Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Os fãs de Mariah Carey tiveram uma longa espera para vê-la cantando novamente em Manchester.

A última vez que a estrela visitou o Reino Unido para concertos foi há mais de 10 anos – e desta vez ela deixou a multidão esperando um 45 minutos do horário programado – ela se atrasou.

Mas ninguém parecia se importar. O que seria um show de Mariah Carey sem um toque diva no final das contas? A demora não foi tanta para seus fãs muito dedicados.

E eles foram a loucura quando ela fez a sua entrada triunfal no palco, deitada em um sofá e sendo segurada por sua trupe de bailarinos durante a apresentação de Fantasy Remix.

A música que foi número 1 em 1995 foi que deu o nome para sua nova turnê, a Sweet Sweet Tour, que foi uma viagem nostálgica através de seus maiores, que ela tem ensaiado com bastante frequência, já que estava realizando um concerto com suas canções em #1 no Caesars Palace.

Seu desempenho desta noite foi inspirado demais em um cabaré: com um collant maravilhoso bem brilhante, fazendo ela parece uma showgirl de Vegas.

As baladas Emotions e My All levaram ao público a loucura durante o começo do show, mas foi em Always Be My Baby que deixou todo mundo delirando, o número foi acompanhado por fotos de filhinhos fofos dela no telão.

“Vocês conhecem esta aqui?”, brincou ela quando saiu do palco e fez uma troca de roupa. Ela voltou usando um vestido rosa maravilhoso.

Trey Lorenz apareceu para cantar com ela o cover do Jackson 5, I’ll be Rhere, antes dela sair do palco para ele cantar um cover de Michael Jackson, Rock With You, para Mariah sair do palco e trocar de roupa.

Ela voltou com um modelito maravilhoso e um fã sortudo foi levado ao palco para dançar com ela em um número sensual durante um medley de R&B no show.

A produção poderia ter sido um pouco melhor para um grande show, a produção deixou um pouco a desejar, mas na verdade, todo mundo estava lá é para ouvir a voz e não ver o show.

E a voz mostrou mais uma vez que ainda é aquela mesma que todos nós queríamos ouvir. Atingindo todas aquelas notas e fazendo aquelas assobios, ela provou que a sua voz ainda tem muita potência e que sabe usá-la muito bem.

Em Heartbreaker, ela mostrou a sua famosa gama vocal de 5 oitavas em sua plenitude, e isto não é tão fácil, já que ela estava dançando durante todo show.

A parte que o público mais cantou junto com ela foi em sua famosa regravação de Phil Collins, Against All Odds, e também em sua colaboração com o Boyz II Men, One Sweet Day, e também o dueto póstumo com Whitney Houston levou todos a loucura. O que poderia ser facilmente ter ficado macabro, mas conseguiu ser um tributo muito comovente.

De Hero para We Belong Together, e finalmente no fim cantando Without You, que facilmente foi uma das favoritas dos fãs. Porém, quando ela fechou o show com Fly AWay (Butterfly Reprise) cantando algumas linhas da música, deixou todos empolgados. E foi isto, ela brilhou durante a noite toda.

Nota: 4/5 estrelas.

Fonte: Manchester Evening News

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários

mc-mainban.jpg
MAPA_MARIAH_1080x1080.png
612F932F-C378-44E6-AE2A-9F048D214AC7.jpeg
047561D9-1827-41C1-A378-A12A30362154.jpeg
9D8F74C8-EC9A-431F-B58F-FBE25F042F72.jpeg
IMG_2926.jpeg
IMG_2940.jpeg
12ffe3ce-9e97-44e3-a0c5-e02c498ab734.jpeg
f29d29d3-4d05-4a43-acd2-67c4b6d01551.jpeg
bc19b23a-27a4-44a1-862e-90018f6fcb61.jpeg
72d5ee3c-8c5d-4111-83c0-e38e0409433c.jpeg
b6d58f00-addc-4c67-b808-1d1f6dbf0a74.jpeg
2e5c2dd3-31b5-44b3-8cbe-4d1ae39b26b7.jpeg
386c9188-35e1-4f11-97c2-4a256a3b27b9.jpeg
a2036740-8738-496f-8679-f2890c17af58.jpeg
d013f9ff-b103-4719-b228-23d4ab031a0f.jpeg