Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

mcphooshot

O site BuzzFeed fez uma lista com as músicas do catálogo de Mariah Carey que foram subestimadas. Confira abaixo:

Do álbum Mariah Carey:

[youtube id=”daDLg52sPcQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

1. “Vanishing”

Esta é a Mariah em sua melhor e mais pura forma – com sua voz impecável e  um piano.

Do álbum Emotions:

[youtube id=”d2iNhclrdBU” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

2. “You’re So Cold”
Vá em frente e TENTE ouvir sem ficar ficar em calafrios nos primeiros 30 segundos desta subestimada joia. Esta é a voz de Mariah em seus melhores anos e com suas acrobacias vocais em pleno vigor: os sussurros, whistles e outros componentes. Talvez a melhor, e mais arrepiante introdução de uma canção de Mariah.

Do álbum Music Box:

[youtube id=”ev_Ew-FfACs” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

3. “Do You Think Of Me” (B-side do “Dreamlover”)
Esta faixa bônus do Music Box começa com uma série de tristes “do-doops,” que soam de forma justa, considerando que ela está apaixonada por um cara que já não está mais interessado nela. Embora esta música seja muito escura, pelo menos para os padrões de Carey, a sua voz está mais brilhante do que nunca.

[youtube id=”9y1q_qe06fQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

4. “I Still Believe/Pure Imagination (Damizza Remix)” feat. Krayzie Bone
and Da Brat

De fato, o cover da Fiona Apple para “Pure Imagination” foi ótimo, mas a reinterpretação do clássico de Willy Wonka de Mariah Carey mostra sua criatividade e nuance como produtora, uma vez que ela co-produziu esta música com o Damizza.  Eles misturaram a música com a regravação que Mariah fez de Brenda K. Starr (que, ironicamente ela cantava de backing vocal na gravação original) e
deu uma nova vida para música, refazendo-a em uma batida lenta gostosa, sendo auxiliada por versos do Krayzie Bone. Obs: O Buzz Feed errou, esta música não pertence ao Music Box!

[youtube id=”S-t8KimgGY0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

5. “Everything Fades Away”
Esta canção revela o lado diferente de Mariah Carey, que ainda não tinha sido visto neste momento de sua carreira: a assertividade. A música começa lentamente com Mariah sussurrando para um amor que provavelmente tenha sacaneado com ela. Mas no final da música, ela apresenta  a sua incrível gama vocal.

Do álbum Merry Christmas

[youtube id=”vAOIC737e_k” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

6. “Miss You Most (At Christmas Time)”
Todo mundo conhece o clássico natalino de Mariah Carey, “All I Want For Christmas Is You,”mas poucos ouviram falar de “Miss You Most (At Christmas Time),” outra obra-prima natalina escrita por Carey e produzida por Walter Afanasieff. Embora a música seja bem mela-cueca, provavelmente você e sua alma gêmea ficarão em climas melosos no próximo Natal ao ouvi-lá.

Do álbum Daydream (1995):

[youtube id=”lKFQV_k44mI” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

7. “Melt Away”
A música apresenta todos os elementos das melhores músicas de Mimi: sua voz sensual nas notas mais graves, uma compositora incrível (com letras como “When you look at me I go soft and cave in / and I can’t conceal that I’m slowly weakening”), e também a sua marca registrada, o melisma e o famoso whistle. É uma vergonha absoluta a música não receber o brilho que merece, mas é a hora de deixarmos você d-e-r-r-e-t-e-r com esta batida.

[youtube id=”58thmZu8AI8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

8. “Underneath The Stars”
Ao longo de sua ilustre carreira, Mariah sempre quis que as pessoas soubessem de uma coisa: Ela é uma compositora.“Underneath The Stars” é uma de suas canções favoritas, e é fácil perceber porquê. Ela leva o ouvinte a viver uma viagem, descrevendo uma noite de verão com um ficante, que especificamente ela consegue fazer que você se sinta em toda aquela grama que ela cita, e também carícia de uma “brisa morna e suave”, como você faz ao se deitar ao lado da pessoa amada.

[youtube id=”1g48aL_Dkm8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]
9. “When I Saw You”
Os Lambs sabem o poder desta balada clássica de Mariah Carey – mas é com o tempo que ela recebe o seu devido valor e se junta a lista das “Maiores Canções de Amor da História”. Mariah narra o momento que um amor à primeira vista consegue alterar e desvastar a vida de alguém, a sua entrega a música é tão arrebatadora, especialmente quando canta os trecho , “I could not breathe / I fell so deep,” seu peito aperta com cada nota. A música narra como é possível acreditar neste tipo de transformação à primeira vistan(“And I thought it was all untrue / Until there all at once I knew”), dando ao final da música algo de muito mais peso.

[youtube id=”q3GUcRMXCxI” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]
10. “Slipping Away” (B-side de “Always Be My Baby”)
O que destaca mais esta faixa é o fato de Mariah Carey incorporar os elementos do “doo-wop” juntamente com o R&B contemporâneo, mostrando que eles realmente funcionam em harmonia. Sua voz tremula está completamente encantadora, e o “dum dum” do contrabaixo na música também é contagiante. É uma batida melosa dos anos 90. Você vai ter que se esforçar para tirar esta música música do repeat.

Do álbum Butterfly (1997):

[youtube id=”qi5oxzttjgo” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

11. “The Roof”
Chega ser insano em pensar que “The Roof” não se tornou um hit monstruoso do R&B, mas de alguma forma ela nunca teve o seu devido valor. Não é apenas o vídeo mais sexy de Mariah, mas também é uma música que ainda soa como algo tão fresco, sensual, atual e ela te estimularia fazer a bebês nos dias de hoje, como fez em 1998. A letra super irresistível, mostrando um novelão romântico, além de ser muito bem escrita. Sem dúvida alguma, esta música vai fazer com que você se lembre de sua última escapadinha sexual.

[youtube id=”BEOmuWHXxf8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

12. “Babydoll”
O lançamento do Butterfly não somente mostrou a evidente despedida de Mariah Carey das grandes baladas que ela cantou no início dos anos 90, mas sim, também era o despertar sexual para a cantora. Em “Babydoll”, ela canta: “Zoning out thinking ‘bout you and me between the sheets / Iwanna get intimate but you’re not within my reach.” O primeiro single deste álbum, “Honey,” mostrava um apelo sexual de forma aberta, mas “Babydoll” é seu oposto polar, combinando uma doce melodia com um letras sedutoras e amorosas.

[youtube id=”bC7V9dn1rC8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

13. “Breakdown” feat. Krayzie Bone and Wish Bone
“Breakdown” é a música mais real escrita por Mariah – para quem está passando por uma separação ou para quem sabe a dor de um amor não correspondido.Esta canção mostra em linha reta todas as suas defesas e faz com que você reconheça todos os seus sentimentos – TODOS OS SENTIMENTOS. Quero dizer: “Friends ask me how I feel and I lie convincingly / ‘Cause I don’t want to reveal the fact that I’m suffering / So I wear my disguise till I go home at night / and turn down all the lights and then I break down and cry”

A maneira que Mariah segura o espelho e sua força, faz com que reconhecemos a sua dor. Nós entendemos o recado.

Do álbum  #1’s (1998):

[youtube id=”vefhY2RfM_0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

14. “Sweetheart”

“Sweetheart” mostra a magia da relação de longa data entre MC e Jermaine Dupri. Mariah Carey foi a pioneira, e agora onipresente, entre o casamento do hip-hip/R&B com a música pop em meados dos anos 90, e com o Butterfly, ela levou esta batida mais a sério e mostrou o seu lado mais ousado.

Do álbum Rainbow:

[youtube id=”C-7t1quOxQw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

15. “Bliss”
“Bliss” é uma balada de outro nível. ESTA canção você pode colocar para ouvir quando quiser fazer um bebê ou quando quiser deixar seu namoradinho de olhos arregalados. Metade da música mostra Mariah com seus famosos whistles e a outra metade mostra Mariah com a voz mais grave, fazendo com que demonstre o seu controle vocal único. Ela te trás de volta à vida, como quando as folhas que estão sendo aquecidas pelo sol da manhã.

[youtube id=”bsT6wydmvR4″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

16. “Crybaby”:

Uma canção de ninar melancólica para adultos,“Crybaby” mostra a sua versatilidade como artista; a sua voz tipicamente sedosa fica rouca quando ela narra a história de que está andado pela casa de seu novo namorado durante uma noite de insônia, com uma garrafa de Bailey’s Cream na mão e pensando como seria se tivesse dormido com seu ex.

Do álbum Charmbracelet (2002):

[youtube id=”ypZB2QbxwrU” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

17. “Irresistible (West Side Connection)”
Talvez o Charmbracelet seja o álbum mais esquecido de Mariah, mas ele tem algumas jóias que mereciam o seu devido valor, pois são infinitamente cativamente. “Irresistible (West Side Connection)” é uma música dançante, com uma batida old-school – com uma plataforma giratória de luzes – ela é timidamente divertida – soa como um doce marca registrada de Mariah.

[youtube id=”E9rk1e1T_po” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]
18. “Boy (I Need You),” feat. Cam’Ron
Esta faixa prova que Mariah não precisa gritar em uma música para dar vida à ela. É divertida,  apaixonante, porém ela é definitivamente  Mariah em seu melhor estilo de ser. Esta música é uma das favoritas dos fãs, mas talvez fique perdida no meio do catálogo de grandes sucessos da cantora.

Do álbum The Emancipation of Mimi (2005):

[youtube id=”1AhZINGj–8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

19. “Circles”
Esta canção faz parte do disco que trouxe Mariah de volta ao topo das paradas, o The Emancipation of Mimi, e demonstra o retorno da cantora no melhor estilo diva de ser. Ela grita e sussurra, em um movimento que vai crescendo e decrescendo, como se tivesse a caminho de algo. Ela música poderia estar perfeitamente em seu álbum Emotions, diminuindo o conjunto de qualidades vocais que ela exibiu naquele álbum. No entanto, esta gravação é estelar.

[youtube id=”-yxHnAXZqhA” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

20. “Say Somethin’” feat. Snoop Dogg

O Neptunes estavam em seus melhores anos em termos de criação. Em 2006, os fãs talvez foram recebidos com estas batidas muito cedo, mas quase uma década depois, elas parecem na medida certa. Basta colocá-la em uma próxima festa que você der e verá as pessoas curtindo esta vibe – acho que é o casamento perfeito entre “Tell Me” do Groove Theory com “That’s The Way Love Goes” da Janet Jackson.

[youtube id=”KsI8B2w9Mvw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

21. “Fly Like A Bird”
Mesmo se você não acredite em uma divindade onisciente, onipotente e onipresente, ainda assim, você ficará comovido pela convicção com que Mariah canta esta música. Ele também inclui todos os ingredientes que uma excelente canção de Mariah deve ter: vocais impressionantes, produção impecável, um coral de igreja tremendamente talentoso. Ouça esta joia desvalorizada, e deixe o espirito de Mariah te envolver.

Do álbum E=MC² (2008):

[youtube id=”ckDYo0Zrgsk” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

22. “For The Record”

Esta gravação é um deleite, porque inclui um fundo orquestral. A voz de Mimi embaralhando com os violinos ao fundo é completamente genial. E os presentes não param por aí – Carey usa esta música como uma oportunidade de fazer referências a suas outras músicas (“Underneath the Stars,” “We Belong Together,” “Can’t Let Go,” and “Honey” ) com seu grande catálogo
de hits: ” I told you underneath the stars that you belong to me/ For the record / It’s obvious that we just can’t let go of us, honey.”

Do álbum Memoirs Of An Imperfect Angel (2009):

[youtube id=”ywPcvugISGo” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

23. “It’s A Wrap”
Qual é a melhor maneira de você dar um fora em seu ex, dizendo o que você fez de errado e ainda assim falar para ele “É o fim” A canção conta a história de uma Mariah “tão inconsequente”, que finalmente diz ao seu homem para colocar toda a sua “merda no elevador” e o “cai fora querido”, e o resultado disto tudo é uma deliciosa e atrevida canção de pé na bunda, tornando-se o melhor hino para fim de relacionamentos que Mariah já fez.

Do álbum Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse (2014):

[youtube id=”EEGa1YV3Ltk” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

24. “Faded

É difícil de acreditar que Mariah Carey,uma das estrelas mais duradoras da história da música pop, tem dominado o mercado por incríveis 24 anos. Apesar de seu mais recente álbum, Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse ter tido vendas relativamente baixas, o álbum conta com algumas de suas melhores gravações de toda carreira. “Faded” reúne todos os elementos que admiramos em Mariah: Como o seu tom amanteigado, seu alcance vocal incrível e uma letra muito profunda.

[youtube id=”OibSqyhtUb0″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

25. “Dedicated”

“Dedicated” não faz segredo algum ao ser uma canção que fala do passado. A música abre com ela e o chefão de sua gravadora, Steve Stoute, falando sobre os momentos mais nostálgicos do hip-hop, então ela canta: “I’ll just sit right here and sing that good old school shit to ya,”, enquanto toca ao fundo um sample do Wu Tang. Ela soa melancólica, ansiando docemente relembrar um momento diferente na música (e de vida): “Long lost friend from way back when / Eric B. was president /Tell me where the melody went.” Vinte e quaro anos depois de ter lançado o seu primeiro disco, “Dedicated” soa como um grande passeio por sua história.

Deixe sua opinião

    a musica de Mariah mais subestimada em minha opinião é circles, essa música é perfeita, um de seus maiores desempenhos vocais e no mesmo album ‘ i wish you knew’ também onde ela registra um de suas maiores notas e whitles mais alto

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.