Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Robin Leach

Com mais de 200 milhões de discos vendidos, Mariah Carey tornou-se uma a verdadeira cantora-compositora icônica que mais vendeu discos na história. Para sua primeira residência “#1 to Infinity,” no The Colosseum, dentro do Caesars Palace, que começa na próxima quarta-feira, 6 de maio.

Mariah está seguindo o passos em Las Vegas de Celine Dion, Shania Twain, Elton John e Rod Stewart em cantar no teatro para 4,300 pessoas construído para Celine.

Depois de sua entrada triunfal, com direito a duas celebrações de boas- vindas na noite de segunda-feira, o jornalista Robin Leach entrevistou dona de 18 canções em 1° no Hot 100 da Billboard.

Confira a tradução da entrevista abaixo:

Qual é a sensação de estar de volta em Las Vegas?

É ótimo estar em Las Vegas. É como estar por aqui realmente pela primeira vez, porque esta é a minha primeira residência, por isto que ela tem o mesmo título do meu álbum novo álbum, “#1 to Infinity.”

São as minhas 18 músicas em número 1, com uma nova chamada “Infinity”, então é por isto que realmente vamos ter duas coisas que trabalharão em conjunto. Isto é simplesmente fantástico para nós.

Trabalhando com o Ken Ehrlich como diretor e com Raj Kapoor como chefão do conceito criativo dos concertos, vocês já começaram a criação do palco, o planejamento do show já está pronto?

Bom, nós começamos a fazer todas estas diferentes coisas ao mesmo tempo. Mas realmente somente há alguns meses atrás começamos de fato com apenas idéias básicas e como iremos executá-las, e agora estamos nos últimos estágios, por isto é emocionante.

E está tudo indo bem?

Sim, está.

Você pode me revelar um pouco das surpresas que as pessoas podem esperar?

Bem, darling, se eu contar as pessoas não se surpreenderão, não é mesmo? Mas haverão algumas surpresas realmente divertidas.

Você terá crianças nos concertos?

Eles não são meus filhos, mas haverão crianças lá.

Qual é a maior diferença entre estar na estrada em uma turnê e fixando-se somente em um lugar para uma residência?

Eu acho que muita coisa vai acontecer no desenrolar da turnê enquanto eu estiver na residência, mas também vou dar uma pausa no meio dela, por isto que ainda acho que não é muito diferente da minha vida.

Eu ainda diria que viajar de uma cidade grande para outra cidade grande é totalmente diferente de estar em apenas em lugar e deixar apenas as pessoas virem até você. Se eles migram em direção a você, isto é ótimo – é esta a vantagem.

Você trouxe seus gêmeos com você aqui para Las Vegas, então você poderá fazer coisas bem normais em Las Vegas, certo?

Nós já temos feito. Fomos ver tigres e leões. Eles estão animados com isto, mas os leões estavam dormindo, e eles ficaram um pouco chateados e perguntaram, ‘Por que eles estavam dormindo?’.

Então nós fomos e nadamos, bem, mas eles são jovens demais para nadar com golfinhos, mas eu tenho idade para isto, então eu fui lá e o fiz, e encontrei o meu novo melhor amigo do mundo. O nome dele é Osborne, ele é um golfinho (do parque Siegfried & Roy’s Secret Garden & Dolphin Habitat no Mirage).

Ele é fabuloso, espero que todo mundo vá visitá-lo. Tem sido muito legal, fazendo coisas como estas e tendo atividades. Isso é o que sempre fazemos. É sempre sobre saber o que está acontecendo em sua volta. Eles tem rodado o mundo inteiro, e ainda não têm quatro anos de idade. Isto é legal.

E eles estão bem?

Eles estão ótimos. Eu estou adorando ser mãe.

Como cantora, com 18 sucessos em número 1, você ainda tem um certo medo em pisar em um teatro que foi hospedado por outros cantores incríveis?

Eu acho que todo mundo tem algo para oferecer, e espero que as pessoas gostem do meu show e gostem de ouvir estes 18 número 1, porque é algo que ninguém mais tem e isto me deixa muito orgulhosa.

Eu humildemente quero agradecer os meus fãs que fizeram isto acontecer, então espero dar este show de presente para eles em troca disto.

Você já se beliscou e disse: “Eu tenho 18 números 1, isto é incrível”?

Eu me belisco e digo que esta minha nova música, “Infinity” é para os fãs, porque é a uma das minhas músicas favoritas que fiz nos últimos anos. Você sabe, é estranho, eu realmente não penso sobre isto. Eu penso sobre, mas
não fico me apegando a isto. Eu apenas tento fazer o melhor.

No sábado passado, se as minhas informações estiverem corretas, você gravou o vídeo com o cineasta Brett Ratner, né?

Nós gravamos o começo do vídeo. isto foi em Los Angeles. Eu estava aqui, por isto estamos trabalhando juntos para fazer este vídeo ficar pronto agora. Ele é um grande amigo meu. Tem alguns rumores sobre nosso fabuloso  romance tórrido que continuam rolando por aí …

Eu nunca ouvi nada sobre isto! Eu ouvi de tudo, menos isto. Aqui em Las Vegas, ele tem uma reputação de colocar seus artistas em algumas situações perigosas e únicas quando se tratam de filmagens, por exemplo usar a cobertura de alguns dos hotéis de Steve Wynn. Eu me perguntava se o Brett te fez fazer algo um pouco fora do normal.

Ele tinha várias idéias, mas nós não tínhamos certeza onde e quando exatamente estaríamos filmando. Alguns dos meus melhores trabalhos foram com Brett. Estamos sempre fazendo de última hora, então vamos ver.

Neste show, os 18 números 1, você vai colocar em ordem, ou você vai pular?

Eu acho que o Ken queria que eu fizesse algo aleatório, mas queria ir em ordem cronológica… Eu acho que quando ele ouviu “Infinity,” ele entendeu por que eu queria fazer desta maneira, queria mostrar a progressão de quem eu sou como como artista.

E é isto que vai acontecer?

É cronológico.

Então você vai encerrar com “Infinity?”

Sim, eu vou.

Eu descobri uma surpresa de você!

Eu sei, muito obrigada! Bem, pelo menos as pessoas vão estar à esperar, porque ninguém me ouviu cantando elas ainda.

Qual é a história por trás de “Infinity”, porque eu li todos os rumores hoje. É sobre o seu rompimento com Nick Cannon?

Você leu tudo isto, mas você perdeu os rumores sobre o Brett, isto é surpreendente. Não, a história por trás de “Infinity” é realmente sobre ter amor próprio em primeiro lugar, porque se amar mais e mais pelo infinito é realmente o meu lema.

É sobre, independente o que você vai passar, os altos e baixos da vida, você tem que se colocar em primeiro lugar e amar a si mesmo acima de qualquer coisa. Essa é a mensagem.

Então, você está mostrando as suas experiências com ela?

Eu sempre coloco as minhas experiências como uma compositora, você sabe o que quero dizer? Mesmo quando nós estamos fazendo a música, você está partindo de um lugar, se as pessoas dizem que sou muito desapegada, é porque realmente eu estou liberando as minhas emoções.

Eu faço isto para os fãs, para que eles façam isto por eles mesmo. Estou longe de ser egoísta de expressar somente um sentimento. Isto seria muito mesquinho. Eu não vim até aqui porque sou este tipo de pessoa. Isto não é quem sou de verdade.

Mas é difícil escrever uma canção sobre si mesmo, sobre seus sentimentos e suas experiências?

Você acha que todos estes grandes compositores, eles que escreveram “Yesterday” e “Let It Be,” não estavam pensando um pouco e seus próprios sentimentos e emoções?

Eu acho que várias pessoas, como compositores, você traça as suas emoções, você também vai recorrer sobre o que outras pessoas estão passando e o que vai ajudá-los quando eles ouvirem uma canção como “Infinity”. É como algo que vai fazer eles se sentirem melhor sobre eles mesmos.

É divertido lançar, mesmo que se trate de uma letra engraçada ou com momentos emotivos. É assim que tem que ser.

É libertador escrever sobre estas coisas? É algo que você tira do seu peito e se sente melhor depois?

Eu escrevi 17 canções que foram número 1, então é por isto que estamos fazendo o “#1 to Infinity,” por isto que é libertador escrever músicas ,independentes se elas forem ou não número 1, independente o que elas forem, eu fiz muito isto na minha vida.

Para algumas pessoas que não conhecem aquelas músicas não lançadas dos meus discos, eles não realmente não sabem o lado mais profundo das minhas experienciais. Então, os número 1 tendem ser mais amplo do que estas, pois é algo para todo mundo, que todo mundo conhece.

Assista a entrevista aqui:
[youtube id=”JUi3n52QpgI” align=”center” mode=”normal”]

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.