Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Romane Hibbert

O blogueiro Romane Hibbert fez um review para o HitzConnect sobre a performance de Mariah Carey no Jamaica Jazz & Blues Festival. Confira abaixo:

Por Romane Hibbert

A noite de uma sexta-feira agradável de janeiro trouxe junto com ela a performance mais que esperada da diva Mariah Carey na Jamaica. Fui solicitado para fazer um review e ser a pessoa justa e imparcial que sou, então lá vou eu fazer o review do show da melhor forma possível.

Enquanto eu estava lá e vi a introdução no telão nos lembrando de seus inúmeros feitos e por que ela é tão celebrada, uma Mimi divônica apareceu toda ‘posuda’ no palco. O pontapé inicial do show foi dado com Mariah cantando seu hit de 1995, “Fantasy”, com um remix que apresenta o rapper ODB no telão atrás dela.

A performance foi muito bem recebida e eu, pessoalmente, achei que era uma boa maneira de abrir o show. Ao longo de seu set ela tinha 4 trocas de roupa, como é o caso de qualquer show de Mariah. Durante seus mais de 45 minutos, ela nos levou à uma viagem nostálgica com clássicos como a sempre sensual “My All”, “Honey”, “Heartbreaker” e seu primeiro single, a atemporal “Vision Of Love”.

Assim que ela deu a entender que “Always Be My Baby” seria a música seguinte, ela arrancou aplausos selvagens da platéia já que essa música é conhecida por ser uma das favoritas dos jamaicanos. Agora, a única decepção que tive com a setlist é que ela incluiu “I’m That Chick”, uma canção arrancada de seu 11º álbum de estúdio, “E=MC²”, que muitas pessoas não pareciam conhecer, a menos que você seja um super fã de Mariah. Muitas pessoas não estavam cantando junto.

Em seguida, houve a ausência de “Hero”, o clássico que todo mundo queria ouvir, uma vez que sempre foi uma inspiração para muitos. Ela encerrou com  o mega hit “We Belong Together”, que ela meio que deu uma mexida no ponto alto da canção que ficou um pouco diferente. Depois de sua performance, perguntei a algumas pessoas da plateia – tanto na frente quanto por trás das câmeras, o que elas pensavam sobre o desempenho e fui recebido com reações mistas.

Alguns gostaram enquanto outros acreditavam que Mariah não estava envolvida. Enquanto muitos pensavam que ela fez um “trabalho fabuloso” outros expressaram desapontamento em sua performance, já que eles vieram para ouvir “Hero” e sentiram que a diva tinha mais a oferecer. Quando tudo estiver acabado, o Jamaica Jazz & Blues Festival deste ano será considerado um dos melhores já feitos, uma das maiores plateias que o evento já teve.

Um frequentador afirmou: “Eu adorei! Foi o que eu esperava, desde sua voz até o figurino que ela usou, uma diva em todos os sentidos da palavra”. Apesar de tudo, foi um grande show, ela cantou ao vivo, assim como ela usou seus vocais pré-gravados, sem depender muito deles.

Um dos destaques para mim foi “I’ll Be There”, que cantou ao lado de Trey Lorenz. Foi mágico! Lorenz também teve sua hora de brilhar quando apresentou o hit de Michael Jackson “Rock With You”, com vocais de apoio de Mariah que deixaram a plateia animada. Como é o caso em todo show de Mariah, venham para ouvi-la cantar, conversar um pouco com o público e mostrar seus figurinos. Foi uma performance sólida!

Setlist:
1. Fantasy
2. Touch My Body
3. Emotions
4. I’m That Chick
5. Triumphant (acapella)
6. Make It Happen
7. Vision Of Love
8. My All
9. Honey (So So Def Remix)
10. Heartbreaker (Remix)
11. Shake It Off
12. I’ll Be There
13. Rock With You (Trey Lorenz com backing vocals de Mariah)
14. ‪#‎Beautiful‬ (com Trey Lorenz)
15. Always Be My Baby
16. We Belong Together

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.