Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Capitol

Usa Today: Estariam os novos discos de Mariah e J-Lo afogados na água?

mariahjlo3

O que é mais indescritível do que o The Elusive Chanteuse? As vendas do mais novo álbum de Mariah Carey, Me. I Am Mariah, totalizaram em 97 mil cópias nos Estados Unidos desde 27 de maio, seu lançamento. Mas Mimi não é a única das divas que está pedindo desculpas pelas fracas vendas. Jennifer Lopez está muito pior, diferente de Mariah, ela esteve em todos os lugares nas últimas semanas para promover seu novo disco, AKA, desde aparições no Good Morning America, na capa da revista da Billboard, tentou fazer um vídeo viral com Jimmy  Fallon, mas só vendeu 47 mil cópias desde o dia 17 de junho. Então, o que deu de errado?

“O segredo está em lançar o lead single certo”, diz Andrew Hampp, um correspondente sênior da Billboard. Assim como outros veteranos da música como Shakira, Britney Spears e Enrique Iglesias – que tiveram retornos decrescente e fracos em seus últimos lançamentos – Mariah e J-Lo, “não tiveram um hit no Top 10 ajudando os seus lançamentos. Se você quiser vender bem na primeira semana nos dias de hoje, você precisa de um hit.”

Com quatro singles lançados antes do lançamento do Me. I Am Mariah, somente uma música atingiu ao top 40: #Beautiful, que tinha ajuda de Miguel, atingiu ao 15° lugar no verão passado no Hot 100 da Billboard. Ela está lançando agora You Don’t Know What to Do com a participação do rapper Wale (os dois cantaram a música juntos no Today em maio), mas ainda não debutou nos charts.

Com singles lançados de forma errada, um álbum com título estranho e vários atrasos na liberação do lançamento do disco, já se passaram 5 anos que Mariah não lançava um disco de inéditas (O último disco foi o Memoirs of na Imperfect Angel de 2009), as vendas baixas “não foram uma grande surpresa ou algo difícil de ser imaginar,” declarou Paul Grein, escritor da coluna Yahoo Music’s Chart Watch.

Embora ela tenha feito vários retornos triunfais aos longos destes 24 anos de carreira desde que lançou o seu disco de estreia, que poderia ser irrealista supor que Mariah teria outro. Afinal das contas, “não podemos esperar que seus álbuns vendam como antes” – disse Grein. “É um caminho natural das coisas, porque novas estrelas estão aparecendo por aí toda hora. A Ariana Grande é uma espécie de extensão de Mariah Carey e ela cheira como um carro novo. Eu ficaria surpreso se Mariah fosse capaz de fazer um grande retorno como antes. Eu só não sei como seria isto.”

Apesar de ela ter conseguido emplacar alguns hits há 10 anos, J-Lo provou que ainda é capaz de criar um hit vencedor – apesar de tudo, ela conseguiu emplacar uma canção On The Floor, com o Pitbull há três verões atrás. Com o A.K.A, onde temos a produção de Max Martin, First Love (que ela cantou na final da última temporada do American Idol), a música só atingiu ao 93° no Hot 100 da Billboard, outras fortes candidatas são Booty (que também tem o Pitbull) e Acting Like That (com participação de Iggy Azelea), “ambos são bem maduros”, diz Hampp.

J.Lo também pode tentar aumentar a vida útil do disco fazendo uma turnê. Ela fez uma turnê mundial com a ajuda do Enrique Iglesias de sucesso em 2012, e recentemente ela fez um show de graça em seu antigo bairro, Bronx, e atraiu vários curiosos. “Talvez seja melhor ela cair na estrada” disse Hampp.

Se ela e Mariah são capazes de reverter às fracas vendas ou não, isto pode ser bem libertador para elas, Grein sugere: “Ambas foram obrigadas a terem um hit sempre por toda suas carreiras. Talvez seja a hora de dizer: ‘OK, esqueça os hits, o que iremos fazer?” Diz ele, acrescentando que elas poderiam fazer projetos que são apaixonadas ou gravações mais conceituais nos próximos discos. “Eu estou certo que é difícil para os artistas que estão começando a encontrar resistência nas rádios para tocarem suas músicas, tentar superar esta resistência, deve ser difícil. Talvez seja mais fácil dizer: ‘Eu não estou nem aí para isto’ e fazer o que seu coração mandar.”

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.