Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Novo CD

Mariah Carey está ocupada escrevendo e gravando novas músicas e terminando suas próximas memórias enquanto está trancada em Nova York. A hitmaker  conversou com a Vogue britânica para a edição de agosto de 2020, na qual ela revelou que estava se isolando na Big Apple com seus filhos gêmeos de nove anos, Monroe e Moroccan “e alguns amigos”, enquanto detalhava sua vida em confinamento durante pandemia de coronavírus.

“Passamos os dias fazendo pequenos concertos ao vivo ‘em casa’ para ajudar os necessitados, e também estive ocupado escrevendo músicas, trabalhando em material novo, terminando minhas memórias e ouvindo o Club Quarantine depois do anoitecer, “ela compartilhou.

A estrela admitiu que a parte mais desafiadora do auto-isolamento tem sido “manter meu ânimo e garantir que meus filhos sejam felizes e prósperos”, e confessou que a pandemia a ensinou “quão importante é dedicar um tempo para dizer ao seu amado aqueles quanto você se importa com eles, porque não sabemos o que vai acontecer  amanhã”.

Durante o isolamento, Mariah apareceu em vários programas beneficente ao vivo , cantando hits como Always Be My BabyHero, Make It Happen e Through The Rain. Ela também foi alvo de várias campanhas de fãs, que viram seus álbuns Charmbracelet e E = MC2 atingirem o pico no iTunes Global Chart.

Fonte: Music Week

 

A Paper Magazine fez um top 20 com os melhores álbuns de 2018 e o recente lançamento de Mariah Carey, Caution, ficou em 1º lugar.

1. Caution, de Mariah Carey

Você sabia que Mariah Carey escreveu e co-produziu, sem dúvida, a maior música de Natal de todos os tempos? A onipresente “All I Want For Christmas Is You” foi de fato arquitetado pela lendária diva, mas é fácil ignorá-la, se tudo o que você focar for as manchetes sobre contratempos no palco ou algumas controvérsias. Nós temos que dar glória à Carey onde certamente é devido, porque ela tem sido a autora de sua própria história por toda a sua carreira, englobando 18 sucessos em primeiro lugar. Caution é seu 15º lançamento em estúdio em uma impressionante carreira que abrange quase três décadas de sucessos co-produzidos e é uma mistura sem esforço do toque pop moderno com o R&B das raízes de Carey, reforçada por colaborações com lendas e artistas contemporâneos também, incluindo Slick Rick, Ty Dolla $ign, Skrillex e Blood Orange. De muitas maneiras, Caution soa como Carey soprando a poeira de seus discos clássicos favoritos para uma nova geração, com o tipo de brio descontraído pelo qual ela é conhecida quando está no seu melhor.

A questão, no entanto, é que Caution é o mais suave esforço musical de Carey em algum tempo, depois de resistir a um intenso exame minucioso após seus últimos álbuns  (Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse) e fraquezas pessoais (àquela performance de Ano Novo) que, por um pouco mais de tempo do que gostaríamos de admitir, distraiu admiradores de seu inigualável talento de classe mundial como vocalista, produtora e compositora – uma arquiteta totalmente no controle que domina magistralmente uma indústria que continua a ser dominada por homens. Estatísticas recentes da indústria da música citam uma lacuna de representação de gênero de 70/30 entre compositores, artistas, produtores e executivos: 70% masculino, 30% feminino.

É por isso que é mais importante do que nunca notar que em Caution, Carey é listada como principal compositora e produtora de cada faixa, seguida pelos homens com quem colabora. (Considere como a mudança de paradigma ver uma música escrita e produzida por Mariah Carey, primeiro, depois Skrillex). E isso provavelmente tem muito a ver com o som geral de Caution: sem pressa, nada exigente e magra – 10 músicas, zero filler. Nesse contexto, faixas como “The Distance” se tornam uma prova épica da longevidade de Carey, apesar de todas as probabilidades; “Giving Me Life” é como Carey alcançando seu pote de ouro melódico de prog-soul e compartilhando sua riqueza com colegas do sexo masculino como Slick Rick, enquanto Dev Hynes (de Blood Orange) ganha um crédito da produção dos sonhos; “GTFO”, como a faixa de abertura do álbum dá um frescor, destrói qualquer suspeita de que Carey já precisou confiar em homens para manter seu lugar no topo: “Who’s the knight in shining armor/ I ain’t the type to play the martyr/ How ‘bout you get the fuck out?”. Em seguida, “Caution”, repleto de batidas tensas e uma deliciosa melodia sedutora, adverte um amante para prestar bem atenção antes de contar uma mentira, colocando suas necessidades e desejos para todo o mundo testemunhar.

Há uma beleza tranquila, mas ainda assim radical, nesse ato: Carey confia implicitamente, através da graciosa dor da experiência vivida, que sua verdade é poderosa o suficiente para ressoar com as mulheres em todos os lugares. Que as mulheres se sintam tranquilizadas com as histórias de paixão e paz de Caution, e que a deusa ajude o homem que perturba essa verdade. Para eles, Caution é um sinal de alerta em neon. Se Carey é vulnerável ou crítica em sua música, não se engane: ela é a única pessoa que pode e deve escrever essas histórias.

Confira a lista completa AQUI

 

Mariah Carey irá proporcionar uma experiência e tanto para o Lambs!

O evento especial, chamado The Mariah Experience, acontecerá do 16 de novembro a 4 de dezembro na Sony Square, em Nova York.

O espaço temático da Mariah inclui conjuntos de fotos para o Instagram, exibições multimídia, objetos pessoais e uma loja.

Para comemorar o lançamento de seu próximo álbum de estúdio, Caution, Mariah apresentará a instalação interativa na noite de estréia às 19:30, horário de Nova York, onde ela assinará pessoalmente cópias de seu novo disco. Os fãs podem comprá-lo na Sony Square no mesmo dia a partir das 10:00. Enquanto durarem os estoques, a compra concede uma pulseira para ter acesso à sessão de autógrafos. As pulseiras serão limitadas por ordem de chegada.

Mariah Carey será homenageada na próxima edição do evento Genius Level, uma série baseada em conversas que destaca artistas, compositores e executivos que moldaram a indústria da música atual. O evento contará com o ícone pop discutindo sua extensa carreira com Rob Markman, veterano jornalista de música e chefe de relações artística da Genius.

“As pessoas sabem que Mariah Carey tem uma excelente voz, mas poucas percebem que ela também é uma das nossas maiores compositoras. Seu trabalho nos bastidores e no palco abriu novas portas para artistas solo, e suas colaborações que vão de Walter Afanasieff à Jermaine Dupri abriram novos caminhos na música”, disse Elizabeth Milch, diretora de conteúdo da Genius. “Mariah é responsável por letras, melodias e arranjos que adoramos cantar … embora nem sempre em cinco oitavas. Ela é a cara do Genius Level e não poderíamos estar mais animados para celebrar seu impacto artístico”.

O Genius Level, inspirado na coleção de discussões aprofundadas da enciclopédia de música com os principais artistas da atualidade, já recebeu inúmeros ícones, incluindo o premiado artista e compositor The-Dream, o produtor DJ Premier e Nicki Minaj.

O evento acontecerá no Brooklyn, em Nova York, no dia 14 de novembro, ao vivo, em frente a um público com os maiores fãs de Carey. Uma promoção para ganhar ingressos para o show acontecerá no dia 12 de novembro. Para quem não puder ver a conversa pessoalmente, ela será disponibilizada no site da Genius no 16 de novembro, mesmo dia do lançamento de Caution, 15º álbum de estúdio do ícone.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.