Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Exbindo suas notas agudas em temporada de shows natalinos

Mariah Carey teve um ano tumultuado: Ela tem lidado com os rumores de  divórcio de Nick Cannon, que foi seu marido por seis anos; seu novo álbum  de estúdio falhou com todas as esperanças que a super estrela apostava nele, e  após uma série de apresentações meia boca ao vivo, muitos temiam que a cantora tinha perdido a voz.

Na noite desta terça, os fãs e admiradores de Carey, tanto os mais jovens como os mais velhos, foram ao Beacon Theater em Nova York assistir o concerto “All I Want for Christmas Is You: A Night of Festivity and Joy,”o segundo de uma série de seis apresentações que a cantora fará por lá. Embora houvesse muita pressão, Carey conseguiu entregar vocais incríveis e espalhar a alegria natalina e ao mesmo tempo lembrando os fãs o seu único e verdadeiro amor: a sua música.

O show começou por volta das 20:15, as luzes se apagaram e multidão começou a chorar com antecipação. Momentos depois, a cortina vermelha que estava escondendo o palco do público se levantou, e mostrou Carey usando  um elegante vestido branco e espumante, o público ovacionou sua aparição.

A primeira canção da noite, o clássico natalino “Hark! The Herald Angels  Sing,” está em seu primeiro disco natalino de 1994, Merry Christmas. Carey cantou a música sem esforço algum, e ela continuou neste ritmo  durante a noite toda. Depois Carey cantou “Charlie Brown Christmas”, uma canção de seu segundo disco natalino, Merry Christmas II You,  lançado em 2010. Ela ganhou o público novamente, exibindo um controle  impecável de respiração enquanto dançava junto com seus dançarinos. Durante a uma hora e meia de show, a alegria contagiou o local, algo que faria até mesmo sair um sorriso do rosto de Grinch (famoso personagem  norte-americano anti-Natal)

Recentemente, as performances ao vivo de Carey têm sido duramente  criticada por ficarem além dos padrões estratosféricos estabelecidos  pela cantora em seu apogeu. Mas, pode ser duro para alguns fãs admitirem,  mas os anos 90 já se passaram. A voz é um instrumento orgânico, e  houveram momentos durante o concerto que Carey adaptou as suas músicas clássicas para a voz que ela tem agora, que embora ainda tenha um tom e alcance incrível, ela perdeu um pouco de seu brilho. O momento mais perceptível foi quando Carey cantou “Joy To the World”. Embora ela tenha  feito um excelente desempenho,Mariah não pode cantá-la da mesma maneira  que ela fazia há 20 anos.

Quando Carey não estava cantando, ela estava brincando com os fãs, rindo  com os dançarinos, ou exibindo alguns de seus momentos “divas”, fazendo  brincadeiras com a personalidade que ficou conhecida. Ela caminhou pelo  palco várias vezes estendendo os braços para seus fãs e dizendo o quanto  ela apreciava todos que foram assistir seu show.

Embora o Natal fosse definitivamente o tema da noite, Carey cantou algumas músicas surpresas fora de seu catálogo festivo. Ela cantou dois de seus grandes clássicos dos anos 90, a multidão foi a loucura quando ela fez uma interpretação empolgante de “Emotions,” de seu disco de 1991  que levava o mesmo nome, além de uma apresentação emocionante de “Hero,”   música que de seu álbum “Music Box”,  de 1993.

A última música da noite foi “All I Want for Christmas Is You.” O clássico moderno começou a tocar e o público ainda estava se recuperando  da emoção derramada durante “Hero,”. Todos olharam super empolgados para  Mariah Carey, pois este era o momento que todo mundo estava aguardando. O  desempenho muito criticado em Rockefeller Center foi completamente
esquecido. A canção foi executada sem contratempos e o público cantou  alegremente cada palavra da canção junto a Mariah.

Na noite de terça-feira, Carey lembrou seus fãs uma coisa fundamental: o seu talento. O cabelo grande vai e volta, vestidos chamativos eventualmente saem de moda, mas enquanto a voz de Carey continuar ali, ela sempre terá seus dias de glória. O mesmo acontecerá conosco.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.