Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

“Caution”, 15º disco de Mariah Carey, repara os erros do álbum anterior, “Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse” (2014). Os títulos dizem bastante: antes pomposa e elusiva, ela volta simples e direta. Mariah desce do trono sem perder a majestade.

Seu disco lançado na sexta-feira (15) tem:

  • Dez faixas em 38 minutos, sem enrolação, com pop e r&b divertidos, vide “A No No”. Essa tem sample esperto do remix de “Crush On You”, de Lil’ Kim, Lil’ Cease e The Notorious B.I.G.
  • Flertes com o rap, especialmente na melhor faixa do álbum, “The distance”, com participação de Ty Dolla $ign e produção de Skrillex.
  • A voz dela não está no auge, mas já é bem melhor do que no disco anterior. Há uma eficácia sutil. A única balada do tipo “piano e vozeirão” é “Portrait”, a última faixa.


Além de Skrillex, outros produtores ajudam a tornar o som mais atual. Um deles é Nineteen85, parça de Drake em hits como “One Dance” e “Hotline Bling, que produz para ela “GTFO”. Não é das melhores do disco, mas pelo menos tem uma letra atrevida que ajuda a dar o tom direto de “Caution”.

O inglês Blood Orange, queridinho do pop alternativo, ajuda a compor e produzir a ótima “Giving me life”. Ele mistura seus sintetizadores ao vocal de Mariah, que passeia mais pelos graves que por malabarismos agudos. Tudo suave.

A modernização não é forçada. Aliás, parece que os produtores fazem mais esforço para se encaixarem no trabalho de Mariah do que o contrário. DJ Mustard desacelera seu rap festivo na minimalista “With you”. O batidão de Timbaland vira um balanço leve em “8th grade”.

No fim das contas, os shows cancelados no Brasil no fim de 2016podem compensar: se for para ela trocar a ausência na turnê daquele disco pela presença nesta fase recuperada, por mim tudo bem.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários

IMG_3709.jpeg
heartbreaker.jpg
IMG_3680.jpeg
IMG_3641.jpeg
IMG_3642.jpeg
344BDA56-1C2B-4C54-92BF-B671ED08906F.jpeg
E0000A7C-B0BD-4347-9EA1-AB2D21146DF5.jpeg
IMG_3372~0.jpeg
IMG_2973.jpeg
9DE518D4-8F92-4FE3-B914-DBA9BF2FCC81.jpeg
IMG_3119.jpeg
E0BA3E6B-0938-4560-9EE9-5628E11786EB.jpeg
mc-mainban.jpg
MAPA_MARIAH_1080x1080.png
612F932F-C378-44E6-AE2A-9F048D214AC7.jpeg
047561D9-1827-41C1-A378-A12A30362154.jpeg