Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

1780688_579278892175922_5888475954185869156_n (1)

Depois de sofrer duras críticas em seu show de estreia em decorrência de ‘supostos problemas vocais’, parece que Mariah Carey finalmente encontrou a boa forma em sua turnê mundial. O show realizado na última segunda-feira, 6, em Yokohama, já dava evidência que Mariah estava ciente de que precisaria provar para a imprensa  e para as pessoas que ainda era detentora da melhor voz que surgiu no cenário musical nos últimos 23 anos.

O show em Seul serviu para Mariah Carey voltar à boa forma, não com ela mesma, mas sim com o público em geral. Mariah pareceu fazer este show com vontade, como se precisasse trabalhar sob pressão para dar o seu melhor e de certa forma, calar a boca, no bom sentido, das pessoas que desmereceram o seu trabalho nos últimos dias. Diferente da blogosfera, os fãs da Ásia estão muito felizes pelos shows e por Mariah retornar por lá depois de tantos anos.

Como citamos anteriormente, Mariah está mais acessível com os fãs, ela simplesmente ignora/evita a imprensa, mas ontem, pela primeira vez desde maio deste ano, Mariah falou com imprensa após o seu show na Coreia do Sul. Também foi a primeira vez que a imprensa local foi liberada para tirar fotos. Mariah está disposta a ouvir os fãs e saber o que eles realmente querem nos shows.

Diferente das outras turnês, ela está aceitando as sugestões dos fãs em adaptar a setlist para cada show (ela tentou fazer isto na Charmbracelet, mas sabemos que o gosto dela prevaleceu. Aqui no Brasil o público escolheu UMA música em Barretos, “I Still Believe”), então cada concerto tem sido uma verdadeira caixinha de surpresa. Os fãs que chegaram cedo ao local onde seria realizado o show de ontem ouviram a passagem de som e informaram nas redes sociais que a banda de Mariah tinha passado o som de “Petals”, “Rainbow (Interlude)” e “All I Want For Christmas Is You” (como noticiamos em nossa fanpage do Facebook). “Petals” foi uma das mais votadas entre a pesquisa que Mariah fez no Twitter, já “All I Want For Christmas Is You” tornou-se o seu sucesso de catálogo mais requisitado nos últimos 10 anos (todos os anos, a música retorna às paradas de sucesso com a proximidade do Natal).

Mariah abriu mão de “Hero”,  “Make It Happen” ( talvez pelo fato de a Ásia ser uma região muito complicada e conflituosa com as religiões ela esteja evitando as músicas Gospel), “It’s Like That” (rola um sample durante “Honey”), “Dreamlover” e neste último show, “I’ll Be There”. A princípio achamos um pouco estranho não ter “Hero”, porque apesar da própria Mariah não ser tão fã desta música, ela é um dos pontos altos do show (vide Barretos), mas não podemos reclamar. Nós, fãs, sempre ficamos chateados com a mesmice no setlist, pois ela tem um vasto catálogo de sucesso, entre as 18 canções que foram número 1, algumas delas não são cantadas há uns 10 anos (“Someday”, “Love Takes Time”, “Thank God I Found You”, “I Don’t Wanna Cry” e por aí vai)

Mariah estava radiante no palco em Seul, diante de todos os problemas que ela passou nos últimos meses por conta de seu divórcio, um CD que não foi tão bem em vendas nos Estados Unidos, ela realmente parece estar bem (e não em transe como a imprensa noticiou um pouco antes da turnê começar). Mesmo tendo subido ao palco com 27 minutos de atraso, ela se retratou com o público ao fazer um discurso lindo antes de cantar “Petals”.

“Eu tenho uma música chamada “Petals” e ela sobre mim quando eu estava crescendo e a minha família. Muitas pessoas se relacionam à ela. São pessoas de outros países, como uma menina da Alemanha que veio falar comigo. Músicas que geralmente não tem uma apresentação ao vivo. É um pouco estranho para mim, porque eu sinto que elas são como uma expressão de quem eu sou, eu de verdade. As pessoas não vêem por este lado, e eu não ligo, porque quem tem que ver isto está vendo.”

Assista “Petals”:

[youtube id=”XtG5ojAyob8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

Assista “Rainbow”:

[youtube id=”vZvF7aQwcmM” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

Com “All I Want For Christimas Is You”, Mariah terminou o show em grande estilo, fazendo com que nos sentíssemos no Natal bem no inicio de outubro. Confessamos que achamos muito estranho ela não ter cantando esta música no Japão, pois foi lá onde ela tornou-se um sucesso massivo em 1994 (É o maior sucesso de Mariah por lá até hoje).

All I Want For Christmas Is You

[youtube id=”ZdgFQIRVyns” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no” maxwidth=”500″]

Óbvio que temos algumas coisas ainda a melhorar no shows, algumas músicas do “Me. I Am Mariah… Elusive Chanteuse” para acrescentar (como “Faded”, que sabemos por seus bailarinos que foi ensaiada), mas podemos dizer que Mariah está disposta a nos ouvir e fazer o melhor para nós, os fãs de verdade.

Estamos ansiosos (DEMAIS) para os shows na China. Será que o tal telão 3D funcionará nos Estádios de lá? Será que teremos novidades na setlist (“Anytime You Need a Friend” , My Saving Grace” e “Crybaby”)? Só nos resta aguardar!

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.