Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.
Mariah Carey photographed while performing circa 1990s. Foto: Bob King/Redferns.

Mariah Carey fotografada durante uma performance nos anos 90. Foto: Bob King/Redferns.

Desde que Mariah Carey lançou “Vision of Love” em 1990, a “belter prolífica” nos deu trilhas sonoras para ambos os amantes e solitários. É a melhor tratada pelos sucessos de Carey que fala dos corações. Se espojando (hey, quem não estava lá) ou movendo-se para a frente e para cima (de preferência no clube), há um clássico crescente da sua carreira de 25 anos de duração (e contando) que pode ajudá-lo.

Aqui estão 9 faixas que para a Billboard são para quando os tecidos e vinho não forem o bastante para você cortar:

Butterfly – 1997

[youtube id=”stcdNj0SANw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Mariah a escreveu, o título profundamente pessoal do seu sexto álbum, durante a separação do seu primeiro marido, Tommy Mottola. “Naquele momento eu realmente acreditava que eu ia voltar para o casamento – eu não achei que eu fosse deixá-lo para sempre”, disse ela depois da música, que ela se chama de sua balada favorita.

Up Out My Face (feat. Nicki Minaj) – 2010

[youtube id=”5i7GEMQC2IY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Certa vez, a quase “Monstra” Nicki Minaj e Mariah Carey se deram bem o suficiente para que unissem forças para esta capacitada música, perfeita para deixar alguém especial saber que o passeio chegou ao fim. Claro, o vídeo parece um pouco com um anúncio sexy da Target – mas quem melhor para tirar você do medo (de ficar só) que duas das maiores divas da música (com uma assistência de The-Dream e Tricky Stewart)?

H.A.T.E.U. – 2009

[youtube id=”yd8wMObmm38″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Claro, Mariah é tão boa com um beijo como qualquer uma – mas nesta faixa clássica, ela admite que nem sempre é a coisa mais fácil. A canção que fala “Eu não posso esperar para te odiar” em seu refrão é instantaneamente memorável, e forneceu combustível para um dos mais inspirados (com parceria de Gucci Mane) remixes do tipo late-aught.

Heartbreaker (feat. Jay Z) – 1999

[youtube id=”kMCGvtlL4fw” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Este além de viciante, single número 1 no Hot 100 (o primeiro de Jay-Z), Mariah mostrou que um rompimento não precisa ser moroso. Tocou? Basta ligá-lo em uma canção de sucesso, de preferência com a produção do robusto nova-iorquino DJ Clue.

Shake It Off – 2005

[youtube id=”jZVdDl_asYY” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

O título desta faixa irresistivelmente saltitante diz tudo: despeje o perdedor já. “Você não vale o meu tempo, então eu estou te deixando para trás”, canta Carey – apenas duas das inúmeras verdades duras ela diz durante toda a canção. Com o colaborador de longa data Jermaine Dupri por trás para agitar a batida, inspirada por Usher, é difícil isso dar errado quando você estiver na necessidade de um impulso do ego.

Breakdown (feat. Krayzie Bone and Wish Bone) – 1997

[youtube id=”bC7V9dn1rC8″ align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Esta harmonia carregada deixou Mariah (e a corte Bone Thugs) mantendo tudo muito real sobre o quão difícil pode ser manter as coisas em conjunto durante até mesmo a mais amigável das separações. Krayzie Bone e Wish Bone (e algumas aves otimistas piano no fundo) fecham o hino de queimada lenta.

Crybaby (feat. Snoop Dogg) – 1999

[youtube id=”TyztvjS5WMc” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Mais uma vez, está tudo no título. Este single vivo mostra a cantora incapaz de dormir, consumida por pensamentos de um ex-amante. Tenha cuidado com as mensagens de texto na nostalgia do vídeo, e o angustiante arremesso de comida – tudo muito relacionado.

Always Be My Baby – 1996

[youtube id=”LfRNRymrv9k” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

Uma das mais icônicas músicas de Mariah… bem, a mais otimista sobre corações partidos e rompimentos, delicadamente. A pista quase ameaçadora (“Você não sabe que você não pode escapar de mim”; “Você nunca vai me abalar”) encontra a cantora completamente certa de que ela e a despedida de seu namorado é apenas temporária. Bom para um impulso de confiança.

We Belong Together – 2005

[youtube id=”0habxsuXW4g” align=”center” mode=”normal” autoplay=”no”]

“Quando você saiu eu perdi uma parte de mim”, canta Mariah – e toda a nação, com o coração partido ou não, canta junto.


Publicação: Billboard (24 de setembro de 2016)
Escrito por: Charne Graham

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.