Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Simplesmente Amor

O portal do programa Entertainmet Tonight fez uma lista com as 9 versões mais legais, segundo eles, de “All I Want For Christmas Is You”, clássico Natalino de Mariah Carey. Confira abaixo:

As festas de fim de ano não começam oficiamente até que Mariah de o pontapé inicial. Ou seja, assim que você ouvir “All I Want For Christmas Is You” tocando por aí então você já pode começar a se preparar para as festividades.

E tem sido assim desde 1994, quando a rainha deixou esse presente bem debaixo de nossa árvore de Natal. E essa maravilhosa música cheia de magia tem o poder de deixar até o Grumpie Cat no clima.

Confira abaixo 9 homenagens para a canção original que provam que – mesmo depois de 20 anos – tudo o que queremos para o Natal é a Mariah Carey.

1 – A magia de Mariah

[youtube id=”6vgdxpbLcKg” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Nem mesmo os elfos ou  os homens de gengibre podem ofuscar uma diva (veja como ela dá uma ignorada neles). Quando Carey cantou a música em 2004 no Walt Disney World Christmas Day Parade, a magia não estava acontecendo dentro do castelo –  estava acontecendo no palco.

2. Alegre e retrô

[youtube id=”pA8UHeoYHQM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

O vídeo menos conhecido de “All I Want For Christmas Is You” é o que tem o ex-marido de Mariah Carey, Tommy Mottola, vestido de Papai Noel. Mas quem precisa de um Noel, quando se tem dançarinas vestidas com ornamentos Natalinos e uma Mariah que parece estar em uma verdadeira Girlband, sendo a vocalista principal? Sem falar na coreografia bem característica dos anos 90, assim como a própria canção.

3. Simplesmente Amor

[youtube id=”_ghkHlthIqM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Não é fácil fazer um cover de uma canção de Mariah Carey, mas quando um casal apaixonado está no clima com essa música, esquecemos de tudo. Quando Sam (Thomas Sangster) e Joanna (Olivia Olson) estão demonstrando todo o seu amor durante “All I Want For Christmas Is You”, do filme “Simplesmente Amor”, de 2003, não dá nem pra fingir que nossos corações não derreteram mais rápido que o Olaf, de “Frozen”.

4. Marinheiros festivos

[youtube id=”SDZcGz4vmJc” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Até mesmo Mariah não poderia resistir a esses marinheiros dublando sua música no chuveiro, no banheiro, vestidos com a Union Jack de Geri Halliwell. Este vídeo do YouTube com a Marinha Real Britânica ficou viral, e a própria Mariah twittou: “Esta é a melhor coisa que eu já vi, vocês fizeram meu dia!” Alguns anos mais tarde, a Chicago Gay Hockey Association entrou no clima – e cantou! E até fizeram a famosa “mãozinha” de Mariah!.

5. Muita fofura no Jimmy Fallon

[youtube id=”sWEfszb9h8Q” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Não tínhamos vontade voltar para escola até Mariah Carey se juntar a Jimmy Fallon e a banda The Roots, com aquele xilofone colorido, e gravarem com aquela turma da 5ª série. Tipo assim, apenas com uma das cantoras que mais vendeu disco na história. E com a criançada, claro. E com decote também.

6. Um clássico se torna clássico quando…

[youtube id=”HZCRyI8eZec” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Você já viu essa gravação de Natal feita do ponto de vista de uma cachorro, certo? E a paródia “All I Want For Christmas Is Cash”? E a vez que a lendária Drag Queen Lady Bunny fez a sua versão, digamos, proibida para menores? Coisas que só um clássico é capaz de produzir.

7. Até Justin Bieber se rendeu

[youtube id=”fGFNmEOntFA” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

A versão “Extra Festive” simplesmente não foi festiva o suficiente, então a cantora indescritível – durante esta reedição “SuperFestive!”, de 2011 – pensou, “Biebs, queridinho, vou me vestir como uma MILF (Mother I’d Love To Fuck – Mãe que eu adoraria comer) versão mamãe Noel, e você vai fazer compras mas ve se não rouba nada. Vamos ficar super bonitos em um trenó, e eu vou adicionar alguns whistles para que todos possam ouvir até no Pólo Norte”.

8. Mariah cartoon

[youtube id=”kL5WxL_1Q-k” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Jermaine Dupri para MC: “Hey, é só usar a varinha mágica!” E por quê ela não usaria? Ela é a Mariah Toda-Poderosa e, para este remix da So So Def com Bow Wow, lançado em 2000, ela sai por aí usando sua mágica, que pode transformar qualquer coisa tão rápido quanto ela produz mais um #1 para sua extensa lista.

9. Louca pelo Natal

[youtube id=”1HGetdu0XPc” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Ninguém está querendo fazer um remake de Glitter tão cedo – mas caramba, há alguém que não tenha regravado o clássico de Mariah? De Ariana Grande à Michael Bublé e Glee e Idina Menzel e sua mãe – e, mais recentemente, esta versão do Fifth Harmony – as pessoas simplesmente não conseguem resistir. Mariah estava certa: Nós não queremos muita coisa para o Natal. Apenas a sua canção. Mais e mais.

O jornalista Miles Raymer, que escreve para a Entertainment Weekly, fez uma crítica super bacana sobre “All I Want For Christmas Is You”. Confira abaixo:

Odeio canções de Natal, mas amo “All I Want For Christmas Is You

Por Miles Raymer

Há muitas razões para temer as festas de fim de ano, mesmo que a inevitável música sombria de Natal não pareça tão grave como problemas familiares ou transtornos afetivos, não deixa de ser menos deprimente.

O gênero religiosidade não é a principal coisa considerada tão desanimadora para um certo tipo de ouvinte; nem é o espírito de nostalgia que se apega a essas músicas. Na verdade, é simplesmente o fato de que a maioria dessas canções são apenas ruins  e que mofam com a idade. Todos os anos, parece que elas se tornam mais longas do que o normal, um pouco mais lentas, mais difíceis de suportar. A coisa boa nessa época do ano? “All I Want for Christmas Is You”, de Mariah Carey, uma canção Pop incrível que foi condenada pelo nome que carrega a ser tocada apenas por alguns meses a cada ano (a canção completou 20 anos no último fim de semana).

[youtube id=”yXQViqx6GMY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

“All I Want For Christmas Is You”, que Mariah co-escreveu com o produtor Walter Afanasieff, é uma escolha estranha para um clássico de Natal. Enquanto ele apresenta uma gama de ítens tradicionais de Natal – árvores, presentes, Papai Noel, lareira, ela também os descarta, declarando explicitamente que eles são menos importantes para Mariah do que  estar com quem ela ama. Para quem se sente sufocado pelo enjoativo e tradicional espírito Natalino, a música vem como um sopro de ar fresco em cima dessas tentativas.

Bom, mas qualquer que seja o seu sentimento sobre essa ideia anti-Natal, acaba sendo esquecido pelo profundo prazer da canção. “All I Want For Christmas Is You” é uma invocação proposital da vibe do álbum “Pet Sound”, dos Beach Boys, e ainda assim consegue manter sua própria vibe, incorporando uma mini-orquestra com um arranjo estrondoso. A progressão das cordas nos versos da canção alcança um tipo de ideal platônico da perfeição Pop.

“All I Want For Christmas Is You” é, notoriamente, uma das poucas canções das últimas décadas a entrar no catálogo dos clássicos de Natal. Só por ter entrado no filme “Simplesmente Amor” – que já virou outro clássico de Natal, já ganhou muito crédito por isso. Mas a música é perfeita o suficiente para ganhar vida própria, e não apenas durante a época do Natal. Ela merecidamente ganhou aficcionados da cultura Pop, como a cantora e produtora Grimes, conhecida por cantar a música em qualque época do ano. O fato é que, para muitos, a melhor canção de Natal das últimas décadas é simplesmente a melhor música Pop das últimas décadas, aceitem. Parece injusto que uma canção tão boa fique fadada a tocar apenas em uma determinada época a cada ano – mas enquanto ela está lá oferecendo uma pausa para as terríveis músicas que temos que suportar durante essa época, isso acaba não sendo um negócio tão ruim assim.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.