, usando a mesma projeção que usou em Las Vegas em 2015, usando a voz de Michael Jackson na segunda estrofe da música.

O rumor, por ora, parece um pouco fantasioso, já que a música não esteve presente (fixa) na setlist da Mariah Carey desde 2016, quando ela cantou em algumas datas selecionadas da turnê ‘Sweet Sweet Fantasy’, na leg européia e na África.  Nos shows que ela realizou com o Lionel Richie, a All The Hits Tour, em 2017 na América do Norte, a faixa já não estava mais presente na setlist e nem na sua última residência em Las Vegas, ‘The Butterfly Returns’, que iniciou no dia 5 de julho de 2018, onde Mariah só cantou a música na noite de estreia da residência e logo foi substituída por outras faixas que os fãs escolheram em enquetes no Twitter. Na sua  turnê realizada no fim do ano passado pela Ásia, ‘I’ll Be There’ também não foi cantada e tão pouco nos shows natalinos que Mariah realiza desde 2014 mundialmente.

 

  • Dia 5 de julho de 2018 foi a última vez que a Mariah Carey cantou a música em seus shows, confira ao vídeo acima!

A sempre polêmica apresentadora Wendy Williams falou sobre a apresentação de Mariah Carey na edição desse ano do Billboard Music Awards, que rolou em Las Vegas na última quarta-feira, 1º de maio. Na ocasião, Mariah foi homenageada com o Icon Award e fez um Medley com clássicos de sua carreira. Confira a transcrição abaixo:

Mariah recebeu o Icon Award. Ela conseguiu, ela se doou, ela cantou, ela se amarrou toda. Quer dizer, eu não me importo, acho que ela tava linda, desde o cabelo até o figurino, o corselet, o jeito que ela tava segurando ela.

Não que o corselet tenha muita importância porque ela perdeu muito peso, foi só pra dar uma afinada aqui, uma acinturada alí, o que significa que você não consegue atingir aquelas notas daquele jeito, mas ela atingiu notas, e ela
certamente é um ícone e adorei a performance dela, até mesmo “Hero”. Eu não gosto de “Hero e não gosto de “Vision Of Love”, já disse que isso para vocês. Eu acho que “Vision Of Love” é a canção mais idiota que existe, já disse.
Fiquem tranquilos, eu sou uma “Mariahnista”, posso dizer isso, gosto de todo o resto, mas eu não gosto de “Hero”, exceto quando estamos celebrando os heróis no Hero Day. Tipo, “Hero” tem a hora e o lugar certo para ser cantada e não é logo após “Honey”, usando um corselet no Billboard Music Awards, mas posso dizer que essa apresentação de “Hero” foi muito bonita.

Ela fez um discurso muito emocionante, falando dos altos e baixos de sua carreira, ela é a Mariah. Vamos dar uma olhada num trecho:

“Obrigada, Billboard, por me permitir crescer nos charts com vocês e por essa honra incrível. Ícone? Eu realmente não concebo a mim mesma dessa forma. Eu comecei a fazer música pela necessidade de sobreviver e me auto expressar…eu sempre me senti como uma estranha, que não pertencia a um lugar específico. E ainda me sinto como aquela perdida criança inter-racial, que teve muita coragem em acreditar que teria algum êxito nesse mundo”.

Foi um lindo discurso e ela certamente é um ícone, e seus filhos na plateia foi algo para se morrer de amor. Eles estavam cantando junto com a mãe, eles sabiam as letras…parabéns Mariah por ser abençoada.

Wendy começa a falar sobre Mariah no minuto 07:30. Confira o vídeo abaixo:

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.