Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Mariah Carey nega as alegações de que permitiu que um de seus funcionários disparasse ofensas raciais contra outro enquanto trabalhava para ela. De acordo com documentos judiciais obtidos pelo site Radar, a cantora está pedindo que o tribunal rejeite a ação movida por sua ex-assistente Lianna Azarian, também conhecida como Lianna Shakhnazarian.

A ex-funcionária está processando Carey por demissão injusta, retaliação, falha em prevenir discriminação e assédio e discriminação racial.

Em seu processo, Shakhnazarian afirma que teve que trabalhar em horários irregulares sete dias por semana. Ela diz que a então gerente de Carey, Stella Bulochnikov, criou um ambiente de trabalho tóxico, incluindo o uso de ofensas raciais por conta de sua armênia. Além disso, ela afirma que foi submetida a abusos físicos que Carey não parou.

Em documentos judiciais recém-protocolados, Mariah Carey nega todas as alegações de irregularidades. Ela diz que as alegações são “totalmente sem mérito”.

Ela acredita que Shakhnazarian entrou com o processo na tentativa de desviar a atenção de seus próprios atos de “extorsão, invasão de privacidade e roubo cometido contra Mariah”. Além disso, ela revela que sua ex-assistente assinou um acordo em 2017 depois de ser demitida.

Carey também diz que não tinha conhecimento de qualquer discriminação ou uso de ofensas raciais por parte de seus outros funcionários. Ela afirma não ter conhecimento de “qualquer comportamento discriminatório, de assédio, de retaliação ou de qualquer outra forma ilegal por parte de qualquer um dos funcionários, agentes, representantes ou contratados independentes dos Réus”.

A cantora quer todo o caso encerrado imediatamente. Ela também quer que Shakhnazarian pague seus honorários advocatícios.

Fonte: Observatorio de Musica

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários

20220805_190404.jpg
MC_28529~112.jpg
MC_28429~117.jpg
MC_28629~109.jpg
MC_28229~127.jpg
MC_28129~128.jpg
MC_28329~121.jpg
NYC.png
295916664_183306274071830_3744212404382977766_n.jpg
297076084_1500179553785709_8016141502334866277_n.jpg
296175487_344806401198858_6252200989467135460_n.jpg
296215472_191755339874253_7921355081659377295_n.jpg
296692825_1770497879965419_4232707895195380203_n.jpg
296243756_3355175478047855_2485133335733437129_n.jpg
FB_IMG_1658974328328.jpg
295548036_430985445608728_7585866555368472491_n.jpg