Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Notícias

Roger Friedman, redator do ShowBizz411 escreveu uma carta aberta para Stella Bulochnikov em sua  famosa coluna de fofoca:

“A empresária de Mariah Carey, Stella SeiláComoElaSeChama, está me atacando na nova edição da In Touch Weekly. Estou tão emocionado e honrado. Stella, uma russa doida que está transformando a vida de Mariah em um teatro vivo, disse ao tabloide de barato que ela tem vontade de ‘me matar’ (estamos vivendo em Game Of Thrones?). E também disse que sou uma pessoa ‘digna de pena’, nossa isto é muito triste!

Stella disse: Se eu pudesse matar Roger Friedman, eu faria isto. Mas a sua coluna é tão estúpida e mentirosa”, e ela ainda continuou explicando: “É ele que está plantando esta notícia falsa sobre ela sair da gravadora”.

Eu disse que a Epic Records está pensando em demitir a Mariah porque ela obrigou a eles a lançaram a música ‘I Don’t’, mesmo eles não querendo lançá-la. A música sumiu dos charts mais rápido que o projeto de Lei do Donald Trump contra os imigrantes. Já era! Stella disse também: “Curiosamente, no dia que saiu esta notícia fantasiosa na coluna dele, a Epic lançou a música oficialmente nas rádios”, ela disse. (O single foi lançado digitalmente no dia 3 de fevereiro, a coluna de Friedman saiu no dia 28 de fevereiro, no mesmo dia que a música foi lançada nas rádios).

Enfim, o que ocorre? ‘I Don’t’ não está nenhum chart do MediaBase, não está sendo executada em nenhuma rádio. Eu fico realmente triste, porque eu gosto de verdade da Mariah. Nós somos amigos há anos. Ela precisa de uma equipe de verdade, de uma empresário de verdade e  de uma direção. Mariah tem quase 50 anos e está gravando músicas com o Busta Rhymes e o DJ Khaled, isto é um erro, francamente. Ela tem uma voz incrível. Esta é a hora de mostrá-la para um público mais adulto. Chame o Randy Jackson de volta para o comando e faça o seu trem não sair do trilho, MC!

Stella, se você encontrar algumas estações de rádios que estão tocando ‘I Don’t’, por favor, me envie por e-mail para: showbiz411@gmail.com.

Depois, deem uma olhada na foto fofa que a Mariah postou com seus gêmeos no Instagram celebrando o Dia Internacional das Mulheres.”

A empresária de Mariah Carey, Stella Bulochnikov, contou a In Touch Magazine desta semana que as declarações de Roger Friedman, editor da Showbizz411, de que Mimi pode sair da Epic Records, são completamente falsas.

No dia 28 de fevereiro, Roger Friedman relatou que L.A. Reid, presidente da Epic Records, estaria considerando demitir Mariah Carey do selo porque o seu novo single, ‘I Don’t’, não fez o sucesso esperado.
“Se eu pudesse matar Roger Friedman, eu faria isto. Mas a sua coluna é tão estúpida e mentirosa”, disse Stella, e prontamente explicou o fato, “É ele que está plantando esta notícia falsa sobre ela sair da gravadora”.

“Curiosamente, no dia que saiu esta notícia fantasiosa na coluna dele, a Epic lançou a música oficialmente nas rádios”, ela disse. (O single foi lançado digitalmente no dia 3 de fevereiro, a coluna de Friedman saiu no dia 28 de fevereiro, no mesmo dia que a música foi lançada nas rádios).

Stella acrescenta que Mariah está gravando novas músicas com o Busta Rhymes e DJ Khaled, e ambas serão lançadas pela Epic Records. “Eu e Mariah rimos desta notícia! Roger é um homem desnecessário, sinto pena dele”, ela explicou.

Fonte: In Touch Magazine

Mariah Carey estava plena pelo caos quando entrou em sua casa bem isolada em Beverly Hills. Uma sala de estar muito bem decorada foi transformada em uma sala de reunião onde a cantora sentou em uma cadeira de pelúcia, usando o seu anel de borboleta (de diamante) enquanto a sua equipe estava ao seu redor.

A cantora e compositora de 46 está acostumada a conviver assim, tendo passado uma parte do ano passado sendo filmada 24 horas para o ‘Mariah’s World’, a sua série documental que mostrou o porque o seu sucesso se estende por quase três décadas – e ela não liga muito para isto.
Mas toda agitação não é para um show ou para um novo vídeo musical. Em vez disso, a estrela está fazendo uma coletiva de imprensa para promover a sua nova turnê nos Estados Unidos, a última etapa de sua residência em Las Vegas, e o lançamento de “I Don’t”, seu primeiro single em dois anos.

Esta é a primeira vez que ela fala com repórteres desde o acidente técnico que aconteceu em sua apresentação durante a véspera de Ano Novo, um momento que se tornou viral e causou muito transtorno para cantora durante os primeiros dias do ano. Depois que Mariah ficou pronta, a imprensa foi convidada para entrar na sala e conversar com a diva.
Sua apresentação durante o Ano Novo se tornou muito controversa. O que realmente aconteceu?

Tudo estava uma verdadeira zona. Eu não conseguia ouvir a música, então não podia cantá-la. Os monitores com o GC não estava funcionando corretamente, e certamente se o microfone estivesse desligado, eu não podia fazê-lo funcionar. Eu não sou técnica. Eu não posso sentar na mesa de som e descobrir como se faz o trabalho dos outros, e ao mesmo tempo estar no palco cantando. Alguém deveria ter ido até o palco me ajudar e eles deveriam ter cortado para o comercial. Mas não, eles ficaram lá parados e deixaram aquele absurdo acontecer.

Você precisa se ouvir para poder cantar corretamente. Se isto não funcionar, então a única coisa que você pode ouvir é o público local, e eles ouvem o áudio com atraso. E então, se eles ouvem o áudio com alguns segundos de atraso, eu também ouço sem o ponto. Da minha perspectiva eu não podia fazer nada, não havia nada o que eu podia fazer naquele momento. E não tinha ninguém da produção do evento para me ajudar.
Sempre houve um grande número de críticas em relação a você, e você sempre teve que dar um passo em falso no palco, enquanto isto, os outros artistas são abraçados por seus erros. Por quê?

Eu não quero soar como – citando uma música minha – a maior festa de lágrimas do ano. Eu gostaria de saber o porque disso também. Eu tenho algumas teorias, mas não tenho certeza se todo mundo iria entender. Eu acho que para algumas pessoas eu sou pessoa nebulosa – ambígua, e eles não sabem como me categorizar, e isto assusta algumas pessoas. É o que eu sinto. É como se eu fosse algo fora do comum, como se tivesse algo que ninguém tivesse. Então, novamente, quando você olha para os outros artistas, eles fazem o que querem – e se eu acrescentar mais duas palavras diferentes em meu discurso, eu sou criticada. Mas quando se trata da mim, “Oh querida, isto não é permitido”. Talvez seja muito difícil me dar uma pausa, mas para outras pessoas não.
Os tabloides estão obcecados com a sua vida pessoal, você dificilmente fala algo. Seu novo single ‘I Don’t’, é sobre o seu casamento que foi cancelado? O que você fez para ter uma abordagem mais pessoal?

Bem, tecnicamente eu não falei nada ainda. Eles, as pessoas, não sabem para quem eu escrevi esta música. Podemos dar voltar lá trás e falar como um todo nas minhas músicas . Algumas são sobre coisas fictícias e outras são sobre situações da vida real, isto depende do álbum que estou fazendo no momento. Eu já fiz várias outras canções tristes, outras sobre amores bem sucedidos, e até mesmo músicas natalinas – canções como “Honey”, são algo do meu pequeno mundo particular – com esta abordagem subliminar. Eu escrevi esta música (I Don’t) com uma compositora chamada Crystal Nicole. Nós já tínhamos trabalhado juntas em ‘Touch My Body’, e eu gosto de trabalhar com ela, porque é legal as vezes compor com outra mulher. Eu gosto de colaborar com outras pessoas. Estávamos lá sentadas e escrevendo e eu estava dizendo coisas inconscientemente. Eu não acho que quando estávamos escrevendo tudo já estava acabado. Então foi isto foi definitivamente inspirado na minha vida, assim como a maioria das músicas que eu escrevo são.

E aquele vestido que você queima no vídeo… Era realmente o vestido que você usaria em seu casamento?

Aquele era um vestido de uma loja de noivas… Não era o vestido que eu ia usar no meu casamento.

Você já começou a trabalhar em um novo álbum?

Para mim, eu estou fazendo música por música. Eu tenho outra música com uma pessoa que eu gosto muito e estou muito animada para lançá-la, mas eu ainda não posso falar muito sobre. Eu não posso dizer quem é, mas já colaboramos antes. Eu realmente amei estava nova música. Eu sinto que hoje em dia as pessoas estão mais preocupadas em lançar singles do que álbuns, eu nunca tinha olhado para esta perspectiva, eu sempre bem em lançar álbuns.

Mas eu não posso mais ficar sem ir para o estúdio. Eu cresci dentro do estúdio, e eu amo muito isto. Eu gravei a minha primeira fita demo quando eu tinha 12 anos de idade. Na época, eu estava gravando como uma backing vocal de amigo do filho da minha mãe. Eu simplesmente amei isto. Eu estava em turnê, longe dos estúdios, mas foi tão refrescante voltar. O que eu gostaria de fazer é ir para algum local tropical e começar a trabalhar em um álbum. Mas eu não me importo em agora estar gravando músicas com pessoas diferentes, porque eu sinto que isto é algo inspirador.

Você vai sair em turnê com o Lionel Richie neste verão. Isto é realmente algo bem diferente!

É uma surpresa, eu sei. Mas aqui está a questão, ele é uma lenda, ele tem feito isto antes mesmo de eu nascer, e eu realmente tenho muito respeito por ele. Tivemos uma conversa sobre isto. É interessante porque eu terei o meu set no meio de seu show. Vou fazer um show de uma hora. Eu sei que vou cantar os meus grandes hits, mas eu quero também cantar algumas canções que são as favoritas dos meus fãs. As canções mais obscuras do meu catálogo que somente os meus fãs verdadeiros conhecem e querem ouvir.

Este ano, o seu aclamado álbum “Butterfly” completa 20 anos. Você o batizou de ‘sua grande obra de arte’, você tem planos para celebrar este acontecimento?

Eu vou tratar isto como o meu aniversário, porque eu também estarei chegando aos 20 anos neste ano. Este álbum foi a minha verdadeira ‘Emancipação’ – que foi quando eu pude ser livre para voar sozinha. Foi a primeira vez em que eu pude fazer um clipe do jeito que realmente gostava, o vídeo de ‘Honey’. Foi realmente uma experiência libertadora. Foi a primeira vez na minha vida em que eu tive um momento feliz gravando um clipe E o álbum em si, eu coloquei tudo de mim nele. Eu realmente ainda amo demais este disco. E definitivamente vou tentar fazer algo especial para os meus fãs no aniversário dele.

E para terminar a entrevista, qual é o seu pecado favorito?

Netflix. Agora eu estou viciada em “Revenge”, mas eu nunca vou deixar de adorar “Scandal”, eu ainda sou uma Gladiator. Eu não serei critica em dizer sobre o que eu acho do programa em si, mas eu gosto de coisas eu possa assistir em um curto prazo. Eu não posso assistir outra série até terminar com estas duas. Mesmo que algumas pessoas que estão aqui hoje achem que eu sou uma louca.

Fonte: Los Angeles Times

Remy Ma ainda não terminou os insultos para Nicki Minaj, dias depois de lançar a faixa “ShETHER”, a rapper voltou com tudo em outra música chamada “Another One”. Esta nova música contém a voz de Mariah Carey logo nos minutos iniciais.

Confira ao áudio abaixo:

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.