Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Natal e reveillon batendo na porta, 2014 quase acabando e a revista Rolling Stone fez uma lista com os 20 melhores álbuns de R&B lançados este ano. Mariah Carey aparece na lista com o seu mais recente trabalho, “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse”, que foi lançado em Maio e divulgado na turnê “The Elusive Chanteuse Show”, que já percorreu a Ásia, Oceania e deve ganhar mais datas em 2015 na Europa, Ámérica do Norte e Ámérica do Sul. Confira abaixo o que eles disseram sobre o 14º álbum de estúdio de Mariah Carey:

2014: Um ano com amores difíceis, cantoras indescritíveis, realezas púrpuras e muito mais

O R&B no ano de 2014 foi fascinante e com lançamentos de tirar o fôlego. De FKA Twigs e Tinashe à Mary J. Blige e Prince, além de nossos clássicos favoritos, como Mariah Carey e Sharon Jones. Tivemos também Jessy Ware, August Alsina, Kelis e dueto de Babyface e Tony Braxton em “Love, Marriage & Divorce”. Há algo para todos os gostos, jovem ou velho (de coração ou não).

18. Mariah Carey – “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse”

Ninguém canta como ela, ninguém faz inimigos constantemente como ela, e definitivamente ninguém intitula um álbum como Mariah Carey“Me. I Am Mariah” não é um dos melhores álbuns de Carey, mas teve uma melhora significante desde seu antecessor: o arrastado e morno “Memoirs Of An Imperfect Angel”, de 2008.

Alguns créditos vão para Jermaine Dupri, um dos colaboradores e supervisores de Carey, adepto das transposições que Mariah faz muito bem – cantar, ser nostálgica e as colaborações com rappers – em uma armação sonora contemporânea. Mas a maior parte do crédito vai para a própria Mariah, sempre bem-humorada, engraçada e relacionável. E, sim, “#Beautiful”, um lindo, dueto retro-soul com Miguel, está oficialmente escrito com a hashtag no título da música.

E ela dá uma humilhada em um garanhão aí – “Eu fui a melhor coisa que aconteceu com o seu rabo” – em “Thirsty”, que começa ao som de uma champagne estourando e a bebida enchendo uma taça. Mariah Carey está com quase 45 anos e ainda dá um banho em m mundo que gira em torno da juventude.

Para ver a lista completa, clique AQUI.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.