Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Band Intro

A turnê The Elusive Chanteuse Show tem sido um festival de surpresas e momentos únicos por onde passa. Antes de ontem, segunda-feira (10), Mariah agitou a noite de Sydney, Austrália com mais um show incrível.

10747732_856224207742636_429995154_n

Mimi não é muito britânica e com 25 minutos de atraso subiu ao palco da Qantas Credit Union Arena em Sydney. Com mais de 10 mil pessoas, o público vivenciou as mais diversas emoções ao ver a cantora indescritível no palco da arena. Ela mostrou mais uma vez que atinge as notas altas como nos anos 90 e que é suprema sem perder o seu lado humano, carinhoso e simpático. Mais do que isso, ela é acessível e provou que as críticas negativas no início da turnê não passaram de equívocos de quem não sabia o que havia acontecido.

10748124_379972188844724_542354804_n

 

 

Classificado em terceiro lugar dentre os shows da Austrália até o momento, o show de Sydney ficou atrás dos de Melbourne e Adelaide de acordo com as opiniões de lambs australianos, mas nós nem nos importamos com classificações, pois a Mariah já é nossa #1 mesmo:

Disponibilizamos 76 vídeos a seguir e 214 fotos na nossa galeria!

“Across 110th Street (Intro)”: o vídeo inspirado em James Bond de 007 seguiu como abertura do show em forma de vídeo na voz de Bobby Woomack já que ele interpretou a trilha do filme “Across 110th Street” de 1972.


“Fantasy (Remix feat. O.D.B.)”: Com o vestido preto de renda, Mimi subiu ao palco incrivelmente linda e sorridente. Atenção para a paradinha no início da música que a gora é feita mais ao centro do palco!

Assista ao vídeo de “Across 110th Street (Intro)” e “Fantasy (Remix ft. O.D.B.)”:

[youtube id=”XwryUm0orLo” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“Touch My Body”: Nós sabemos que a música é difícil de ser cantada por ter muito “conteúdo”. Não entendeu? Assista ao vídeo e preste atenção no quanto é desgastante cantar a primeira parte da música. Para nós, Mimi tem feito os melhores lives da música nesta turnê e em Sydney não foi diferente, principalmente na ponte da música em que ela não se importa em fazer como fez em estúdio.

Assista aos vídeos de “Across 110th Street (Intro)”, “Fantasy (Remix ft. O.D.B.)” e “Touch My Body”:

[youtube id=”bIEp0e2a_T0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”OIfNngHyr68″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista aos vídeos de “Touch My Body”:

[youtube id=”f0zYxvMUhPg” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”wNWlzBXiRVE” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”PYxUK9ezXXw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“Emotions”: Mimi não cantou a introdução que ela fez em 1992 no MTV Unplugged, mas fez uma performance incrível como sempre, mas cantou um trechinho de “Standing O” do álbum “Memoirs of an Imperfect Angel”: “Toast, bravo, to you”. Melhor foi na música com whistles tão bem feitos depois de anos, já que a música é de 1991! Na sequência foi feita a “Singer Intros”.

Assista aos vídeos de “Emotions”:

[youtube id=”ok-wuELHPpw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”4fpwrXmU9i0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”ZxCra-ZSqww” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”xlXsomA549U” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”7NZOpRKyUi4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”nz_B4_naZ4M” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”6VcKWMaWC3s” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”sQSiHZc4FBA” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo da “Singer Intros”:

[youtube id=”ok-wuELHPpw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


 

“Cry.”: O segundo ato tem sido marcado por uma Mariah romântica no início, ainda mais por abri-lo com uma música ao mesmo tempo tão melancólica e forte. Sobre o piano, ainda sem muitas luzes no palco, Mimi subiu ao piano e fez uma performance linda com sua banda e um bailarino de tirar o fôlego. Claro que as bases pré-gravadas continuam nesta música, mas diferentemente do início da turnê, a primeira parte da música é totalmente ao vivo. Agora resta saber se você vai prestar atenção na Mariah, no vídeo do telão ou no bailarino super sexy!

Assista aos vídeos de “Cry.”:

[youtube id=”B1ZIxyOUAmY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”z9muSlwJE1c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”iaN1vFfDd1c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”nIGda6tfwgM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”1F3j4jilsZ4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”Pv3WRWthJps” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“Fly Like a Bird”: Como esperado, Mimi cantou a faixa espiritual que embelezou o álbum “The Emancipation of Mimi” de 2005. Após conversar com o público ainda sobre o piano, Mariah começou a cantar até que na ponte ela desceu para as partes mais altas da música que nos deixam sem ar assim como ela ao final.

Assista aos vídeos de “Fly Like a Bird”:

[youtube id=”Eam1U8iwdv0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”6jDCKjC9r2c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”NvVum-Gu9Jk” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”HmcNrk7kQgs” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”nP5IRJRE__M” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”BzcP40KLfEs” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “Cry.” e “Fly Like a Bird”:

[youtube id=”d01j-sc1t-A” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“My All”: Nós ainda não acreditamos na performance feita em Sydney. Sem medo de errar foi a melhor performance de “My All” não só da turnê, mas sim de anos e anos de carreira. Mariah se entregou de uma forma tão linda à música e misturou as versões da música com seus graves e agudos, fazendo beltings incríveis, estendendo a música no final e ela nem ligou para o tempo, para as limitações de tempo da música. Ela é a nossa cantora indescritível de verdade!

Assista aos vídeos de “My All”:

[youtube id=”BV88qQtD3Xw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”T2kQje0kdpY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”PUDwna73v8c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”qjaBr4syG7U” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”3rf4DhrjkNU” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”b4ppR9hsjRI” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“Car River Medley”: medley incluiu “Heartbreaker (Remix feat. Da Brat & Missy Elliot)”, “Heartbreaker (feat. Jay-Z)”, “#Beautiful”, “Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)“, “I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”, “It’s Like That”, “Crybaby (feat. Snoop Dogg)”, “The Roof (Back In Time)”, “Obsessed” e “Don’t Forget About Us”. A maior surpresa desta turnê é sem dúvidas o medley com sucessos da Mariah. Tudo bem que ela não incluiu as digníssimas “Love Takes Time”, “Can’t Let Go”, “Make It Happen” e “Dremlover” que são dos anos 90, nem “Loverboy”, “Boy (I Need You)”, “Side Effects”, “Migrate” nem mesmo uma das mais atuais como “You’re Mine (Eternal)”, mas ela tem feito bonito em 18 minutos de performance. Ela conseguiu reunir grandes sucessos para a alegria dos lambs, mas nós temos algumas críticas baseadas nos comentários de alguns lambs que estiveram nos shows de Adelaide, Melbourne e claro, no de Sydney, fora que estamos afim de dar nosso pitaco:

Inteligentíssima em “Heartbreaker (Remix feat. Da Brat & Missy Elliot)/Heartbreaker (feat. Jay-Z)” incluir a briga entre ela e Bianca no banheiro conforme o vídeo original da música com o Jay-Z. Fica aquela saudade da Bianca e de uma boa briguinha entre rivais, quem sabe isso volte a acontecer, não? Mimi foi uma fofa arriscando umas reboladinhas na música e acariciando os seus bailarinos.

[youtube id=”BRuDsoSpm70″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”3KvDPyj8xa4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”PVo8VRHI1As” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”JWDqMam1wfM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Em “#Beautiful” falta uma certa pegada por parte dela, pois a gente sabe que ela está mais sobre as bases do que arriscando sua linda voz. Talvez ela queira poupá-la já que a música é um pouco recente, mas que tal aproveitar o Trey Lorenz ou até mesmo o talentosíssimo do Nathaniel para substituir o Miguel, hein Mariah?

[youtube id=”z_5_wz74J8w” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “Heartbreaker (Remix feat. Da Brat & Missy Elliot)/Heartbreaker (feat. Jay-Z)” e “#Beautiful”:

[youtube id=”RzrB9-wIQd0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Quem nunca dançou a dança das cadeiras? Ok, no show é bem diferente, mas a gente sabe que cadeira e vestido não dão muito certo, pelo menos para “Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)”. O vestido rosa, lavanda, floral, primavera, pink, chocked da Mariah não ajuda em nada no medley, mas ele é lindo né? Não tanto quanto o que ela usou em 2008 no GMA, mas é o que temos pra hoje. Pelo menos ela alisa a cadeira em uma das músicas mais dignas do álbum “Butterfly” de 1997.

Parece que rebolar não é algo difícil pra nossa diva. Ela balançou bem os quadris no início de “I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”. O único problema é o vestido mesmo, pois até o público cantou a música e se sentiu no início dos anos 2000 com a música.

Assista aos vídeos de “I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”:

[youtube id=”tA1oJcHF4W4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”QLjH46w3o1s” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Mariah se soltou tanto depois de suas “reboladinhas” que ajustou os seios, quase bateu cabelo e cantou “It’s Like That” que fez o público ir ao delírio.

Assista ao vídeo de “It’s Like That”:

[youtube id=”PlnqJMkemxw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Queridíssima do álbum “Rainbow” de 1999, “Crybaby (feat. Snoop Dogg)” soa tão atual em termos vocais e levou lambs aos prantos em Sydney.

Assista aos vídeos de “Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)”, “I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”,
“It’s Like That” e “Crybaby (feat. Snoop Dogg)”
:

[youtube id=”emk9J9g3w6s” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”5DW959vAnwo” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Nós amamos “The Roof (Back In Time)”, mas poderia ser encurtada pra que outra música fosse incluída no medley. Que tal “Side Effects”, Mimi?

Assista ao vídeo de “Crybaby (feat. Snoop Dogg)” e “The Roof (Back in Time)”:

[youtube id=”z3ZXj8hWTuE” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “Heartbreaker (Remix feat. Da Brat & Missy Elliot)/Heartbreaker (feat. Jay-Z)”, “#Beautiful”, “Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)”, “I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”, “It’s Like That”,
“Crybaby (feat. Snoop Dogg)” e “The Roof (Back In Time)”
:

[youtube id=”HF2Pl4kMUNk” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Para quem disse que ela esqueceu o álbum “Memoirs of an Imperfect Angel”¸ Mimi manteve “Obsessed” no medley e com seus bailarinos fizeram uma boa performance, mas nós sentimos falta do final “divônico”, porque sim!

Assista ao vídeo de “#Beautiful”, “Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)”,
“I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”, “It’s Like That”, “Crybaby (feat. Snoop Dogg)”,
“The Roof (Back In Time)” e “Obsessed”
:

[youtube id=”JBi5nVGoRwg” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Diferentemente do show de Melbourne que também foi em uma arena, Mimi cantou “Dont Forget About Us” e nos impressionou com um belting digno do nome que ela carrega. She’s Mariah Carey, baby! Ela fez carão, soltou o gogó e não perdeu tempo estendendo a música que é uma balada perfeito do álbum “The Emancipation of Mimi”.

[youtube id=”_y7HtcmTH4E” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”RmLCLaI7LOY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “The Roof (Back In Time)”, “Obsessed” e “Don’t Forget About Us”:

[youtube id=”G69n1-DlboM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“I’m That Chick”: Mimi fixou mesmo esta música em sua set-list, mas nós não estamos reclamando, pois ela está com uma versão estendida para a “Band Intros” que dá um up pra música que faz parte do álbum “E=MC²” de 2008. Em Sydney, Mariah foi até o final da nota alta antes de sair do palco, diferentemente dos shows anteriores.

[youtube id=”1B_W72bEM1s” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)”, “I Know What You Want (feat. Busta Rhymes)”, “It’s Like That”, “Crybaby (feat. Snoop Dogg)”, “The Roof (Back In Time)”, “Obsessed”, “Don’t Forget About Us” e “I’m That Chick”:

[youtube id=”4-6ml6MeFgQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “Obsessed”, “Don’t Forget About Us” e “I’m That Chick”:

[youtube id=”upk4LNRIWoI” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo do “Car Ride Medley” e “I’m That Chick”:

[youtube id=”anI5gB-YVCM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“Honey (So So Def Remix feat. Mase)”: Com seu “pretinho básico” e um sorriso lindo, Mimi dominou o palco da Qantas Credit Union Arena com as batidas deste remix.

 

[youtube id=”PY8XxWQgmhY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”omGKFyQdlBY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”1ne2hoHfEQ4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“Thirsty”: E quem diria que uma introdução que começou em Singapura no mês passado viraria um momento tão digno e lindo da Mariah com os lambs. Ela foi de encontro ao público novamente, agitou todo mundo e se jogou na música que será o novo single do álbum “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse” no mês que vem.

 

[youtube id=”IWLOlS7wZ3A” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”QjT03u2CY7c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”M8orJTR749M” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”38Ow5pEgmq4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”KZ0O1WfIn5I” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


 

“Hero”: Nós estamos sentindo falta da cascata no último refrão da música, mas aquele telão lindo com grandes nomes do mundo todo nos enche de orgulho. Viram nosso querido Pelé nele? Se pra você ele não é um herói, sorry, mas para o futebol ele é. Voltando à música, não temos muito o que dizer sobre “Hero”, pois Mimi tem usado e muito bem os seus vocais nesta turnê! Ela poderia muito bem fazer um medley com “Never Too Far”, não? Em Sydney ela continuou incrível com o seu grande hino que ela querendo ou não é a marca dela na música, principalmente em tributos!

 

[youtube id=”kAg2XKp7Q8c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”k2L5VqkIEPM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”6SbFAHXHFu8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”1zfj6N3DtLQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


 

“Supernatural (feat. DemBabies)”: Apesar de não ser totalmente ao vivo pelo fato de Mimi cantar por cima da base, vemos uma Mariah bem mãe nesta música, não pelo fato de cantar a música com os filhos na faixa original, mas porque ela sente a música e faz isto transparecer mesmo sem vocais extraordinários ao vivo. O mais bonito e pessoa alguma pode negar é a declaração de amor que ela fez ao final. A arena manteve-se de pé para este momento fofo do show que teve um improviso antes da parte final da música.

[youtube id=”105UrWJ7mFw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista aos vídeos de “Hero” e “Supernatural (feat. DemBabies)”:

[youtube id=”YC3Gx3Bf7Ao” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”ztua5usXmrQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


“We Belong Together/We Belong Together (Remix)”: Sem fazer o encore, Mimi simplesmente se entregou a mais uma performance do hit. Quando o público de Sydney ouvir o piano, só se ouviu gritos! Mariah finalizou o show com a música que lhe rendeu o título de música da década pela Billboard. Carey agradeceu aos fãs, à banda, aos seus cantores e bailarinos e disse: “Eu vou voltar, vocês querendo ou não”. Volte sim, Mimi, mas venha ao Brasil também!

[youtube id=”itEZ6b1NKYA” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”JH3jRx_gQTQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista aos vídeos de “We Belong Together”:

[youtube id=”0IZ2zo4D04s” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”Lyi9z8gz5ks” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

[youtube id=”mfcaMpRUGR4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Assista ao vídeo de “We Belong Together (Remix)”:

[youtube id=”AE9STZzvfHQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]


Mariah fez um show incrível mais uma vez. Ela não nos desaponta de forma alguma e nem liga para as críticas que tanto cobraram mais voz em seus shows. Mimi sabe muito bem como fazer um bom show e como se entregar ao público das mais diversas formas. Os pontos mais altos do show de Sydney foram as performances de “My All” e a energia de “Thirsty”! Amanhã (quinta-feira, dia 13/11) terá mais um show, mas desta vez em Auckland, Nova Zelândia. O show começará às 05h45min (Horário de Brasília-DF) na Vector Arena com a abertura feita pela boy band Titanium da Nova Zelândia às 04h30min (Horário de Brasília-DF). Nós já estamos prontos para mais um show e você?

Confira as fotos do show de Sydney clicando aqui!

Set-list de Sydney:

Across 110th Street (Intro)
1. Fantasy (Remix feat. O.D.B.)
2. Touch My Body
3. Emotions
Singers Intros (Emotions Extended)

Ato II:

4. Cry.
5. Fly Like a Bird
6. My All
Car River Medley:
7. Heartbreaker (Remix feat. Missy Elliot & Da Brat)/Heartbreaker (feat. Jay-Z)
8. #Beautiful
9. Breakdown (feat. Krazie Bone & Wish Bone)
10. Know What You Want (feat. Busta Rhymes)
11. It’s Like That
12. Crybaby (feat. Snoop Dogg)
13. The Roof (Back In Time)
14. Obsessed
15. Don’t Forget About Us
___
16. I’m That Chick
Band Intro (I’m That Chick Extended)

Ato III:

17. Honey (So So Def Remix feat. Mase)
18. Thirsty
19. Hero
20. Supernatural (feat. DemBabies)
21. We Belong Together/We Belong Together (Remix)

Chuva e atrasos marcaram o 17º show da turnê The Elusive Chanteuse Show, mas Mimi soube transformar o seu atraso em um show incrível em Coldstream, Austrália. Mariah subiu ao palco com 40 minutos de atraso, mas não é para menos, choveu bastante e para assegurar que toda a parte técnica ficasse nos conformes para o show, ela optou por esperar tudo ficar bem organizado para começar o show.

Diferentemente do show de Melbourne antes de ontem (07), o show de Coldstream foi em local aberto, numa vinícola da região que é usada para diversos tipos de eventos dentre eles o A Day on The Green, no qual Mariah ainda participará no seu último show desta leg que será em Mount Cotton, Austrália.

Os contratempos não fizeram Mariah perder o seu brilho, muito menos deixou o público decepcionado, mas ela teve que cortar o medley da set-list novamente. De qualquer forma o show foi ótimo e contou com os inúmeros improvisos da Diva Mor Mariah Carey:

“Across 110th Street (Intro)”: o vídeo inspirado em James Bond de 007 foi mantido como abertura do show em forma de vídeo. O tema usado com a voz de Bobby Woomack faz parte da trilha do filme “Across 110th Street” de 1972.

B16W1c6CIAAsu8o

“Fantasy (Remix feat. O.D.B.)”: O grande diferencial foi a entrada com o vestido preto de renda, no mais foi bem na execução da faixa como sempre, alguns momentos totalmente ao vivo, em outros por cima da base, mas ela estava radiante como sempre!

[youtube id=”fncmfNBr4vE” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

“Touch My Body”: Sempre pra cima, Mimi e seu corpo de bailarinos sensualizaram bastante, mas o que mais continua nos chamando a atenção é que ele continua fazendo a ponte (parte final e mais importante da música) da música inteira!

 B16Xxj9CAAA690r

“Emotions”: Sem a introdução desta vez, mas com vocais incríveis como sempre.

[youtube id=”z7r0PhQ49bQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

“Cry.”: O quarto ato nos surpreendeu, pois Mariah voltou com o vestido rosa (lavanda) ao invés do preto básico. Sobre o piano ela fez bonito em “Cry.”.

10808666_1500298316914401_639528874_n

“Lullaby of Birdland”: Mimi segue cantando muito bem o cover de Ella Fitzgerald. Seus improvisos continuam dignos dos seus shows.

000

“Fly Like a Bird”: Um dos pontos altos de cada show é a faixa espiritual que parece ter vindo pra ficar na set-list desde o primeiro show na China.

“My All”: Não há show de Mariah Carey sem esta que é uma das melhores baladas na voz de Carey. Em Coldstream não foi diferente, pois Mimi simplesmente arrebentou nos vocais.

“I’m That Chick”: Para fechar o ato, Mariah cantou a música que tem ganhado improvisos em sua introdução a cada show na Austrália seguida por uma versão estendida para a “Band Intros”.

0000000000

“Honey (So So Def Remix feat. Mase)”: No terceiro ato, Mariah voltou ao palco com o seu traje preto básico, mas empolgada com esta que uma das suas melhores músicas.

“Thirsty”: Não teve como Mariah descer do palco, mas se ela pudesse ela desceria! Como se empolga tanto com a música que poder ser seu novo hit? Ela se empolga sempre!

“Hero”: O hino que marcou a carreira da Diva foi cantado em coro com o público. Só temos sentido falta da cascata na parte final da música (#chateados).

[youtube id=”fckcLXsJb0c” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

“Supernatural”: Como é lindo ver os #DemBabies no telão enquanto ela canta esta música! Mimi parece não abrir mão desta que é uma das faixas mais linda do novo álbum.

1799608_664069367046162_1502923440_n

“Always Be My Baby”: No último show ao ar livre ela não consegui cantar esta maravilha, mas depois de cortar “Shake It Off”, a música teve espaço no último ato e ficou ótima pra quem cantou muito uma noite antes e se desgastou vocalmente por não descansar a garganta como deveria.

[youtube id=”QAC-YqrFIF4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

 “We Belong Together/We Belong Together (Remix)”: Mariah é aclamada por onde passa e quando ela canta esta música independentemente do lugar ela é ovacionada. O hit é unânime até mesmo onde ele não chegou ao topo. Mariah encerrou o show após o tempo estimado, o que era de se esperar devido ao atraso inicial.

0000

Apesar de ter sido um show mais curto, Mariah não desapontou o público que ali esteve para prestigiá-la. Rochford Wines Yarra Valley ficou lotada e teve um dos melhores shows em anos! Amanhã (segunda-feira, dia 10/11) em Sydney, Austrália acontecerá mais um show e a gente acredita que ele também será incrível! O show começa às 07h45min (Horário de Brasília-DF) na Qantas Credit Union Arena com a abertura do cantor australiano Nathaniel às 06h30min (Horário de Brasília-DF). Nós já estamos prontos para mais um show e você?

Confira as fotos do show de Coldstream clicando aqui!

Set-list de Coldstream:

Across 110th Street (Intro)
1. Fantasy (Remix feat. O.D.B.)
2. Touch My Body
3. Emotions
Singers Intros (Emotions Extended)
4. Cry.
5. Lullaby of Birdland (Ella Fitzgerald cover)
6. Fly Like a Bird
7. My All
8. I’m That Chick
Band Intro (I’m That Chick)
9. Honey (So So Def Remix feat. Mase)
10. Thirsty
11. Hero
12. Supernatural
13. Always Be My Baby
14. We Belong Together/We Belong Together (Remix)

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.