Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Notícias

Simon Hattenstone foi informado de que Mariah Carey só falaria sobre sua turnê de Natal. Mas a cantora se abre sobre o controle de homens, problemas familiares e suas exigências de diva.

Mariah Carey é a diva mais famosa ou infame da indústria musical. E hoje ela não decepciona. Quando eu pergunto se as histórias estranhas sobre ela são verdadeiras, ela fala de forma espetacular sobre sua fama de diva difícil:  “Existem mitos sobre outras pessoas e seus ataques de diva?”, Ela pergunta. Claro, eu digo – mas não tantos. “Então eu tenho mais mitos sobre esse comportamento de diva?”. Sim, mas estou tentando descobrir se eles são verdadeiros. OK, vamos lá!

É verdade que uma vez você pediu 20 gatinhos brancos e 100 pombas brancas como cavaleiro? (Em 2009, foi relatado ela teria feito essa solicitação para inaugurar as luzes de Natal no centro comercial de Westfield, mas teria sido recusado por motivos de saúde e segurança.) “Não, 20 gatos é uma mentira absoluta. Eu não sou uma dama de gatos. Eu não tenho mais gatos em casa.”- É justo, eu acho.  É verdade que você insiste em um novo assento e torneiras de ouro sempre que você ficar em um hotel? “Quero dizer, honestamente? Torneiras de ouro! Eu poderia simplesmente comprar uma casa com isso! ” Por favor, este próximo pode ser verdade – sua reputação está em jogo: Você só toma banho em água mineral francesa? “Não, eu tomo banho no leite.” Sério? “Sim, às vezes eu uso leite como tratamento de beleza. Eu não quero dar todos os meus segredos.” Quente ou frio? “’Leite frio’. Então a água mineral não é verdadeira? Ela sorrir. “Bem, eu acho que se não há água limpa e eu tive que usar água mineral, talvez eu faria isso.”

Isso vem no final de uma das entrevistas mais estranhas que já fiz. Quando chego pela primeira vez, a sala de espera está tão fria que estou convencido de que a equipe de Carey só me deixará encontrar a Rainha do Natal quando eu estiver completamente congelado. É um lindo dia em Los Angeles lá fora, mas este é o Planeta Mariah.

A sala fica mais fria e mais fria. Ainda estou esperando. Eventualmente, uma mulher imponente me leva para cima. “Mariah não responderá a perguntas pessoais”, diz ela. “Mas você pode perguntar qualquer coisa – qualquer coisa – para fazer com sua próxima turnê de Natal.”

Um gigante de segurança bloqueia meu caminho. “Sim, todas as coisas interessantes”, diz ele, sem ironia. Jesus. Acabei de voar de Londres para Los Angeles com algumas horas de antecedência para conhecer a grande Mariah Carey para falar sobre … sua turnê de Natal e nada mais. Não há tempo para discutir.

Eu sou levado para a sala de entrevista que parece ser um estúdio de cinema – operadores de câmera, produtores, maquiadores, almofadas de proteção. Mas eu não posso vê-los claramente. O quarto está escuro. No final está Carey, sentada como uma estátua de cera em seu trono.

Minha cadeira está em frente a ela, mas a uns três metros de distância. Se eu me inclinar para frente e esticar meu braço, ainda vou tocar no ar. Há uma onda de sussurros e atividade em pânico. Carey está infeliz. Eu sou retirado e depois voltei. Ela estava tão equilibrada – apenas em um novo trono para se sentar.

Carey, 48 anos, parece uma versão fabulosa de  Jessica Rabbit, mas gostaria de ter trazido minhas especificações. Eu posso ver um vestido vermelho apertado e pedras em abundância – dois enormes anéis de diamante de borboleta, colar de diamantes e pulseira. Até as sandálias dela estão brilhando.

“É ótimo que você esteja vindo do Reino Unido para entrevista sobre para a turnê de Natal.” Ela sorri graciosamente. “Obrrrrigggaada “, diz ela. “Estou tão animada, especialmente para ir a Grã-Bretanha na época do Natal, vai ser tão especial. Eu sinto que é um daqueles lugares que você gosta de estar durante as férias. Quer dizer, é ótimo o tempo todo, mas o período de férias é especialmente festivo. ”

‘Mantenha o assunto principal’. As ordens da sua equipe soam nos meus ouvidos. O que você vai trazer para o show de Natal? Estou levando tudo que posso para o Natal. É realmente sobre a música e estar com os fãs no Natal. Eu estou tentando literalmente espalhar bom ânimo para as pessoas que vêm para o show. “

Atrás de Carey, posso ver uma enorme árvore de Natal. É 1 de junho. À minha esquerda e à direita, seu time está de pé e ajoelhado, sombras sem rosto no escuro, garantindo que eu permaneça no assunto. Haverá renas no show? “Eu não posso responder sobre as renas. Eu definitivamente vou ter renas na minha casa no Natal.”

Silêncio.

Sua equipe me disse que, embora ela não seja pessoal, ela fica feliz em falar sobre ser uma mãe orgulhosa. Ela é mãe dos gêmeos de sete anos de idade, Monroe e Moroccan, com seu ex-marido, o ator e comediante Nick Cannon. As crianças gostam de Natal? “Eles amam o Natal. Eles conheceram o Papai Noel.” O que ele disse para eles?Ele disse para eles não falassem palavrões”

Silêncio.

Dois minutos depois, esgotamos o assunto Natal. Eu engulo em voz alta. Ela sorrir. Os gêmeos são como você?, eu pergunto. “Ambos têm características. Meu filho é um pouco mandão.” Ele herdou isso de você?Mandona Não no nível dele, não. Ele é um nível acima. Eu não sou tão mandona, honestamente. Eu tento ser legal. Eu tentooo”. Então seu tom muda. “Eu sei que todo mundo pensa que eu sou. Tanto faz. Eu não sei o que eles pensam. Eu não me importo.” Você acha que há muitos equívocos sobre você? “Sim, eu acho. Eu não sei e não quero saber. Se eu olhasse para todas as coisas que as pessoas dizem sobre mim, eu não poderia existir assim como estou, então eu prefiro apenas ver certas coisas. ”

Carey não é apenas a Rainha do Natal, ela é recordista do pop – a primeira estrela a ter seus primeiros cinco singles no topo das paradas americanas; a artista com mais semanas em 1° lugar na parada norte-americana (79 semanas em número 1); a única artista a ter três singles debutados direto em 1° lugar (Fantasy, One Sweet Day com Boyz II Men e Honey).  ‘One Sweet Day’ ficou mais tempo em 1° lugar do que qualquer outro single, 16 semanas no total. O Merry Christmas é o disco de Natal mais vendido de dos os tempos (15 milhões e continua vendendo bem), e seu alegre single All I Want for Christmas Is You é o single natalino mais vendido na era digital. Sua pirotecnia vocal inspirou uma geração de cantores a cantarem  (praticamente todas as cantoras em um show de talentos de TV imitam Mariah).

Ela nasceu no estado de Nova York, filha de uma mãe branca com descendência irlandesa e um pai afro-americano (que tem descendência venezuelana).  Patricia era uma cantora de ópera, Roy um engenheiro aeronáutico. Mas eles se divorciaram quando ela tinha três anos e sua mãe se esforçou para sobreviver. Eles se mudaram inúmeras vezes por causa do trabalho, o dinheiro estava em falta e a vida familiar era turbulenta. Sua irmã mais velha, Alison, desenvolveu com drogas, teve um filho aos 15 anos, virou garota de programa e tornou-se soropositiva.

Carey disse que cantou e escreveu canções desde cedo para escapar dos problemas da família. Aos 12 anos, ela trabalhava em estúdios como backing vocal. Aos 19 anos, ela foi descoberta pelo chefe da Sony, Tommy Mottola. Carey entrou em uma festa com a participação de executivos de gravadoras e entregou uma fita a Mottola. Ele ouviu isso a caminho de casa e correu de volta para encontrá-la. Mas ela já tinha ido embora da festa. Mottola passou duas semanas procurando a bela jovem com a voz poderosa. Ele a contratou e passou dois anos trabalhando com Carey em seu primeiro álbum, lançado em 1990; produziu quatro singles n º 1 nas paradas. Sua voz tinha um incrível alcance de cinco oitavas, a música muitas vezes atraente – projetada para garotas brancas. Em 1993, Carey e Mottola se casaram – ela tinha 23 anos, ele era 20 anos mais velho. A vida de Carey foi chamada de história da Cinderela. Quando ela e Mottola se separaram quatro anos depois, ela alegou que ele estava controlando  ela demais e comparou a sua vida de casado ao lado dele com a vida de um preso em uma cadeia de segurança máxima em Nova York, a casa foi batizada de ‘Sing, Sing’. Ele nega as acusações.

Eu pergunto se ela apoia o movimento #MeToo. “Lógico. Como eu não poderia fazer isso? Eu estou sempre ao lado das pessoas  que falam a verdade sobre elas”. Você já sofreu assédio sexual no ambiente de trabalho? “Sim. sofri.” Como você lidou com isso? “Como eu tento lidar com muitas coisas, transformando algo negativo em positivo. Mesmo que esteja apenas escapando de um momento estranho.” Eles foram apenas momentos ou algo mais sustentado? “Um pouco dos dois, mas eu definitivamente não quero falar sobre isso nessa entrevista, então não me odeie, querido!” A voz natural de Carey é bastante grave. Mas agora ela está falando parecido com a Marilyn Monroe.

#MeToo não é simplesmente sobre assédio sexual, é sobre expor homens controlados, eu digo. “Eu experimentei isso, sim”, diz ela com um sorriso apertado. Em seu primeiro casamento? “Outras ocasiões também. Mas isso teve menos impacto na minha vida do que estar em um relacionamento completamente controlador.” Isso fortaleceu você? “Sim, mas também me feriu. Quando você tem que controlar suas próprias emoções constantemente e estar ciente de cada movimento que você faz e praticamente pedir permissão para existir, isso afeta sua vida. ”

A separação com Mottola também marcou uma mudança musical. Ela se tornou mais aventureira, gravando com os rappers Jay-Z (Heartbreaker), Snoop Dogg (Say Somethin ‘) e Ol’ Dirty Bastard (Fantasy). O divórcio foi libertador? “Eu definitivamente estava mais livre. Mas isso começou um pouco antes. Fantasy com ODB aconteceu quando eu ainda estava nesse relacionamento. Havia muitas coisas que pareciam libertadoras, mas também era uma batalha por estar envolvida no negócio quando você está em um relacionamento ”.

Ela pode estar relutante em responder a perguntas sobre sua vida pessoal, mas não consegue evitar. Carey é por natureza uma faladora – emocionalmente letrada e aberta. Em abril, ela enfrentou suas próprias alegações quando sua ex-empresária Stella Bulochnikov, até recentemente uma amiga próxima, disse que estava processando Carey por quebra de contrato. Ela também alegou que a cantora a assediava sexualmente. Pergunto a Carey se ela quer comentar. Ela me olha incrédula. “Eu não posso falar sobre isso, mas acho que você pode ver na minha cara o que eu penso sobre isso.”

Pergunto a Carey que música ela mais gosta de ouvir. “Silêncio!” Ela diz. Ela começa a rir. Assim como as sombras. De repente, a sala está cheia de risadas vertiginosas. É uma boa brincadeira Este é a Carey que eu gosto – ácida, de língua afiada, direto. Ela faz uma pausa. “Não, estou só brincando. Você tem que escrever que eu estou apenas brincando. Hahahaha! ”Ou o que? “Ou eu vou te caçar.” Ela faz uma pausa. “Essa é uma letra de uma das minhas músicas.” Ela finalmente responde à pergunta. “Stevie Wonder é minha artista favorita de todos os tempos, e Aretha Franklin é uma das minhas cantoras favoritas de todos os tempos. Eu amo Prince, Michael Jackson.

Não surpreendentemente, seu relacionamento profissional com a Sony se deteriorou depois que ela e Mottola se divorciaram. Em 2001, ela assinou contrato com a Virgin Records100 milhões de dólares para fazer cinco álbuns. Mas o primeiro álbum, Glitter, foi um fracasso relativo (acompanhado por um filme desastroso) e o acordo rumores, o contrato foi encerrado, embora a Virgin tenha que pagar US $ 28 milhões para isso. Em 2005, ela retornou  ao mundo da música com um álbum enorme, The Emancipation of Mimi; o single We Belong Together foi o número 1 nos Estados Unidos por 14 semanas e foi nomeado como a canção da década pela Billboard. Desde então, sua carreira decaiu. Seu último álbum,.Me. I Am Mariah … The Elusive Chanteuse, lançado há quatro anos, fracassou comercialmente. Faz nove anos desde que ela teve um single  solo de sucesso. Sem dúvida, ela diria ao mundo que ainda é grande, é a indústria da música que ficou pequena. Ela corrigiu uma repórter que disse ter recebido US $ 12 milhões como jurada do American Idol em 2013 (que ela descreveu como a pior experiência de sua vida). A valor verdadeiro ela disse, foi de US $ 18 milhões. Carey tem  cerca de US $ 520 milhões em sua conta bancária.

É interessante que ela tenha mencionado Jackson e Prince como dois de seus heróis. Eles também lutaram para lidar com extrema fama. Dois meses atrás, Carey revelou que foi diagnosticada com transtorno bipolar há 17 anos e falou sobre sua luta contínua. Isso aconteceu três anos depois que uma ex-amiga disse ao Daily Mail que ela “vivia em uma bolha” e que “o maior subproduto da fama é que isso torna as pessoas quase bipolares”. Ela concorda? “Há um preço a pagar por viver uma vida pública. Você pode sentar lá e ir “Ai de mim, sou famoso!”, O que algumas pessoas fazem. Mas você meio que pediu por isso.”

Se ela pudesse rastrear as raízes de seu transtorno bipolar de volta para qualquer coisa, ela diz, seria uma crise de identidade na infância. “Foi uma combinação de ser biracial e experimentar o lado mais sombrio da vida. Minha mãe experimentou muito racismo como cantora de ópera porque era casada com um homem negro. Novamente, é impossível encapsular isso nesse cenário.” Ela me diz que está escrevendo suas memórias e tudo será revelado.

A própria família de sua mãe a deserdou por se casar com um homem negro. Como isso afetou sua mãe? “Ela era muito ativa no movimento pelos direitos civis. Ela marchou com Martin Luther King ”. Quando criança, muitas pessoas diziam que Carey era branco. Eu mencionei uma história que ela contou uma vez sobre uma amiga que foi à sua casa quando ela era uma menininha, encontrando seu pai e gritando. “Ela começou a chorar porque nunca tinha visto uma pessoa negra. Eu só lembro como isso impactou em mim.” Você queria ter uma pele mais escura?Claro! Mas o que eu posso fazer? Eu não posso ir no sol. Eu tive que passar por tanta coisa na minha infância apenas para me sentir aceita e sentir-me digna de existir na Terra, porque me senti diferente de todos os outros, porque eu era biracial”

Ela diz que sempre se esforçou para acreditar em si mesma. “Eu tenho baixa auto-estima.” Já houve um tempo em que você gostou de forma inequívoca? “Eu gosto de mim quando gravo uma música e ouço um pouco e me sinto bem com tudo sobre isso. Há uma sensação de realização no trabalho. ”

Em 2001, Carey fez uma memorável aparição improvisada no programa TRL da MTV. Ela apareceu, sem ser convidada, no show ao vivo com um carrinho de sorvetes, e chocou o anfitrião removendo seu top e entregando-o a ele. Logo depois disso, ela anunciou que teve um colapso e estava “sob tratamento psiquiátrico”. Foi quando ela foi diagnosticada pela primeira vez com transtorno bipolar. Muitas pessoas com problemas de saúde mental vão criar força quando ouvirem você falar sobre, eu digo. “Bem, esse é o objetivo.” Você estava preocupado em torná-lo público? “Eu não estava animado em ter que falar sobre esses detalhes da minha vida. Eu não fiquei emocionado. Mas, novamente, o que você está me dizendo sobre outras pessoas encontrando algum tipo de força é a coisa mais importante.” Por que você decidiu ir a público agora? “Eu queria ser mais livre para ser quem eu sou.”

Carey disse uma vez que depois de assinar seu primeiro contrato com a gravadora, ela não conseguia dormir por mais de duas horas. Foi por causa da pressão para ter sucesso? “Não”, ela diz – mais uma vez, isso remete à sua infância. “Eu sempre tive problemas de sono. Lembro-me de ter seis anos e não conseguir dormir. Sempre havia algo acontecendo em minha casa quando eu era pequeno, então nunca me senti seguro. Eu acho que isso começou aí”.

Entre as muitas pessoas com as quais ela parece ter se desentendido está sua irmã Alison, que reclamou que Carey não lhe deu apoio financeiro enquanto ela estava desesperadamente doente. Alison também afirma que o dinheiro que ela ganhou do trabalho sexual foi usado para subsidiar a família, e pagou pela roupa que Carey usava quando conheceu Mottola.

O que aconteceu com Alison quando adolescente a assustou?Absolutamente. Isso me transformou em uma pessoa muito cautelosa, e uma pessoa muito pudica em muitos níveis.” Ela se sente culpada por ter desfrutado de tal sucesso enquanto Alison lutava pela vida?Bem, eu não acho que é para eu me sentir culpada por decisões que outras pessoas fizeram com suas vidas. Eu faço tanto, privadamente, como qualquer um faria por pessoas que não me consideram muito, para dizer o mínimo. ”

A sua chefona está fazendo círculos de negação novamente. Então eu mudo de assunto. Carey disse uma vez: “Eu fui de um cara semi-psicótico para outro”. Você tem dedo ruim para homens?Oooooh… possivelmente. Isso poderia ser uma avaliação. Eu tenho que levar a culpa por isso. Quem tem sido o melhor homem em sua vida? Ela leva o tempo dela. “Eu tenho que dizer que é meu filho. Ele não é um homem ainda, mas ele será um dia. Tenho grandes esperanças sobre ele”.

Seu segundo marido, Nick Cannon, sugeriu que o romance de Carey com seu bailarino / coreógrafo de apoio Bryan Tanaka foi confeccionado para seu recente reality show. É um relacionamento real? “Sim”. Isso é amor? “Eu tenho tentado não falar sobre isso, e tudo que você faz é me empurrar mais e mais. E então você se pergunta por que tenho baixa auto-estima. Você não escuta a mínima que eu digo. Hehehehehe! ”Sua risada é sincera, mas a chefona está fazendo círculos.

Uma voz grita: “Última pergunta!” O que você acha de Donald Trump?

Mas ela não tem chance de responder. “Ok, terminamos”, diz a voz. “Muito obrigado Simon. Eu agradeço.”

Eu ando até Carey para agradecê-la. Mas a mulher imponente vem entre nós.

“Você não deveria pedir muito disso”, diz ela.

“É o meu trabalho”, eu respondo.

“Eu sei, mas estou confiando em você para contar isso corretamente.”

Bem, se eu não fizer, Mariah sempre pode me caçar, eu digo.

“Eu vou te caçar”, canta Carey baixinho para mim. E então, puff, ela desaparece na escuridão.

All I Want For Christmas is You de Mariah Carey, é que a sua turnê de Natal, chega ao Reino Unido em dezembro.

Fonte: The Guardian

Mal acabamos de entrar na metade do ano e Mariah Carey já anunciou as primeiras datas de sua bem sucedida  – que já virou evento anual obrigatório – turnê de Natal.

A cantora anunciou nas primeiras horas desta segunda-feira que levará a “All I Want For Christmas Is You” novamente para a Europa no início de dezembro. Isso se deve ao grande sucesso que ela obteve no ano passado, com apenas três apresentações lotadas, sendo duas na Inglaterra e uma na França (além, claro, dos shows nos Estados Unidos).

“Preparem-se para festejar, Lambs! Minha turnê “All I Want For Christmas Is You” chegará na Europa em dezembro!!”, disse Mariah em seu perfil oficial no Twitter.

Os ingressos serão postos à venda no dia 08 de Junho, próxima sexta-feira, através do site LiveNation.com. Membros do fã clube oficial de Mariah poderão efetuar a compra amanhã, 05 de junho, no site MariahCarey.com/tour.

Vale lembrar que por conta de um problema de saúde, Mariah precisou cancelar oito apresentações no ano passado, todas elas na América do Norte. Provavelmente nos próximos dias, a Diva deve divulgar novos shows, inclusive nos EUA.

Confira abaixo as primeiras datas:

Stavangerm, Noruega – 01/12

Gothenburg, Suécia – 03/12

Copenhague, Dinamarca – 04/12

Berlim, Alemanha – 05/12

Paris, França – 07/12

Nottingham, Reino Unido – 09/12

Leeds, Reino Unido – 10/12

Londres, Reino Unido – 11/12

Amsterdã, Países Baixos – 13/12

Bruxelas, Bélgica – 14/12

 

A assessoria de Mariah Carey desmentiu a nota do PageSix, de que as vendas para o seu novo concerto em Las Vegas, batizado de “Butterfly Returns”, estariam fracas.

“Essas alegações são falsas e vêm de uma fonte que deve estar desesperada para fingir que está no conhecimento dos bastidores. . . Estamos ansiosos para vê-lo no show de Vegas – se você conseguir um lugar, é claro! ”

A assessora da cantora também negou quaisquer problemas de fluxo de caixa quando foi relatado recentemente que Carey havia vendido seu anel de noivado de diamante da James Packer por US $ 2,1 milhões.

A Live Nation também insiste que está “muito satisfeita com a venda de ingressos para os concertos de Mariah”.

Fonte: PageSix

A Billboard listou as melhores músicas de 1998 e Mariah Carey figura na 26ª posição com o hino “Breakdown”, do álbum Butterfly, lançado em 1997. Confira abaixo:

26. Mariah Carey feat. Bone Thugs n Harmony, “Breakdown” (#53, Radio Songs)

A linda balada que começa suavemente para depois explodir e planar nas asas dos corações partidos ou do tesão desesperado, isso não é novidade. O que torna “Breakdown” especial é o quão perfeitamente as letras descrevem esse arco, e que Mariah Carey canta isso. Ela desdobra o conto: “You called yesterday to basically say/ That you care for me but that you’re just not in love”. Droga. Conhecendo seus ângulos, Mariah diz a esse homem que, na verdade, ela está se sentindo da mesma maneira, apesar de estar “fingindo”, que “gradualmente [ela] está morrendo por dentro”.

Enquanto enfia o maior número possível de palavras no refrão, ela enuncia as particularidades de seu disfarce. “Better get control”, Krayzie Bone e Wish Bone atuam como backing vocals nas partes principais de Mariah, e ela poderia ter escolhido rappers que estão mais no controle de seus vocais do que os membros de Bone Thugs? Ela deixa a máscara cair no minuto 3:10, harmonizando sobre os acordes do refrão intocado. “How do I feel? I’m losing my mind”, ela lamenta. E se você não tiver arrepios a essa altura, o que você poderia saber sobre a vida, a perda, o R&B?

Para conferir a lista completa, clique AQUI.

 

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.