Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Usher

Mariah Carey estava incrível ao parecer no Songwriters Hall of Fame’s 49th Annual Induction and Awards  para homenagear o seu fiel colaborador,  Jermaine Dupri. A cantora de 48 anos vestia um vestido preto de mangas compridas com um decote em V. A cantora Emotions completou seu conjunto de luxo com grandes brincos de argola e um anel de diamante.

Carey saudou Dupri, de 45 anos, quando ela o introduziu no grupo durante a cerimônia no Marriott Marquis Hotel, em Nova York. “Jermaine faz isso com … amor verdadeiro pela música”, disse a artista vencedora do Grammy ao induzir Dupri, com quem ela trabalhou em sucessos como Don’t Forget About Us, Always Be My Baby e We Belong Together. que ganhou o Grammy de Melhor Canção de R&B em 2006.

Carey lembro como Dupri, apesar de seu sucesso, “não mudou desde a primeira vez  que entramos no estúdio juntos”, e é “ainda a mesma pessoa”. “Ele ainda tem a paixão dentro dele”, ela disse, “e isso é algo que eu tenho que elogiá-lo.”

Carey, que escreveu 17 de seus 18 famosos singles que chegaram ao topo das paradas, foi indicada ao Songwriters Hall of Fame ano passado, mas não ficou entre os premiados finais.  Os compositores devem ter pelo menos 20 anos de créditos para serem elegíveis para a honrada honra.

Carey e Dupri têm trabalhado juntos ao longos dos anos, ele foi atuou como empresário da cantora entre 2013 e 2014, na divulgação do álbum Me. Iam Mariah…O Elusive Chanteuse. Porém, ele logo foi demitido porMariah.

Depois de sua despedida, ele disse à Billboard: “Eu sou uma pessoa muito prática quando se trata do meu trabalho. Eu coloco tudo em todos os projetos. Mas quando não tenho permissão para fazer o que faço, então eu sei que é tempo para eu seguir em frente. Mariah e eu gostamos de trabalhar juntos e continuaremos a fazer boa música juntos no futuro “.

  • Confira fotos desse evento em nossa galeria!

Fonte: Daily Mail

Mariah Carey foi eleita a maior hitmaker de toda a história da música, desde 1960, pela revista TIME, no que eles chamam de “a lista definitiva dos reis e rainhas do pop”, que ranqueia os 48 mais bem sucedidos da história da música.

Confira o Top 10:

#1. Mariah Carey
#2. Rihanna
#3. Usher
#4. The Beatles
#5. Madonna
#6. Janet Jackson
#7. Whitney Houston
#8. Michael Jackson
#9. Katy Perry
#10. Boyz II Men

Como a lista foi feita:

Os dados provêm dos arquivos da Billboard. Os pontos são premiados por colocação no Top 10, de 10 pontos para um hit #1 para um 1 para uma canção #10. Todos os artistas listados por featuring em uma faixa recebem pontos completos para o desempenho do gráfico, mas os grupos com membros que mais tarde seguiram carreiras solo são contados como entidades separadas. (Beyoncé, por exemplo, obtém pontos para “Telefone”, uma música de Lady Gaga em que ela aparece, mas não recebe pontos para músicas atribuídas a Destiny’s Child, o trio que lançou sua carreira.) Pontos para músicas são atribuídos ao ano em que a música estreou no top 10, mesmo que ela tenha sido popular no ano seguinte.

 

Fonte: Parada Pop

Mariah Carey photographed while performing circa 1990s. Foto: Bob King/Redferns.

Mariah Carey fotografada durante uma performance nos anos 90. Foto: Bob King/Redferns.

Desde que Mariah Carey lançou “Vision of Love” em 1990, a “belter prolífica” nos deu trilhas sonoras para ambos os amantes e solitários. É a melhor tratada pelos sucessos de Carey que fala dos corações. Se espojando (hey, quem não estava lá) ou movendo-se para a frente e para cima (de preferência no clube), há um clássico crescente da sua carreira de 25 anos de duração (e contando) que pode ajudá-lo.

Aqui estão 9 faixas que para a Billboard são para quando os tecidos e vinho não forem o bastante para você cortar:

Butterfly – 1997

[youtube id=”stcdNj0SANw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Mariah a escreveu, o título profundamente pessoal do seu sexto álbum, durante a separação do seu primeiro marido, Tommy Mottola. “Naquele momento eu realmente acreditava que eu ia voltar para o casamento – eu não achei que eu fosse deixá-lo para sempre”, disse ela depois da música, que ela se chama de sua balada favorita.

Up Out My Face (feat. Nicki Minaj) – 2010

[youtube id=”5i7GEMQC2IY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Certa vez, a quase “Monstra” Nicki Minaj e Mariah Carey se deram bem o suficiente para que unissem forças para esta capacitada música, perfeita para deixar alguém especial saber que o passeio chegou ao fim. Claro, o vídeo parece um pouco com um anúncio sexy da Target – mas quem melhor para tirar você do medo (de ficar só) que duas das maiores divas da música (com uma assistência de The-Dream e Tricky Stewart)?

H.A.T.E.U. – 2009

[youtube id=”yd8wMObmm38″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Claro, Mariah é tão boa com um beijo como qualquer uma – mas nesta faixa clássica, ela admite que nem sempre é a coisa mais fácil. A canção que fala “Eu não posso esperar para te odiar” em seu refrão é instantaneamente memorável, e forneceu combustível para um dos mais inspirados (com parceria de Gucci Mane) remixes do tipo late-aught.

Heartbreaker (feat. Jay Z) – 1999

[youtube id=”kMCGvtlL4fw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Este além de viciante, single número 1 no Hot 100 (o primeiro de Jay-Z), Mariah mostrou que um rompimento não precisa ser moroso. Tocou? Basta ligá-lo em uma canção de sucesso, de preferência com a produção do robusto nova-iorquino DJ Clue.

Shake It Off – 2005

[youtube id=”jZVdDl_asYY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

O título desta faixa irresistivelmente saltitante diz tudo: despeje o perdedor já. “Você não vale o meu tempo, então eu estou te deixando para trás”, canta Carey – apenas duas das inúmeras verdades duras ela diz durante toda a canção. Com o colaborador de longa data Jermaine Dupri por trás para agitar a batida, inspirada por Usher, é difícil isso dar errado quando você estiver na necessidade de um impulso do ego.

Breakdown (feat. Krayzie Bone and Wish Bone) – 1997

[youtube id=”bC7V9dn1rC8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Esta harmonia carregada deixou Mariah (e a corte Bone Thugs) mantendo tudo muito real sobre o quão difícil pode ser manter as coisas em conjunto durante até mesmo a mais amigável das separações. Krayzie Bone e Wish Bone (e algumas aves otimistas piano no fundo) fecham o hino de queimada lenta.

Crybaby (feat. Snoop Dogg) – 1999

[youtube id=”TyztvjS5WMc” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Mais uma vez, está tudo no título. Este single vivo mostra a cantora incapaz de dormir, consumida por pensamentos de um ex-amante. Tenha cuidado com as mensagens de texto na nostalgia do vídeo, e o angustiante arremesso de comida – tudo muito relacionado.

Always Be My Baby – 1996

[youtube id=”LfRNRymrv9k” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Uma das mais icônicas músicas de Mariah… bem, a mais otimista sobre corações partidos e rompimentos, delicadamente. A pista quase ameaçadora (“Você não sabe que você não pode escapar de mim”; “Você nunca vai me abalar”) encontra a cantora completamente certa de que ela e a despedida de seu namorado é apenas temporária. Bom para um impulso de confiança.

We Belong Together – 2005

[youtube id=”0habxsuXW4g” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

“Quando você saiu eu perdi uma parte de mim”, canta Mariah – e toda a nação, com o coração partido ou não, canta junto.


Publicação: Billboard (24 de setembro de 2016)
Escrito por: Charne Graham

Andy Samberg contou com várias participações especiais em seu novo filme, “Popstar: Never Stop Never Stopping”, dentre elas Justin Timberlake, Mariah Carey, Usher, DJ Khaled, Adam Levine, Pink, Questlove, Snoop Dogg, Seal, Arcade Fire’s Win Butler and Régine Chassagne, A$AP Rocky, Nas, RZA, Joanna Newsom, Danger Mouse, Ringo Starr, mas foi Mariah que surpreendeu o ator.

Mariah Carey foi a última artista que gravou a participação no filme, ela conseguiu um tempo em sua agenda para gravar sua participação.  Ela deu “OK” quando filme já estava quase sendo finalizando, “Mariah me surpreendeu completamente, eu não sabia que ela era uma pessoa legal e que toparia fazer isto. Ela foi maravilhosa” – falou Andy.

O filme estreia no dia 3 de junho nos Estados Unidos.

Confira ao trailer abaixo:

[youtube id=”S207jSgL_jw” align=”center” mode=”normal” maxwidth=”500″]

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.