Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Always By My Baby

Quem está pronto para voltar no tempo e cantar ‘Me and Mariah go back like babies with pacifiers’?

Há 20 anos, Mariah Carey lançou seu quinto álbum de estúdio, o Daydream, que obteve excelentes críticas e dominou o topo das paradas de sucesso por muito tempo. Na época de seu lançamento, os críticos avalariam o álbum como incrível, além de ter enaltecido o crescimento celestial de Mariah como compositora e cantora. O aclamado (e
roubado/injustiçado no Grammy) tornou-se um álbum de muito sucesso , debutando direto em primeiro lugar no mundo inteiro, sendo a maior estréia de uma cantora na época, e marcando ainda mais a imagem de Mariah Carey como uma grande diva.

daydream-japancdalbumfront

Embora existam muitas razões pelas quais deveríamos voltar ao passado e mergulhar naquela Mariah do ‘Daydream’ mais uma vez, Philly Mixtape conseguiu resumir em 5 motivos, sem dúvida alguma você vai ficar cantando “shooby-doo-doo-doo-doo-doo” como uma dia o dia inteiro.

1. Todos aqueles singles que chegaram ao 1° lugar das paradas:

Sempre que pensamos no ‘Daydream’, vem em nossas mentes uma coisa, todos aqueles divinos singles extraídos dele chegaram consecutivamente ao 1° lugar do Hot 100. Primeiro foi o single ‘Fantasy’, seguido pela incrível colaboração com os Boyz II Men, ‘One Sweet Day’ e a eterna canção atemporal, ‘Always Be My Baby’. Todos os 3 singles são provavelmente os melhores lançados por Mariah nos anos 90, e arrisco dizer que são os melhores singles lançados em toda sua carreira.

O pontapé inicial do Daydream foi perfeito com ‘Fantasy’, que possuía samples do clássico “Genius of Love” do Tom Tom Club, este casamento foi um resultado maravilhoso. Todas aquelas notas altas que atinge na música, você e nem ninguém conseguirão atingir algum dia na vida, além de ter um vídeo incrível dirigido pela própria Mariah, ‘Fantasy’ vai morar por uma eternidade na história da música pop.

Mais o principal fator que veio criar tendências seguidas até hoje no mercado fonográfico foi o remix ‘Fantasy’. O remix da música empurrou de vez Mariah para o mercado da música urbana, onde ela fez o casamento perfeito da música pop com hip-hop e r&b, tornando-se a verdadeira diva e rainha das colaborações, uma tendência que só cresceu nos últimos anos no cenário musical e foi fortemente seguido e copiado por Ashanti e J.Lo, que tentaram fazer dinheiro gravando músicas com Fat Joe e Ja Rule.

O segundo single foi ‘One Sweet Day’ com os Boyz II Men, que é um grande clássico, levando-nos a uma viagem musical, onde Mariah e os Boyz II Men falam sobre a perda de um ente querido. Com o tema muito atemporal, a música foi eleta como a maior colaboração de todos os tempos pela revista ‘Rolling Stone’. (também detêm o recorde de permanência em 1° no Hot 100 da Billboard – 16 semanas consecutivas no topo).

O terceiro single do Daydream também chegou ao topo das paradas (e também o último single extraído do álbum). Carey se juntou pela primeira vez com Jermaine Dupri para compor “Always Be My Baby”, uma baladinha maravilhosa, com a letra que descrevem o apego e sentimento que todos nós temos quando finalmente encontramos alguém especial. A canção se torna ainda melhor com o vídeo-clipe, que foi filmado em um lugar que todos nós gostaríamos sonhar em escapar, o Camp Mariah. Puro êxtase.

Mas não para por aí, apesar de MC ter lançado oficialmente somente três singles, existem canções maravilhosas que como “Underneath the Stars”, a majestosa “Forever” e “Open Arms”, sua releitura do explosivo hit do Journey, que ainda vai te dar calafrios mesmo duas décadas depois de lançada.

2. Foi sua primeira viagem de verdade ao R&B

Em seus primeiros singles, Mariah lançou músicas no estilo mais adulto, tentando atingir um público mais maduro. Canções como “Vision of Love,” “Someday,” “Dreamlover” e “Hero” eram mais maduras. Mas com o ‘Daydream’, a cantora realmente assumiu o controle e caiu de cabeça no R&B, conseguindo redefinir o estilo, algum que também funcionou anos mais tarde no ‘Charmbracelet’.

Apesar da diva ainda estar fortemente ligar ao Walter Afanasieff, com quem escreveu e produziu a maior parte de seus trabalhos anteriores, ela conseguiu finalmente ter maior controle de sua música. Ms Carey sempre disse que o ‘Daydream’ foi o início oficial para sua transformação como artista, vocalmente e liricamente, uma reinvenção que tornou-se mais evidente em seu álbum seguinte, o ‘Butterfly’, desde então, Mariah nunca mais foi a mesma.

Para o ‘Daydream’, Mariah colaborou pela primeira vez com Jermaine Dupri, com quem continua a compor até hoje. Foi a primeira vez que ela também fez uma colaboração com um grupo vocal como os Boyz II Men, o ‘Daydream’ tem todos os ingredientes que temos hoje no som de Mariah, leve, sexy e uma sutil transição ao mercado do R&B.

3. Foi seu último álbum com Tommy Mottola no comando

Enquanto o mundo inteiro estava satisfeito com o ‘Daydream’, havia uma pessoa que não estava nada contente com a transição musical de Mariah, Tommy Mottola, presidente de seu selo musical e na época, seu marido. Na verdade, durante o processo de produção do álbum Mariah e Mottola travaram várias brigas, pois ela queria uma liberdade artística maior e ele estava no comando de tudo querendo que ela entrasse no estúdio e só cantasse o que ele fosse aprovar.

Enquanto os dois supostamente estavam um um casamento feliz, apesar do sucesso massivo do ‘Daydream’, um ano após seu lançamento, começaram a sair rumores de estavam à beira de um divórcio, que só foi confirmada quando Mariah finalmente ganhou controle completo de sua imagem e música e começou a gravar o ‘Butterfly‘, onde foi anunciado de fato que eles haviam se separado.

4. Este foi (e ainda é) verdadeiramente o grande momento de Mariah Carey na história da música

Há uma coisa que realmente devemos discutir no cenário musica… a Mariah dos dias de hoje e sua presença no constante no cenário musical.

Realmente, não precisamos argumentar o impacto de Mariah no cenário musical, você pode achá-la exagerada ou fútil, ou que ela exagera nas notas agudas e melismas. Mas mesmo que você a ame ou a odeie, é impossível negar que ‘Daydream’ foi o seu grande momento no cenário musical, é algum que nunca vamos poder esquecer e nunca será esquecido. Não somente por conter uma coleção de músicas incríveis, ou a sua voz que estava no ápice, algo que até hoje é imbatível no cenário musical , ou vender milhões de discos somente por ter uma grande qualidade musical. Se existe alguém que ainda poderia fazer músicas tão ‘fodas’ como esta, ela é ainda Mariah Carey... algo que as pessoas jamais conseguirão desmerecer, e nem estamos mandando alfinetadas para ninguém em específico.

5 . Você quer outro motivo?
“Shooby-doo-doo-doo-doo-doo” para vida toda, darling!

Fonte:  Phillymixtape.co

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.