Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

10295089_10152475936427766_4440215222122352057_o-800x1020

Mariah Carey apareceu na capa da última edição da revista dominical, 7 Nights Magazine, do jornal escocês, Sunday Mail.

Confira a reportagem abaixo:

A mãe de Mariah Carey lhe deu força e nome de palco e agora a diva está encontrando o seu próprio caminho como mãe.

Famosa por ser exigente, Mariah Carey está construindo a sua vida pessoal e profissional em torno de seus filhos de três anos de idade, Monroe e Moroccan.

Ela que sempre foi conhecida por ser uma diva suprema, com sua potencia vocal, que consegue fazer o ela quer ou mais do que isto.

Na verdade, ao trabalhar em seu novo álbum, Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse, ela abandonou os grandes estúdios que trabalhou nos seus antigos álbuns e montou o seu próprio estúdio em casa, onde ela poderia ficar com seus filhos.

Ao que parece, a diva não está mais no comando.

Ela disse: “Sem duvida alguma, isto mudou a minha vida de muitas maneiras. Eu não me importava se o estúdio era pequeno, só queria ter os bebês perto de mim. É estranho eu ainda os chamá-los de bebês, porque eles estão crescendo rápido demais. Nunca pensei que estas duas pessoinhas incríveis mudariam a minha vida, então, decidi incluí-los nos álbum e tentar explicar o que sinto por eles.”

Trabalhar em casa não só aumentou o tempo que passaria com seus filhos, e o seu marido Nick Cannon, eles também fizeram uma participação super especial no projeto.

Depois de ver a Monroe cantar, Mariah gravou com as crianças a sua nova canção, Supernatural. Eles gravaram a sua parte em estúdio e ficaram na versão final do disco.

Bizarramente, Mariah Carey começou a cantar também aos quatro anos, quando a sua própria mãe, a cantora de ópera, Patricia Hickey, a inspirou. Então, parece que pode haver outro par de artistas na linhagem da família.

“Sim, eles estão em uma das faixas. Eles cantam um ou duas linhas em Supernatural. Na verdade, eles gostam de cantar e dançar, especialmente a senhorita Monroe, que abre a canção cantando. Eu não podia acreditar quando a ouvi cantar pela primeira vez. Ela cantou no telefone para mim, era algo como ‘goo goo goo’” – ela disse.

“Para uma criança de três anos, ela tem um vibrato excelente. Isto é interessante, porque eu comecei a cantar com a minha mãe quando eu só tinha quatro aninhos, e sempre falei que ela foi a grande influencia da minha vida. Isto deve ser coisa de família mesmo.“

Se Monroe e Moroccan irão seguir os passos da mãe, eles têm uma tarefa muito difícil de fazer.

Mariah é a cantora feminina que mais vendeu disco na história, com mais de 220 milhões de discos e 18 músicas em primeiro lugar na Billboard norte-americana, superando até mesmo Elvis Presley.

Ela sente que a música a salvou – e com o apoio constante de sua mãe, ajudou a sua caminhada para o mega-estrelado. De fato, ela sempre teve o showbizz em mente.

Mariah disse: “Nós nos mudávamos constantemente por causa da profissão da minha mãe. Então a música salvou a minha vida, ela realmente fez isto, porque eu sabia que tinha ao menos algum tipo de talento, e isto fez-me sentir digna e me levou ao sucesso. Era o meu grande secreto, que eu escondia comigo mesma durante muito tempo. Eu lembro de um dia na escola, tinha uns 12 anos, e a professora perguntou para os alunos o que eles queriam ser quando crescerem, todos disseram empregos básicos, menos eu. Eu disse ‘quero ser uma celebridade’ e a professora falou: ‘Querida, isto nunca vai acontecer’ –  e aconteceu.  Eu me sinto muito feliz, porque minha mãe me ajudou a acreditar em mim mesma e ver que o sucesso era possível. Eu acredito que herdamos um monte de coisas de nossas famílias, pois a minha mãe era cantora de ópera e jazz. Ela me deu o nome de Mariah Carey, para eu não ter um nome do meio, então já tinha nome artístico” – ela disse.

“Quando eu falei sobre a minhas esperanças de ser uma cantora, ela sempre me dizia: ‘Não me diga que você será, só me diga quando’ . E foi assim que sempre tive a minha fé” – acrescenta .

É claro, que Mariah tem uma carreira incrível, mas ela admite que incapaz qual seja o grande segredo para manter um sucesso tão duradouro. Ela insiste que é porque ela simplesmente se dedica a sua música, e espera que as pessoas gostem dos resultados.

“Eu acho que a gente nunca sabe se teremos tanta durabilidade. É realmente um compromisso com a música, com os fãs e consigo mesmo e também o quanto você está realmente disposto a abrir mão de sua vida para fazer isto. Existem várias pessoas talentosas por aí, mas isto depende de quão duro eles trabalham e também de quanto eles querem. Uma coisa é você ter uma carreira de sucesso por um determinado tempo e a outra é você manter o sucesso. Isto é realmente muito difícil. É algo que você quer alcançar e quanto tempo você quer continuar fazendo isto. Você realmente tem que ser resistente neste negocio, porque é muito difícil” – finaliza.

Esta aberta para colaborações é outra grande parte da filosofia de Mariah – ela constantemente ouve música e procura aqueles que ela aprecia o trabalho.

 “Eu sempre amei fazer música. Então gosto de ouvir diferentes estilos de músicas, se eu gosto de algo, entro em contato com artista e vejo se podemos trabalhar nossos sons juntos. Normalmente, eles podem, porque um dos meus pontos fortes é que sou capaz de compor e cantar em cima de algo que possa ser um pouco oposto a mim. Gosto de entrar em confronto, de alguma maneira, eu posso fazer dois sons completamente diferentes se unirem e funcionarem. Este é um dos meus objetivos, colaborar com artistas que possam trazer algo novo e diferente para minha música.”

Ela já contou com vários artistas de rapper em suas colaborações regulares, muito antes de isto virar moda.

E ela avalia seus trabalhos com artistas mais underground, estilos diferentes como o rapper ODB (em seu sucesso massivo, Fantasy), que ela pode ir além do que os seus olhos mostram. Se for formos olhar dentro de seus olhos, vemos a pequena Mariah do bairro.

“Eu sei que sou reconhecida por este cruzamento, fui a primeira a aparecer nos charts de R&B deste jeito. A minha base e meu coração sempre estiveram no mundo do R&B, embora a comunidade hip hop seja algo totalmente diferente. Quando eu era criança, cresci amando hip hop e senti a música que vive em Nova York, porque é uma das músicas mais reais que existem para mim – trata  o lugar de forma verdadeira de várias maneiras. Era inevitável que eu fosse acabar colaborando com rappers, por isto é o estilo de música que eu amo. Eu meio que briguei com os a minha antiga gravadora e os executivos de lá. Eles nunca tinham ouvido falar do projeto solo do ODB, as minhas músicas então começaram a ir a um sentindo oposto. Nunca ninguém imaginou que uma menina inocente – eu sei que eu era e ainda sou uma espécie de coisa assim para eles  – iria fazer este tipo de colaboração. Esta música vai ser sempre uma das minhas favoritas, pois eu consegui provar para os meus executivos da época, que eles tinham que me ouvir, que era algo que estava tocando as rádios e era o tipo de música que cresci ouvindo.”

Parece que esta tendência pegou, e ela continua fazendo seu novo disco, que conta com a participação de nomes como Mary J. Blige, R. Kelly e Miguel, além de muitos outros.

Mariah disse: “Eu trabalhei muito duro neste projeto. Este álbum é algo sobre eu me recuperar, é como eu mostrar que desde que fui mãe, me tornei uma pessoa mais forte. Não quero que as pessoas ouçam somente uma música especifica, quero que elas ouçam o disco por inteiro, porque coloquei cada pedacinho de mim ali. Cada canção mostra o lado diferente de quem eu sou, e alguma delas, existe algumas verdades que estou falando de mim mesma. Algumas são um pouco tristes e outras tristes demais. Eu as chamo de miséria, Nós o adoramos, mas tive que adicionar três músicas novas, pois achei necessárias para completar a jornada deste álbum. Realmente foi uma experiência incrível para mim, e gostaria de dá-lo para os meus fãs como um presente. A música dura para sempre, não é?”

Mariah também construiu um império de negócios. Criou a sua própria marca de perfume, champagne, uma coleção de produtos licenciados com o canal Home Shopping Network, e também uma carreira paralela de atriz. E sem surpresa alguma, ela está muito envolvida com eles em todos os aspectos.

Embora, ela admita que cometeu diversos erros no passado – alguns que talvez que não fossem ideias suas– como as suas famosas calças jeans de cintura baixa que acabou gerando uma tendência.

Ela disse: “O business é importante, porque, quando você põe demais de você mesmo em um álbum, você quer as pessoas o ouçam. Então, eu tento ser criativa e tentar trabalhar as minhas redes sociais, o quanto for possível, pois esta é uma ótima conexão com os fãs. Estou muito envolvida em tudo, mas acho que isto é uma aprendizagem diária para nós da música. Eu era mais jovem, eu costumava fazer as coisas e depois olhava para trás e me arrependia de não ter patenteado a ideia. Depois de um tempo, resolvi cortar as minhas calças jeans, eu nem estava planejando em fazer um grande anuncio e nem nada, as coisas apenas aconteceram para me deixar mais a vontade. Eu sei que não devo tomar crédito nenhum por isto, mas naquela época, vi vários estilistas fazerem algo semelhante com os seus jeans. Então, algumas coisas que aconteceram comigo e eu pensei, ‘Ok, acho que eu talvez tenha sido muito influente e relevante naquele determinado momento.”

E a grande estrela também trabalhado duro pra chegar as telonas, em um currículo que inclui filmes como os aclamados ‘The Butler’, ‘Precious’ de Lee Daniels e Glitter.

Ela disse: “Definitivamente quero fazer mais filmes. Eu gosto muito de trabalhar no mundo do cinema independente e tenho sido muito abençoada por trabalhar com Lee. Ele é alguém que só acreditou em mim, pois não quis me classificar, então sou muito grata a ele.”

“Eu tenho um novo projeto muito interessante que está prestes a ser lançado.” – o disco, “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse”, já está nas lojas.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.