Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Manchester Evening News

A Rainha do Natal finalmente trouxe o seu show sazonal para o Reino Unido

Quando Mariah Carey assumiu a posse do Natal em 1994, com o lançamento de seu mega hit “All I Want For Christmas Is You”, até ela mesma nunca imaginou que construiria uma música com uma popularidade tão duradoura.

Após quatro anos realizando shows natalinos bem sucedidos nos Estados Unidos, Carey trouxe finalmente sua comitiva para o Reino Unido, assumindo o comando do palco da Manchester Arena e da O2 em Londres. No primeiro momento, ela dirigiu-se a multidão e disse que precisava passar primeiro por Manchester durante seus shows no Reino Unido, pois ela precisava homenagear a cidade pela  ‘força e resiliência’ que a cidade havia demonstrado após os atentados acontecidos em maio deste ano.

Nós estivemos com a Mimi em seu segundo show no país, realizado na The O2, em Londres, onde ela  abriu o concerto usando um vestido brilhante. Seus vocais impecáveis cantaram clássicos sazonais de seus dois álbuns natalinos, atingindo todas as notas agudas do clássico ‘Oh Santa!“. E a sua nova balada, ‘The Star’, que é tema do filme animado que leva o mesmo nome, a música foi indicada para o Globo de Ouro do ano que vem.

O seu catálogo natalino são os holofotes aqui, “Música errada“, ela diz quando começou a tocar as primeiras batidas de ‘Fantasy’, ela estava na cidade para celebrar a sua época favorita do ano, desta vez a sua ‘visita’ ao Reino Unido foi ‘festiva’.

Carey poderia ter feito este concerto sem os bailarinos no palco, pois eles pareciam bem desnecessários e amadores. Ela faria bem em empregar um diretor criativo decente para lhe dar o alicerce que seu status merece, pois as pausas dos shows são muito longas e roubam o impulso de sua poderosa presença no palco. Toda multidão esta ali para ver a Mariah no palco cantando e arrasando. Trabalho simples para artistas como Adele, que nem precisa atingir todas aquelas notas agudas que só a Mariah Carey atinge, para fazer um show bem simples e  animado. Não é necessário os bailarinos de Mariah acompanha-la a cada passo, ela não precisa disso.

Em uma indústria em que os popstars são embalados com autotune e preparados para lançar músicas em linha de produção, Mariah mantém uma relevância curiosa para os seus fãs mais velhos e mais jovens. Ela é uma das poucas últimas grandes divas vocais vivas, vinda de uma época em que ela, Whitney  Houson e Celine Dion dominavam as paradas. Não escute os haters, nós estávamos na primeira fileira do palco e podemos afirmar para vocês, ela definitivamente estava cantando ao vivo o show inteiro. Principalmente em Emotions”, quando ela atingiu todas as notas agudas. E no caso se você perguntar, sua voz estava em forma… Embora o pico de sua voz tenha sido nos anos 90 e ela carregar este fardo em suas costas para o resto da vida, a sua voz ainda está cheia de oitavas, ela atinge tanto as notas baixas como altas sem fazer esforço algum.

“We Belong Together” e “Hero” levou a multidão de gays, mães, meninas e crianças a loucura cantando, um pouco antes do bis de ‘All I Want For Christmas is You’, que levou a Arena a loucura. Todo momento em que Mariah está no palco é ouro puro, como você esperaria da diva de todas as divas. Mas, da próxima vez, Carey, podemos ter um pouco menos brilho e glamour e um pouco mais você?

Fonte: Attitude Magazine

Sai da frente, Papai Noel, Mariah Carey veio para cidade e trouxe um concerto natalino espetacular com ela! Ela trouxe até neve!

Ninguém realmente faz o Natal como esta cantora norte-americana, que desde de 1994, quando lançou o clássico ‘All I Want For Christmas Is You’, ficou entrelaçada para sempre com a temporada festiva.

Desde então, ela lançou dois discos dedicados ao Natal, e a artista feminina que mais vendeu discos de todos os tempos chegou no Reino Unido no domingo com sua turnê de Natal para deleite de sua fiel base de fãs no domingo à noite.

Emocionada, ela revelou que Manchester precisava ser o primeiro lugar no Reino Unido para realizar o seu concerto natalino, pois ela precisava prestar homenagem à cidade após o incidente que aconteceu em maio durante o concerto de Ariana Grande.

Ela trouxe uma mensagem de amor e paz com ela – e foi maravilhoso o momento que ela entrou no palco cantando Hark the Herald Angels Sing.

“Eu vejo muitos rostos familiares ​​na multidão, estou muito feliz por estar com você, esta é a minha época favorita do ano e temos neve! Vocês viram aquilo? É tão festivo! “

Uma enorme árvore de Natal estava no meio do palco, além dela, tinha um elenco de bailarinos e cantores de apoio usando roupas natalinas.

Quando a banda começou a tocar o inicio de seu sucesso de 1995, “Fantasy”, Mariah rapidamente parou o show e falou “Música errada!”,  e então ela riu antes de começar a cantar outra música natalina.

E os seus vocais estavam impecáveis ​- muitas vezes imitada, mas nunca superada por cantoras mais jovens, Mariah atingiu todas as suas famosas notas agudas com precisão.

Fonte: Manchester Evening News

Os fãs de Mariah Carey tiveram uma longa espera para vê-la cantando novamente em Manchester.

A última vez que a estrela visitou o Reino Unido para concertos foi há mais de 10 anos – e desta vez ela deixou a multidão esperando um 45 minutos do horário programado – ela se atrasou.

Mas ninguém parecia se importar. O que seria um show de Mariah Carey sem um toque diva no final das contas? A demora não foi tanta para seus fãs muito dedicados.

E eles foram a loucura quando ela fez a sua entrada triunfal no palco, deitada em um sofá e sendo segurada por sua trupe de bailarinos durante a apresentação de Fantasy Remix.

A música que foi número 1 em 1995 foi que deu o nome para sua nova turnê, a Sweet Sweet Tour, que foi uma viagem nostálgica através de seus maiores, que ela tem ensaiado com bastante frequência, já que estava realizando um concerto com suas canções em #1 no Caesars Palace.

Seu desempenho desta noite foi inspirado demais em um cabaré: com um collant maravilhoso bem brilhante, fazendo ela parece uma showgirl de Vegas.

As baladas Emotions e My All levaram ao público a loucura durante o começo do show, mas foi em Always Be My Baby que deixou todo mundo delirando, o número foi acompanhado por fotos de filhinhos fofos dela no telão.

“Vocês conhecem esta aqui?”, brincou ela quando saiu do palco e fez uma troca de roupa. Ela voltou usando um vestido rosa maravilhoso.

Trey Lorenz apareceu para cantar com ela o cover do Jackson 5, I’ll be Rhere, antes dela sair do palco para ele cantar um cover de Michael Jackson, Rock With You, para Mariah sair do palco e trocar de roupa.

Ela voltou com um modelito maravilhoso e um fã sortudo foi levado ao palco para dançar com ela em um número sensual durante um medley de R&B no show.

A produção poderia ter sido um pouco melhor para um grande show, a produção deixou um pouco a desejar, mas na verdade, todo mundo estava lá é para ouvir a voz e não ver o show.

E a voz mostrou mais uma vez que ainda é aquela mesma que todos nós queríamos ouvir. Atingindo todas aquelas notas e fazendo aquelas assobios, ela provou que a sua voz ainda tem muita potência e que sabe usá-la muito bem.

Em Heartbreaker, ela mostrou a sua famosa gama vocal de 5 oitavas em sua plenitude, e isto não é tão fácil, já que ela estava dançando durante todo show.

A parte que o público mais cantou junto com ela foi em sua famosa regravação de Phil Collins, Against All Odds, e também em sua colaboração com o Boyz II Men, One Sweet Day, e também o dueto póstumo com Whitney Houston levou todos a loucura. O que poderia ser facilmente ter ficado macabro, mas conseguiu ser um tributo muito comovente.

De Hero para We Belong Together, e finalmente no fim cantando Without You, que facilmente foi uma das favoritas dos fãs. Porém, quando ela fechou o show com Fly AWay (Butterfly Reprise) cantando algumas linhas da música, deixou todos empolgados. E foi isto, ela brilhou durante a noite toda.

Nota: 4/5 estrelas.

Fonte: Manchester Evening News

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.