Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Notícias

Mariah postou em suas contas nas redes sociais uma foto celebrando o ‘Dia das Mães’ ao lado de seus filhos, Roc e Roe (também conhecidos como DemBabies) e de seu marido, o apresentador de TV, Nick Cannon.

Confira a imagem abaixo:

10372231_10152402512137766_1956983216449444370_n

Há uma hora, o novo single de Mariah Carey, ‘Thirsty’ (Feat.Rich Homie Qua), teve sua primeira execução na rádio Power 105.1, no programa The Breakfast Club apresentado pelo DJ Envy.

A música é o lead single do novo de Mimi, Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse, que será lançado mundialmente no dia 27 deste mês.

EM TEMPO: A música será lançada em breve no iTunes 😀

Ouça a música abaixo:

  • Ouça abaixo a música na versão do álbum, sem o rap:

MC_WMA

Mariah Carey irá abrir o World Music Awards desse ano, além de receber o Pop Icon Award na edição de 2014 da premiação. A cantora vendeu mais de 200 milhões de discos e é a artista que tem mais singles em primeiro lugar nos EUA.

A premiação acontece no dia 27 de Maio de 2014, mesmo dia do lançamento de Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse, novo álbum de Mariah Carey.

Foi exatamente nos primeiros minutos do dia 1º de Maio que Mariah Carey anunciou a pré-venda do seu tão aguardado 14º álbum de estúdio. A espera de 5 anos por um álbum novo, sem contar o lançamento do álbum natalino Merry Christmas Is You de 2010 estava terminada. Apesar da demora em anunciar o título, lista de músicas e capa do álbum, Mariah fez bonito em anunciar tudo de uma vez. O que a maioria não esperava era o adiamento do lançamento, antes para o dia 06 de Maio, para o dia 27 do mesmo mês. Outra surpresa foi a inclusão de duas músicas do projeto Angels Advocate (versão de remixes do álbum Memoirs of an Imperfect Angel) que foi engavetado em 2010, mas parece que nem todos os fãs gostaram dessa inclusão! Mariah esteve em estúdio desde 2010, dividindo o seu tempo entre dois projetos de estúdio e sua vida pessoal. Com a gravidez e um segundo álbum natalino lançado ao final da década passada, ela se viu ainda mais entregue às suas emoções, mas foi após o nascimento dos #DemBabies em 2011 que ela realmente pode focar no projeto de inéditas. Pouco mais de um ano depois ela voltou ao cenário musical ao som de Triumphant (Get ‘Em) com os rappers Rick Ross e Mike Mill, porém a recepção do público não foi nada tão triunfante. Projeto engavetado, reformulado, mudanças na equipe, tudo diferente! Mariah confirmou sua participação no American Idol e após interpretar Almost Home para o filme Oz: Mágico e Poderoso de forma promocional, o sucesso #Beautiful com a colaboração do cantor Miguel foi o pontapé inicia para a chamada nova era que viria com o lançamento do álbum em Junho de 2013. Infelizmente o projeto foi adiado depois do término do American Idol, das complicações físicas de Mariah devido à uma queda de uma plataforma na gravação do clipe de #Beautiful (Remix), além do perfeccionismo dela ao produzir faixa por faixa. Ao final do ano, com seu novo empresário, produtor e amigo de longa data, Jermaine Dupri, lançou de forma promocional via Facebook a música The Art of Letting Go que daria título ao álbum, mas o natal veio, o ano novo também e apenas a promessa de um single para o dia de São Valentim nos EUA, já o álbum, apenas a previsão de um lançamento na primavera de 2014. Em fevereiro último, Mimi lançou o single You’re Mine (Eternal), promoveu a faixa na MTV, em diversas rádios, mas com apenas uma performance na TV e pouca divulgação, o single não conseguiu subir no principal chart que é a Billboard Hot 100 nos EUA, porém tornou-se o 17º #1 da Mariah no chart dance! Veio abril com uma série de rumores para o tão aguardado álbum, entrevistas para diversos mercados mundiais, até que na madrugada de 1º de Maio o grande anúncio foi dado, a pré-venda das versões padrão e de luxo do álbum foram liberadas no iTunes e um vídeo explicativo do título do álbum mexeu e muito com os fãs da cantora que assumiu o adjetivo “indescritível”:

Na capa de trás desse álbum tem um tesouro pessoal. Esse é o meu primeiro e único auto retrato. Eu o desenhei quando tinha três anos e meio. Eu coloquei o intitulei Me. I am Mariah (Eu. Eu sou Mariah)!  Por favor, não me julguem por um título tão simples e direto, qual é? Eu só tinha três anos e meio! Esse desenho foi uma visualização criativa de como eu me via com a pureza do coração de uma criança antes de alguém parti-lo. Eu o mantive guardado por muito tempo, porque ele é um reflexo de algumas das coisas que me fizeram ser quem eu sou hoje. Eu decidi compartilhá-lo com aqueles que realmente se importam e têm estado aqui por mim. Apesar de tudo, eu sempre me conheci. Eu sou Mariah! Ao longo do caminho houveram alguns apelidos e a incorporação de personagens e, agora eles têm me chamado de ‘A Cantora Indescritível’. Eu gostei!

MC_cover     MC_cover2

Depois disso, anúncios imensos na Times Square, mais entrevistas (anteriormente gravadas) veiculadas em alguns países e nos Estados Unidos e a confirmação de um mini show no Today Show da NBC renderam quase 5.000 cópias vendidas de seu novo álbum na Terra das Oportunidades (EUA). Elogios e holofotes não faltam para Carey nas últimas semanas tanto que a Time considerou o título do álbum o melhor de todos os tempos, já a Rolling Stones acredita num retorno memorável e considera o álbum um dos mais esperados para 2014, mas de qualquer forma é preciso esperar o lançamento do álbum para que críticas mais concisas sejam feitas. Após uma entrevista ao David Letterman, as últimas da Mariah são resumidas em não lançar nenhum single antes do dia 27 de Maio (lançamento e final da pré-venda para os EUA), querer que os seus fãs escutem o álbum por inteiro, fora que ela acrescentou America The Beautiful como faixa bônus na versão japonesa do álbum e mais, ela admitiu ter usado o mesmo microfone que usou para gravar os álbuns Mariah Carey (1990)e Emotions (1991)! Ok, Mariah! Por enquanto nenhum prévia de músicas nem sinal de single e, realmente ela está no controle desta vez. Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse é o último álbum pela Def Jam Recordings, talvez haja uma mudança ao final da prometida turnê mundial, mas o melhor de tudo é ver que ela realmente é indescritível.   Continua…

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.