Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

1549553_536643049804370_8853774481274082595_n

É incrível como a má impressa pode exagerar e ser ruim com um artista , independente de sua experiência profissional ou popularidade. Para Mariah  Carey, a turnê australiana ‘Elusive Chanteuse’, que tinha sido marcada  por antigas críticas negativas da Ásia, sem mencionarmos a incrível apresentação  dela em Perth há algumas noites atrás.

A Adelaide Entertainment Centre Arena não estava completamente lotada quando Mariah Carey fez a sua entrada, com cerca de 20 minutos de atraso, mas vou admitir que fiquei um pouco duvidoso sobre como as iriam se sair.  Não demorou muito para que Carey apagasse todas estas dúvidas no entanto, ao cantar seu hit “Fantasy”, levando a multidão a loucura e fazendo com que eles cantassem junto com ela.

Cada pedacinho da diva estava lá, Carey encantou a multidão com brincadeiras, roupas cheia de jóias e aquela voz icônica. Embora seja óbvio que a voz não seja tão forte como no começo de sua carreira, Carey provou que ainda tem a capacidade de atingir aquelas notas altas incríveis. E realmente, se você for ao show esperando que ela faça algo como na década de 90, você pode ficar decepcionado. Inteligentemente algumas músicas tiveram arranjos alterados, para se adequarem a sua voz atual, ao lado de sua excelente banda, ela montou um show divertido, que tornou uma grande releitura em seu extenso catálogo musical.

Quem liga se ela estivesse em cima do piano falando algo enquanto um grupo de moças estivessem ajustando sua maquiagem ou figurino, ou com uma conversa aleatória com sua banda e as pessoas do setor vip do show, Carey provou ser uma artista que obviamente está confortável no palco e sabe como executar o seu próprio show. Não ficando séria e sempre procurando uma oportunidade para debochar dela mesma com a imagem de ‘diva’, Carey deixou a multidão em pé dançando boa parte do show.

As canções favoritas “Honey”, “Heartbreaker”,Touch My Body” e “Hero”,  naturalmente estavam lá,a assim como um trecho da idolatrada “All I Want for Christmas”, que teve participação de Nathaniel, que foi responsável  pelo show de abertura. Nathaniel teve um bom desempenho no início da noite, embora eu tenha achado que o formato acústico, no qual ele se apresentou, tenha sido um pouco monótono. Não há dúvida que ele é um vocalista talentoso, eu gostaria de vê-lo cantando com uma banda completa e não assim.

Os níveis de energia do show oscilavam, ora ia lá para cima, ora ia lá para baixo, é difícil não comparar Mariah com outras artistas femininas dos dias de hoje, especialmente porque há 1 ano Beyoncé estava neste  mesmo palco. Mas é exagero nosso dizer que as pessoas que estavam lá gostariam de ir embora. A multidão adorou Mariah e ela parecia estar  amando aquela atmosfera também. Ela disse uma vez no inicio de sua carreira que seus ícones musicais precisavam ser aplaudidos de pé, e não  há dúvida de que, para muitos de nós que acompanhou a sua carreira desde os anos 90 e início dos anos 2000, também gostaríamos de aplaudi-la de
pé.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.