Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Will Ferrell

“Foi uma merda”: Will Ferrell confirma que Mariah Carey chegou atrasada no set de filmagens, se recusou a fazer uma cena e exigiu bichinhos de pelúcia antes que sua participação no filme fosse descartada.

As exigências de diva de Mariah Carey, que fizeram com que sua participação no filme The House fosse descartada, foi bem divulgada por alguns atores do filme.

Will Ferrell, que protagoniza a comédia, confirmou as reivindicações feitas pela estrela e deu ainda mais detalhes sobre a produção desafiadora, quando foi entrevistado por Andy Cohen no Watch What Happens Live na quinta-feira.

O ator de 49 anos revelou que Mariah chegou quatro horas atrasada no set de filmagem. Tão tarde, de fato, que lhe foi dito para ir para casa antes mesmo de ela chegar.

“Às 11 horas houve bateram na porta do meu trailer e me disseram para ir para casa”, ele disse a Cohen. “Entrei no meu carro e deixei todo mundo no set e isso não aconteceu”.

Cohen perguntou ao comediante quais anotações Mariah havia feito para sua pequena participação.

“Uma anotação dizia ‘eu não quero fazer essa cena'”, ele explicou,“embora tenha sido totalmente aprovado na época “.

Ferrell também revelou que Mariah não queria cantar a música que eles tinham decidido para ela fazer – algo que não é fácil de mudar no dia de gravação.

“[Ela prefere cantar] outra coisa, o que é difícil com o pouco tempo que tínhamos e isso se tornou um caos”.

Will Ferrell também confirmou os relatos de que Mariah insistiu que seu trailer estivesse cheio de cordeiros de pelúcia, uma referência a seus fãs que ela chama de “Lambs”.

Durante uma aparição de TV, na semana passada, Ferrell disse os problemas que a equipe encontrou ao filmar com o ícone Pop.

Ele revelou que a cantora  “finalmente apareceu” nos estúdios de Los Angeles para gravar sua participação no filme.

“Houve sugestões que não foram executadas, então, não, ela estava no nosso set e as coisas aconteceram. E não aconteceram”, disse o ator, no Late Night de quarta-feira com Seth Meyers.

Outro ator do filme, Cedric Yarbrough, usou as redes sociais para descrever como “abusiva” a atitude de Mariah por manter o elenco e a equipe esperando “quatro horas” apenas para se recusar a fazer a cena como estava escrita.

“Ok, já que Will Ferrell está falando, também vou falar!” O comediante de 44 anos escreveu em um post (que depois foi excluído) do Facebook.

“Enquanto esperávamos, o diretor [Andrew J. Cohen] e a equipe, tiveram a ideia de filmar uma pirueta que a dublê de Mariah faria e depois buscaria Mariah para finalizar. Eles fizeram a cena. Tudo ocorreu bem. Quando Mariah finalmente apareceu, ela se recusou a finalizar a cena. ‘querida eu nunca faria assim’. Eu a ouvir dizer essa exatas palavras”.

O ator continuou: “Ela então pediu a um grande ventilador para que seu cabelo ficasse voando na câmera que ficaria acima dela, basicamente uma cena de grua. Essa moça não foi profissional e foi abusiva como o nosso diretor, que tentou a melhor maneira para atender todos os desejos dela”.

Cedric – que interpreta Reggie Henderson no filme – escreveu que ele deixou pra lá a “pior parte” do comportamento nada profissional da cantora naquela noite.

“Na comunidade de atores, não é uma forma muito boa de se chamar a atenção dos seus colegas. Eles podem estar em um dia ruim, passar por algumas coisas pessoais, e talvez Mariah estivesse assim, eu não sei “, acrescentou Yarbrough.

“Mas eu sei que a nossa equipe não mereceu isso, nosso diretor também não…Para vocês, jovens atores, chegue na hora, decore sua lição de casa, mas seja cortês e respeitoso. Para nós veteranos, o mesmo. Esse tipo de comportamento deve ser exposto. Sinto falta de “Eu tive uma visão do amor”, Mariah [citando “Vision Of Love”] . Seja mais profissional”.

Will Ferrell insinuou nesta terça-feira, dia 20, que as atitudes de diva de Mariah Carey fizeram com que sua participação fosse cortada do filme ‘The House’. O ator e comediante está atualmente promovendo o filme de comédia, no qual ele protagoniza ao lado de Amy Poehler.

O filme ‘The House’ tem participações de Jeremy Renner, Nick Kroll, e Alexandra Daddario, mas Will confirmou que a participação de Mariah teve que ser cortada da edição final.

“Ela finalmente apareceu no set e tinham algumas solicitações que fizemos que não foram executadas. Ela estava em nosso set sim, e as coisas que estavam planejadas para acontecer não aconteceram. Ela não estará na edição final do filme”, disse o comediante no programa Late Night With Seth Meyers.

Will não falou o real motivo pelo qual ela foi cortada da edição final do filme, mas indicou que seus pedidos extravagantes podem ter sido o motivo.

Confira ao vídeo da entrevista abaixo:

 

Fonte: Wjla

O ator Rob Huebel detonou Mariah Carey por seu trabalho no novo filme de Will Ferrell e Amy Poehler: “Foi insano”.

Huebel, que apareceu em numerosas comédias de cinema e televisão na última década (incluindo a versão cinematográfica de Baywatch que vai estrear nesse fim de semana), criticou Carey  por seu comportamento no set de filmagens da nova comédia de Will Ferrell e Amy Poehler, The House.

“Refizemos algumas cenas com uma estrela pop chamada Mariah Carey. Não deu muito certo”, disse Huebel antes de perguntar se ele podia falar palavrão durante a entrevista que foi concedida ao vivo. Depois de lhe ter dito que sim, Huebel continuou: “Que porra ta acontecendo com ela? Foi insano”.

De acordo com Huebel, Carey chegou “quatro horas atrasada” no estúdio e fez  o que chamou de “pedidos surpreendentes”, incluindo que a lendária cantora pop necessitou de “rosas todas brancas” em seu trailer junto com bichinhos de pelúcia (cordeiros, por conta dos fãs de Carey serem chamados de “Lambs”).

No filme, Ferrell e Poehler interpretam pais que se transformam em magnatas de cassinos de baixo nível em um esforço para pagar a taxa de matrícula da faculdade de sua filha. Carey, segundo Huebel, foi convidada para fazer uma participação como ela mesma.

“Ela foi contratada para cantar uma canção e ela disse: ‘Gente, eu não quero cantar essa música’. Eles disseram: ‘Nós contratamos você para cantar essa música'”, disse Huebel sobre o filme, que é produzido por Ferrell e Adam McKay, entre outros. “Então, eles iriam fazer uma cena em que atiram nela, eu acho, e eles a matam – no filme. Não na vida real. Mas ela não queria isso. Ela falava coisas do tipo, ‘Eu não acho que minha personagem seria morta por balas. E se eu desviasse dos tiros como a Mulher Maravilha?’ Eles disseram: ‘Mariah, não temos tempo para isso. Você está recebendo muito dinheiro. Nós contratamos você por um dia. Não temos tempo para discutir com você. Basta fazer isso’. Ela simplesmente não queria fazer o que eles queriam que ela fizesse. De qualquer forma, por que estou falando sobre ela?”.

Pressionado se Carey permaneceu no filme, Huebel disse que não tinha certeza. “Apenas saiba, se você a vir no filme, eles tiveram muito trabalho”, disse ele.

Os representantes de Carey não fizeram comentários.

A Warner Bros., que está lançando The House, também não comentou sobre o fato.

Confira abaixo a entrevista de Rob Huebel:

De acordo Roger Friedman do Showbizz 411, Mariah Carey e Jeremy Renner estarão no filme “The House”, estrelado por  Will Ferrell e Amy Poehler.

O filme foi refilmado esta semana e Mariah e Jeremy foram adicionados no longa. Também de acordo com a fonte de Roger, “Mariah foi um pesadelo no set de filmagem”. Mas ele afirmou que Mariah é uma boa atriz, que ela já provou isto em sua ótima atuação em “Precious”.

O filme tem previsão de estreia para 30 de junho de 2017, e  terá a direção de Andrew J. Cohen.

Fonte: Showbizz 411

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.