Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

1998-Billboard

Se há uma definição para o cenário musical em 1998, com certeza seria “puro caos”. Definitivamente 98 é o ano ‘ovelha negra’ da década – cheio de curiosidades no que diz respeito as mudanças de estilo e florescimento no gênero. Dar uma olhada na lista de singles que atingiarm a primeira posição do ano, pode ser um tanto quanto desorientador.

Tivemos de tudo: desde os one-hit-wonders Eagle-Eye Chery, com “Save Tonight” e Semisonic, com “Closing Time”, à explosão teen Britney Spears, com o hit “…Baby One More Time”, que tocava em todos os cantos, assim como a boyband *NSYNC – de Justin Timberlake, com a grudenta “I Want You Back”.

Will Smith, com “Get Jiggy Wit it”, o “The Miseducation Of Lauryn Hill”, da vocalista do The Fugees e Madonna, com seu “Ray Of Light”, também fizeram muito barulho em 1998. E Mariah Carey…bem, Mariah cravava mais um hit na primeira posição da Billboard Hot 100 (seu 13º #1 na parada), com a balada “My All”, faixa do álbum “Butterfly”, lançado em 1997, que simboliza a mudança musical e visual da artista, que se libertou de um casamento infeliz, com o empresário Tommy Mottola, e renasceu das cinzas com um de seus álbuns mais aclamados pela crítica (e preferido pela maioria de seus fãs).

Uma Mariah nunca vista antes apareceu em vídeos sensuais, com coreografias, pouca roupa e letras mais ousadas, além de estar visivelmente mais à vontade com o que estava fazendo. Nós agradecemos!

[youtube id=”mIhI23gBBPQ” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.