Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Notícias

MC_YM_Cvr_FNL

Parece que o efeito da pré-venda do novo cd da Mariah Carey, ‘Me. I Am Mariah‘ está fazendo bem aos lançamentos anteriores de Mariah Carey. You’re Mine (Eternal) retornou aos charts japoneses na última semana.

Confira abaixo:

Billboard Japan

Adult contemporary airplay
#85 RE (Eternal) You are Mine

mariah-carey-miguel-beautiful

Depois de um ano de seu lançamento, a canção #Beautiful, com participação de Miguel, ganhou o certificado de platina na Nova Zelândia.

A música ultrapassou a marca de 15 mil cópias vendidas no país. Ano passado a música já havia recebido o certificado de ouro, logo após o seu lançamento.

meiamtarget

O novo álbum de Mariah Carey,“Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse”, será lançado com exclusividade na rede de lojas Target com uma nova capa e um novo cover adicional (ambos usados na versão Japonesa)

Confira abaixo:

1. Cry.
2. Faded
3. Dedicated Ft. Nas
4. #Beautiful Ft. Miguel
5. Thirsty
6. Make It Look Good
7. You’re Mine (Eternal)
8. You Don’t Know What To Do Ft. Wale
9. Supernatural
10. Meteorite
11. Camouflage
12. Money ($ * / …) Ft. Fabolous
13. One More Try
14. Heavenly (No Ways Tired/ Can’t Give Up Now)
15. It’s A Wrap (Ft. Mary J Blige)
16. Betcha Gon’ Know (Ft. R. Kelly)
17. The Art Of Letting Go
18. America The Beautiful (Target Exclusive)

Lista de últimas coisas para fazer antes de morrer? Eu só tenho uma lista de champanhes, querida!

notebook-cov

Confira os scans da revista em nossa GALERIA!

Cantar é seu nome, é o único caminho. Poderosa Mariah Carey, aos 44 anos, fala sobre o que resta fazer, maternidade, pose de diva e sobre o marido excessivamente falador…

Nós temos algumas notícias controversas. Vocês estão prontos? Mariah Carey não é uma diva. Verdade. Claro, ela nos manteve esperando por três horas e meia para encontrá-la em uma suíte de hotel de Nova York, mas imediatamente a perdoamos, porque ela é instantaneamente incrível. Ela é adequadamente Mariah glamour com saltos graves e um mega cabelão seco. Mas ela parece refrescantemente normal, ao mesmo tempo, com um corpão impressionante – já que ela deu à luz aos gêmeos Moroccan e Monroe há dois anos – mas não inatingível. E enquanto há flores, velas e Prosecco, nenhuma diferença de qualquer outra sala de hotel de luxo, e Mariah está cambaleando em torno de si certificando-se de que todo mundo está feliz, alimentado e hidratado.

A cantora de 44 anos é uma das melhores vendedoras dentre as artistas femininas de todos os tempos, mas também é “autodepreciativa” e engraçada – na verdade ela coloca-se massivamente pra cima. ‘Eu estou um pouco decepcionada das pessoas não aderirem aos meus desejos mais uma vez’, ela mente reclamando, sobre coisas ainda não estarem prontas para o seu novo álbum.

Ela também faz um espalhafato da escritora que está com o bebê na barriga. Ela me serve cerveja de gengibre em um copo de vinho para que eu não me sinta deixado de lado, pede lanches, me dá uma rosa e fala para seu motorista me levar pra casa. É tudo o que posso fazer para transformar a entrevista de volta para ela uma vez que discutimos como estou me sentindo, e nomes do bebê – a minha escolha tem o selo de Mariah de aprovação.

Nós temos um milhão de perguntas para a Mariah, mas ela transita livre, indo do seu novo álbum, para as crianças, até como o marido Nick Cannon fala demais…

Notebook Magazine: Então você é Mariah Carey, superestrela global. Mas, por favor, conte-nos, você ainda tem dificuldades em administrar tudo, agora com gêmeos?

Mariah: Eu tenho um pequeno estúdio no meu apartamento – e eu realmente quis dizer pequeno, é o dobro da academia, eu poderia ficar na esteira enquanto trabalho. Mas eu posso trabalhar em casa e ir pra cima ver meus filhos sempre, eu gosto da área de brincar deles – que é muito maior que o meu estúdio! Então, é um grande luxo. Eu tenho uma casa nas Bahamas e eu queria ser capaz de apenas cantar e dormir para fazer o meu álbum, então os bebês vieram comigo. Foi ótimo ter babás lá. Meu guarda de segurança mesmo quem os ensinou a nadar.

Notebook Magazine: Houve um buchicho recentemente sobre os comentários que você fez sobre as babás [demiti-las quando elas tentam tornar-se mais importante na vida das crianças] …

Mariah: Eu respeito qualquer uma que estiver disposta a ajudá-la a cuidar de seus filhos, elas devem tornar-se parte de sua família. Mas elas não são a mãe. É tudo o que eu quis dizer. Deviam ter colocado um ”lol” e um rosto sorridente ao lado dele. Meu marido fala muito e esse é o problema dele, mas eu sou uma pessoa mais reservada e ele é muito diferente de mim para fazer uma observação espontânea.

Notebook Magazine: Então eles estão protegidos né?

Mariah: Cada pedacinho da contagem da vida de uma criança, cada lembrança, cada momento. Eu nunca poderei ter este tempo de volta. Mas é um luxo poder ter alguém lá. Eu não sei como as pessoas fazem isso – eu estava amamentando em tandem. Eu fiz tudo que podia, mas eu não poderia ter feito isso sem a ajuda extra. Sou grata. Eu tenho duas pessoas que ajudam muito.

Notebook Magazine: Você teve uma gravidez muito difícil, não é mesmo?

Mariah: Eu tive pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, tudo. Tantos gêmeos nascem prematuros e eu fiz o meu melhor para mantê-los em gestação durante o tempo que eu pude. Eu disse às 33 semanas que eles me induziriam, mas eu pensei, ‘Eu não vou sair do hospital sem meus bebês’, eu prefiro ficar em casa e ficar grávida, então eles me colocaram em repouso no leito bem cedo. Eram bebês grandes, em torno de 3kg. Eu não queria nenhum espelho na minha casa. Quando você está em casa sendo uma mãe, nós gostamos de pensar que ainda há o mesmo nível de glamour… Ou será que é o treino estranho de viver dessa maneira? Estou sempre de moletom. Mas posso usar um super salto alto com eles … Um chinelo com um sopro. Eu tenho muita diversão com a senhorita Monroe, como eu chamo a minha filha, e ela é – mesmo que nós não gostemos de usar esta palavra – uma diva nata, querida. Ela anda com meus saltos, ela está no meu armário de lingerie. Ela me venceu por uma milha.

Notebook Magazine: Conte-nos sobre o novo álbum…

Mariah: Pra eu expressar o que vem acontecendo nos últimos três anos, esta é o mais longo tempo que eu não tive um álbum. Houve muita coisa acontecendo, é como se eu fosse uma pessoa totalmente diferente. Sabemos que é difícil, pois uma mulher nesse negócio para ser levada a sério – especialmente quando você brinca com sua imagem tanto como eu tenho feito. Porque não é grave e é apenas para rir. Mas quando se trata da minha música que eu sou muito séria sobre a maneira que eu estou apresentando isso, é um corpo de trabalho para os meus fãs.

Notebook Magazine: Então, como a vida mudou?

Mariah: Bem, quando eu projetei o meu apartamento era tudo sobre mim – eu era solteira, querida. Agora, isso não é tudo sobre mim mais. Eu não posso simplesmente pegar e ir quando eu sentir sentir que devo. É uma grande logística para trazer a família comigo. Nick trabalha muito e tem as coisas que ele faz (Nick é ator, comediante, apresentador de rádio e TV e filantropo).

Notebook Magazine: Nick tem tido problemas com você ultimamente, nós imaginamos, já que ele está dizendo ao mundo sobre seus relacionamentos passados​​…

Mariah: Ele acha que, porque ele é um comediante ele pode dizer qualquer coisa. Eu nem sempre cuido dele muito no momento, eu não acho necessário. Mas, você sabe, é o que é. Nas palavras do falecido grande Bette Davis… ‘Ah, os homens’.

Notebook Magazine: Kim Kardashian estava em sua “lista”. Mas ele disse que nem sabia quem era ela … Você sabia?

Mariah: Claro! Acho que ele queria dizer que eu não assisto reality de TV. E eu acho que ele estava recuando por conta das coisas que ele tinha dito.

Notebook Magazine: Qual foi a coisa mais louca que você já leu sobre si mesma?

Mariah: Existem tantas. Como eu ter pedidos dos filhotes em todos os lugares que eu vou – que não é a melhor coisa a dizer na Inglaterra, você tem um outro significado para cachorros? Mas você sabe o que quero dizer.

Notebook Magazine: Então, uma das crianças vai segui-la para o “negócio”?

Mariah: É impressionante ouvir a minha filha cantar e cantar com ela, ela é natural. Eu sinto que estou me gabando, mas ambos são colaboradores em uma canção chamada Supernatural no álbum. Eu escrevi sobre eles e para eles. E ela sopra minha mente com a atenção que eles têm quando estamos gravando. Eu acho que é porque eu não deixo eles ficarem no iPad durante todo o dia, eu sou rigorosa com isso. Monroe, se eu colocá-la no palco, não quer sair, e eu notei que ela quer cantar uma música do jeito dela. Ela está tomando o controle criativo. Roc é um cara verdadeiro, ele vai estar lá em seu pijama e se deitar ao meu lado e assistir a um filme inteiro – ele saberá o diálogo, saberá qual a cena que vem a seguir, ambos estão a par de tudo.

Notebook Magazine: Será que eles sabem que a mamãe é uma superestrela global?

Mariah: Bem, eu não me vejo dessa forma. Eles conhecem as minhas músicas, eles ficam: ‘é a mamãe!’. Eu tive um iPad em torno da minha barriga assim que ouvi a música no útero – até minha barriga ficou tão grande que não iria lá caber em torno de mais. Percebo ter respondido a algumas dessas canções.

Notebook Magazine: Como você os mantém normais?

Mariah: Eu quero protegê-los. Eu não sei como eles vão se sentir quando eles envelhecerem. Eles estão muito protegidos quando estão em torno de pessoas, mas eles interagem com as crianças dos meus amigos – recentemente tivemos uma data do jogo com Alicia Keys e seu filho Egypt.

Notebook Magazine: Você é famosa por 25 anos, o que mais resta conseguir? O que está em sua lista de coisas para fazer antes de morrer?

Mariah: Eu nem sequer reconheço os anos. Eu só sei que é mais de metade da minha vida. Eu nunca teria uma lista de coisas para fazer antes de morrer, querida! A lista de quantos champanhes, talvez. Definitivamente mais filmes. Há algo pronto que eu estou cheia de emoção. É algo haver com o Natal, e isso é tudo que eu vou dizer… Na verdade, “cheia de emoção” não é muito glamoroso. O que estou fazendo? Estou emanando emoção aqui!

Via Notebook Magazine

Entrevistada por Lara Kilner

Fotos: George Holz

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.