Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Tony Bennett

Al Pacino, Tina Fey e Eli Manning se juntarão a uma programação repleta de estrelas para celebrar os atos altruístas dos nova-iorquinos.

Robin Hood e iHeartRadio anunciaram uma colaboração na quinta-feira para apresentar o evento “Heroes of New York”, que irá ao ar em 1º de dezembro na televisão e estações de rádio em Nova York. O show de uma hora irá compartilhar histórias inspiradoras de generosidade de indivíduos e organizações.

O show contará com apresentações musicais de Mariah Carey, Tony Bennett e Andra Day. Carey fará um medley, Bennett cantará “Smile” e Day cantará “Silent Night”.

Outros convidados especiais incluem Jon Stewart, Kevin Bacon, Mariano Rivera, Michael Strahan, Ryan Seacrest e Tracy Morgan.

Em maio, a organização de combate à pobreza com sede em Nova York, Robin Hood, e iHeartMedia realizaram o evento “Rise Up New York!” maratona. O evento arrecadou US $ 115 milhões para apoiar os nova-iorquinos afetados pelo COVID-19.

Fonte: ABC News

MC

O crítico Michael Arceneaux escreveu uma matéria para o The Urban Daily sobre a nova turnê de Mariah Carey e sua atual fase na música. Na matéria que levou o título de “Porquê talvez eu possa ser a única pessoa que ainda está torcendo por Mariah Carey”, ele esculachou a “The Elusive Chanteuse Show” com fatos que não existem, como o caso da baixa procura por ingressos – que sabemos não ser verdade, já que os shows na Ásia foram um sucesso estrondoso e os da Austrália e Nova Zelândia, que começam amanhã, já estão com quase 100% dos ingressos vendidos. Confira abaixo e tire suas próprias conclusões.

Porquê talvez eu possa ser a única pessoa que ainda está torcendo por Mariah Carey

Por Michael Arceneaux

Mesmo que ela se comporte como se estivesse vivendo em sua versão pessoal da Terra da Magia, Mariah Carey está bem ciente do mundo ao seu redor, e mais importante, que as pessoas que o habitam fazem as mesmas coisas que ela também faz. Então, não foi por acaso, quando ela postou no Instagram um vídeo de si mesma cantando com a legenda, “Limpando e aquecendo a minha voz”. Mariah foi provar algo: que ela ainda pode alcançar as notas altas que soam como se ela estivesse tentando iniciar uma conversa com um golfinho.

Seus esforços são admiráveis​​, embora esses poucos segundos de notas altas não consegam abafar as inúmeras manchetes que retrataram Mariah como alguém que não só não consegue cantar do jeito que ela costumava a fazer, mas também nem se lembra a letra de seus maiores sucessos . Ainda esta semana, há relatos de que Mariah andou baixando os preços dos ingressos, como resultado das vendas fracas. O dano está feito e o resultado final é evidente: “The Elusive Chanteuse Show” será uma mancha permanente em sua carreira e visto com a mesma decepção da última turnê da falecida Whitney Houston.

Isso ainda vem de carona com outra má notícia para Mariah Carey – as vendas fracas do álbum “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse”, e um divórcio com Nick Cannon. 2014 não foi o mais gentil para Mariah, mas quando se trata de sua voz e do seu futuro, eu rejeito a ideia de que toda esperança está perdida.

Mariah pode não ser capaz de cantar no nível que ela fazia em seu auge, mas ela ainda pode cantar – cantar bem em determinados casos – e ainda tem muito a oferecer como vocalista. É evidente, mesmo nesta turnê mais ou menos que ela está fazendo atualmente. Embora todo mundo tenha espalhado as performances mais ruins, Mariah, desde então, tem melhorado. Na semana passada, ela cantou “My All” em Cingapura e não parecia que ela precisava para fazer o mesmo tipo de negócio com Ariana Grande, que Ursula, a bruxa do mar, uma vez fez com Ariel para se manter no topo.

Há outros exemplos que provam que Mariah ainda é uma cantora competente, incluindo sua performance improvisada no Late Night com Jimmy Fallon no ano passado. E em 2012, Mariah Carey fez outra performance no mesmo estilo no Carlyle Jazz Club. Por mais que Mariah seja conhecida por suas notas altas, as suas notas mais baixas são tão impressionantes, e mais importante, tão fortes quanto as outras forças que lhe começam a falhar.

[youtube id=”ZlObJAlSi78&list=UUurpiDXSkcUbgdMwHNZkrCg” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

E mesmo no fracasso, há oportunidade para Mariah. Por mais errado que seja para estrelas da música Pop serem deixadas de lado no segundo que elas atingem uma certa idade, Mariah não é uma cantora Pop comum. Para um artista de seu calibre, aqui está uma oportunidade para mostrar um lado totalmente diferente de si mesma. Se Lady GaGa pode ir lá e fazer um álbum de Jazz com Tony Bennett enquanto ela procura outra estratégia após o fracasso comercial de ARTPOP, porque não Mariah? Ela é mais bem informada sobre o gênero do que GaGa é, e provavelmente seria recompensada por isso tanto criticamente como comercialmente. Depois disso, ela poderia voltar a fazer algo mais contemporâneo, na vibe das canções que condizem mais com a atual situação de sua voz – acho que faixas como “Babydoll” e “The Roof”. Ou até mesmo fazer a “Mariah do Gheto”, que grosseiramente não é valorizada pela massa.

No entanto, tal movimento exigiria Mariah abraçar verdadeiramente a maturidade. Imagino que uma das razões que as pessoas têm sido particularmente severas com o fato de a voz de Mariah já não ser tão consistente como o instrumento que já foi um dia, está enraizada em sua tentativa constante de mostrar a perfeição. De sua imagem intocada no início de sua carreira à sua fidelidade inabalável ao Adobe para criar as imagens perfeitas para uma capa do álbum – ainda que tais imagens não tenham mais qualquer semelhança com a pessoa.

Mas a perfeição sempre teve os seus limites, e depois de um tempo, parece fútil. Mariah deve ter focado para ser exatamente quem ela é agora. Isso não tem como ser pior do que o que está acontecendo com ela nesse momento.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.