Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Me. I Am Mariah – The Elusive Chanteuse

Após a problemática apresentação de Mariah Carey no Ano Novo,  finalmente há uma boa notícia para cantora. A apresentação dela atraiu muitas notícias sensacionalistas para imprensa em geral, mas isto também gerou muita execução para faixa ‘We Belong Together nas plataformas de streamings, a música teve um crescimento de 251% e finalizou a primeira semana de janeiro com 4,5 milhões execuções nos Estados Unidos de acordo com a Nielsen Music.

O quão grande é este número? A música de 2005 tornou-se a 78° canção mais executada nos Estados Unidos, superando hits mais recentes como “My House” de Flo Rida (4,3 milhões), “Controlla” de Drake (3,9 milhões) e “Love Yourself” de Justin Bieber (3,6 milhões). A música estreou em 13° no chart R&B Streaming Songs da Billboard.

Carey apresentou “We Belong Together”, que é uma de suas 18 faixas em 1° lugar no Hot 100 (ela possui mais hits no topo da parada do que qualquer outro artista solo) no evento Dick Clark’s New Year’s Rockin’ Eve With Ryan Seacrest da ABC, durante um set que sofreu de problemas técnicos sérios. No meio do caminho, quando ela começou a cantar o seu hit de 1991, “Emotions”, ela disse que o seu retorno de ouvido estava defeituoso e que ela não conseguia se ouvir corretamente.

Desde o incidente, a cantora e a Dick Clark Productions, produtora responsável pelo evento, trocaram acusações, com Carey afirmou que produtora “a deixou frustrada” e usou este acidente técnico como “uma oportunidade para me humilhar”, em um áudio compartilhado em sua conta no Twitter no dia 8 de janeiro de 2017. Já a Dick Clark Productions respondeu “que a empresa nunca ia comprometer intencionalmente o sucesso de qualquer artista, que isto é difamatório, ultrajante e completamente absurdo”.

“We Belong Together” não foi a única faixa que foi beneficiada com a transmissão. A sua versão de “Auld Lang Syne (The New Year’s Anthem)” , que também foi apresentada na noite, teve um acréscimo de 927% e finalizou a semana com 1,2 milhões de execuções nos serviços de streamings dos Estados Unidos. A música foi originalmente regravada para o segundo álbum natalino de Carey, “Merry Christmas II You” de 2010. Já “Emotions”, teve um crescimento de 111% com 335 mil execuções nos serviços de streamings esta semana.

A apresentação também fez com Mariah Carey ficasse em 27° na parada Billboard’s Social 50, sua posição mais alta desde fevereiro de 2014, quando a diva  ficou em 19° após lançar o seu single ‘You’re Mine (Eternal)’. A cantora teve um crescimento de 361% nas redes sociais, com 114 mil citações nos Estados Unidos de acordo com Next Big Sound. As reações no Twitter e as visitas no Wikipedia também tiveram um acrescimento de 3 dígitos, o primeira rede social aumentou 279% com 72 mil respostas somente em solo americano, e a segunda rede aumentou 224% com 309 mil visitas localizadas na América do Norte.

Fonte: Billboard

A cantora divulgou um áudio via Twitter e disse estar magoada sobre a situação de seu último show: “Foi uma oportunidade para me humilhar”, garantiu

Desde que começou sua carreira em 1990, Mariah Carey veio conquistando seu espaço no mundo da música, que sempre foi muito restrito. Em meio há artistas com a carreira consolidada, como Michael Jackson, Madonna, Whitney Houston, Elvis Presley e os The Beatles, a diva emplacou uma carreira consolidada e recheada de recordes.

Mariah Carey, teve altos e baixos na carreira, mas isso não a impediu de ser a mulher mais bem sucedida da história da música norte-americana e mundial. A cantora é a artista solo com mais singles #1 em toda a história da Billboard, num total de dezoito singles. É a única artista a ter três singles estreando em #1 no Hot 100: “Fantasy”, “One Sweet Day” e “Honey”. Além de ser a única artista feminina a ter dois singles simultaneamente em #1 e #2 na Billboard Hot 100:We Belong Together” e “Shake It Off”.

Sem contar a voz, na qual já rendeu um título no ‘Livro dos Recordes’, Mariah sempre foi conhecida por sua extensão vocal e por suas habilidades técnicas.

Com mais de 25 anos de carreira, parece que a mídia e os fãs se esqueceram quem foi a única mulher a quebrar os recordes, que até então eram de homens. Será por esse motivo que hoje ela é tão odiada? Odiada por ser sexy aos 46 anos, odiada por ser uma mulher rica e poderosa como empresária? Odiada por ainda ser relevante na indústria musical?

O problema é que agora Mariah Carey, após os problemas técnicos de seu show de Ano Novo em Nova York, a diva cedeu à pressão e decidiu dar um tempo dos holofotes. Neste domingo (8), a cantora divulgou um áudio via Twitter e disse estar magoada com a situação e deixou claro que a questão com a produção foi sabotagem. “Foi uma oportunidade para me humilhar”, garantiu.

De acordo com a diva, o incidente também a fez reconsiderar algumas coisas em sua carreira e perceber que é preciso de um tempo off. “Vou dar um tempo da mídia e das redes sociais e tirar um tempo para mim”, explicou ao relembrar que tem uma turnê mundial, que começa em março deste ano.

Vou cumprir minha agenda profissional e me preparar para a turnê, que começa em março”, completou.

Talvez a decisão seja boa para Mariah, para reavaliar os rumos de sua carreira, e quem sabe, trazer um novo ‘The Emancipation of Mimi‘, um de seus trabalhos de maiores sucessos.

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil

Quem precisa dos Golden Globe quando há um novo episódio de Mariah’s World, com uma tórrida história de amor florescendo? No último domingo, 8 de janeiro, o episódio da docu-série de Mariah Carey para o canal E!, foi uma completa montanha russa de emoções para a cantora e Bryan Tanaka. (Espere, ele admitiu ter sentimentos por ela?)
O episódio começou com um after-party durante uma das paradas europeias da turnê mundial de Mariah. Depois que a cantora de “Butterfly” chamou a festa de “uma multidão sombria”, ela encontrou consolo em sentar ao lado de seu dançarino favorito para flertar com, Bryan, que também é seu atual namorado.
Em um depoimento, ele (Bryan) confessou: “Eu amo a Mariah, ela é inteligente, ela é inspiradora, há algo tão único nela, ela é uma rainha”. Mariah respondeu diplomaticamente com um: “Conheço Tanaka há muito tempo, temos momentos incríveis juntos.” É necessário dizer que no momento da gravação desse depoimento, Mariah ainda era noiva do bilionário James Packer – o casal já se separou, e a presença de Packer no programa tem sido escassa, para dizer o mínimo.
Mais tarde, depois de um ensaio, Bryan compartilhou seus sentimentos com o companheiro G. Madison. Bryan confessou: “Eu não posso acreditar que vou falar isso. Estou tendo sentimentos fortes por uma pessoa”. Quando G. Madison perguntou por quem, Bryan respondeu, “Miss Mariah”. O dançarino continuo: “Eu sinto que a nossa química não é apenas profissional. Parece que há uma conexão diferente entre nós.”
G. Madison então lembrou a Bryan que sua carreira poderia estar em perigo. Bryan respondeu: “É aí que me ferrei, ela está noiva. Então talvez eu esteja ferrado”. Mais tarde, Bryan insistiu em expor seus sentimentos para as câmeras: “Parece que estamos destinados a ficar juntos.”
Durante passei pelo Lago Como, juntamente do resto da equipe, Mariah e Tanaka tiveram momentos incríveis. Mariah admitiu: “Eu não vou dizer, ‘Oh, eu não sinto a química.’ Tanaka é uma ótima pessoa, e eu estou realmente feliz por termos nos reconectado.” Sua declaração só aguçou mais ainda nossa curiosidade.
Mariah e sua equipe se hospedaram numa enorme mansão do século XVII, próximo ao Lago Como, onde desfrutaram de uma mini férias. Mariah comentou várias vezes que a propriedade foi alugada através do aplicativo “Airbnb”. Seria esse um patrocínio “discreto”?
Independentemente disso, Bryan estava sentindo a que a química entre ele e Carey só aumentava. Ele revelou: “Está ficando muito difícil para mim, porque quanto mais tempo passamos juntos, parece mais real. Eu tenho esses sentimentos e não posso ignorá-los, mas também tenho que tentar não cruzar esses limites, mas não vai ser fácil.” Não podemos deixar de pensar no que James Packer estava fazendo durante todo esse tempo.
Os problemas começaram a acontecer quando a empresária da Mariah, Stella Bulochnikov, começou a fofocar com a hair stylist Danielle sobre os flertes de Bryan e Mariah, chamando-o de “caos”. Stella pareceu irritada quando disse: “Tanaka está ficando um pouco insolente com Mariah. Está olhando para Mimi como se a ‘comesse com os olhos’.”
Kristofer Buckle, maquiador de Mariah, interveio: “Mas está claro que Mariah está noiva”. Stella então, de maneira escandalosa, prosseguiu: “Algumas pessoas devem ter se esquecido disso.” Stella disse entender do por que Bryan poderia ter sentimentos por Mariah, mas que ele ainda precisava “se pôr em seu lugar”.

Depois que a equipe decidiu tirar uma noite para fazer o “Mariah Careyokê”, a cantora se divertiu ao surgir de peruca escura e sotaque britânico, incorporando seu alter ego Bianca Storm. “Bianca” entrou na festa e se aproximou de Bryan, dizendo: “Eu te amo, dahhhling.” Bryan não se fez de rogado e soltou um comentário “auspicioso”: “a bunda de Bianca é a perfeição!” Mais tarde, na mesma noite, ele ainda conseguiu tocar o traseiro de “bianca” com os dedos. Opa, espera. Isso é permitido?
O episódio terminou com uma triste cena, com Bryan sendo levado ao hospital por ter rompido a rótula. No início, Stella parecia revoltada com a notícia, e esperava despachar Tanaka de volta pra casa, uma vez que ele ficaria por 10 dias em repouso. A empresária comentou: “Esta é a maneira do universo de dizer a ele para se afastar (de Mariah), ele precisa ir embora. Talvez seja (o acidente) uma bênção disfarçada”.
Stella continuou: “Agora podemos focar na turnê – e não nessa ‘paquera’.” Bryan disse para a câmera: “Eu não consigo me imaginar indo embora, me afastando. Eu sinto que se eu partir agora, eu vou perder tudo.”
O final do episódio ainda trouxe mais cenas emocionantes, como o momento em que Morrocan, filho de 5 anos de Mariah, diz a Tanaka: “Eu não quero ver você se machucar.” Ainda nas derradeiras cenas do episódio, Mariah faz a proposta de que Tanaka continue com a equipe enquanto ele se recupera, a despeito da vontade de Stella de despachá-lo pra casa. A empresária concluiu o episódio referindo-se a Bryan como o pássaro ferido de Mariah, comentando: “Bem, esse pássaro tem 80 quilos e tem uma queda por Mimi. Essa é uma receita desastrosa!”

Fonte: Us Weekly

A apresentação de Mariah Carey no evento Dick Clark’s New Year’s Rockin’ Eve ainda está na boca do povo, mas ninguém tem mais propriedade para falar sobre a não ser a sua empresária ditadora, Stella Bulochnikov. Para aqueles não entenderam nada, Mariah Carey teve dificuldades técnicas em sua apresentação em Nova York, que afetou a cantora em poder cantar adequadamente com a faixa de apoio em “Emotions” e “We Belong Together”.

Enquanto ela tentava se apresentar da melhor forma possível, Mariah ficou um pouco irritada com a falta de estrutura do evento e disse: “Bom, Feliz Ano Novo, não podemos ouvir nada, e então vou tentar curtir o momento com vocês, OK?”. Ela disse , acrescentando: “Vou tentar levar isto na esportiva”.

“O país merecia algo melhor que isso”, disse Bulochnikov sobre a apresentação, e acrescentou que estava desapontada, porque Mariah não teve a oportunidade de gravar uma nova apresentação para ser exibida na Costa Oeste. Ela disse que elas e o apresentador, Ryan Seacrest, não se falaram desde aquela noite, e Bulochnikov reforça que está muito irritada com ele sobre as declarações e sobre o que ele não ter ajudado em nada. “Eles vieram até mim e disseram: O que você quer que façamos? Eu disse: Eu quero que você não exiba ou que edite a apresentação para ser exibida na Costa Leste, eu quero que você faça isto direito pela Mariah.”

No entanto, o produtor do evento, Michael Schimmel contou para ela: “Nós não podemos fazer isto.”, Bulochnikov continua: “Isto foi repugnante, eles não quiseram gravar uma nova apresentação e nem cortar esta apresentação para ser exibida na Costa Leste. E tão pouco disseram para ela: “Nós sentimos muito, mas tivemos um problema técnico, mas nós te amamos Mariah, estamos gratos por você ter vindo aqui. Vamos fazer de tudo para dar para América o melhor desempenho.” – Ninguém veio falar conosco, nós teríamos voltado ao palco e feito uma nova apresentação, mas ninguém se importou com a imagem da minha cliente. Eles estavam preocupados em fazer um evento ter mais relevância e terem um momento viral, isto sim foi um ridículo.”

A empresária de Mariah também respondeu as alfinetadas do antigo empresário de Carey (e ex-marido), Tommy Mottola: “Eu tenho certeza de que ele está com inveja porquê Mariah está conquistando espaço em todos os veículos de comunicação sem precisar da ajuda dele. Então, eu tenho certeza que Tommy Mottola não pode ver o sucesso dela, pois ele não consegue aceitar isto. Eu tenho certeza que ele está com ciúmes, porque tem 15 anos que ele não tem nenhum cliente de relevância no mercado e decidiu se meter onde não foi chamado. Ele saiu direto do boeiro que ele vive cheio de poeira para se meter na nossa vida. E você sabe qual é a minha resposta para ele? Eu quero mais é que ele se foda, que ele feche a droga da boca dele e vá cuidar de sua família. Ele tem que se foder e cuidar dos próprios negócios dele, se ele tiver ainda alguém ou algo relevante para fazer da vida.”
Fonte: E! News

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.