Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Atenção: O texto abaixo contém spoilers

Beau Tem Medo acaba de chegar aos cinemas brasileiros pela Diamond e, assim como os demais filmes de Ari Aster, tem dado o que falar. Sucessor de Hereditário e Midsommar, o longa produzido pela A24 é estrelado por Joaquin Phoenix.

Descrito como uma “odisseia épica”, o filme é, definitivamente, uma narrativa densa e recheada de momentos que vão deixar a audiência extremamente tensa e ansiosa para cada novo passo do protagonista. Entre tantos momentos memoráveis – pelo bem ou pelo mal -, há uma cena de sexo que com certeza será discutida por todos que tiveram acesso ao projeto.

Em entrevista ao Mashable, Aster e Phoenix revelaram os bastidores da sequência que se desenrola no terceiro ato do filme. Nela, Beau e Elaine (Parker Posey) estão prontos para transar, mesmo que o ambiente e o contexto geral sejam totalmente contra o ato. Antes de se entregarem, a personagem coloca uma trilha sonora. A música “Always Be My Baby”, de Mariah Carey, toma conta da cena.

Beau carrega um medo durante toda a sua vida adulta de que terá a chance apenas de um orgasmo na vida, e ele será responsável por sua morte. No entanto, quando chega ao clímax da relação, ele sobrevive – o que não pode-se dizer de sua companheira. Quando ele “chega lá”, Elaine morre e tem seu corpo petrificado, como uma estátua.

No set, a atriz foi substituída na última sequência por um manequim moldado pelo corpo de Posey, sob cuidados do designer de efeitos protéticos Steve Newburn. “Parker e eu conversamos um pouco sobre em que posição ela estaria, porque tínhamos que descobrir isso com bastante antecedência”, disse Aster,. “Precisávamos saber em que posição ela estaria no momento de sua morte [para fazer um manequim que funcionasse na cena].”

Para deixar a situação ainda mais complexa, Parker precisou “manter aquela expressão enquanto o molde de vida era feito”, uma tarefa árdua para a atriz. “Estou feliz que não fui eu que tive que fazer isso”, disse o cineasta. Sobre o processo, a atriz ponderou: “Às vezes os atores precisam fazer essas coisas.”

“Sou fã de Parker há tanto tempo”, disse Joaquin Phoenix sobre voltar a trabalhar com a estrela após Homem Irracional. “Fiquei muito animado por ela ter sido escalada para este filme. E ela foi simplesmente perfeita. Às vezes você trabalha com atores e eles te surpreendem. E quando eles fazem isso, você encontra algo novo em sua própria performance que você não sabia esperar porque você está apenas reagindo a eles. E Parker continuou me surpreendendo. Adorei trabalhar com ela. Há algo muito emocionante nessas cenas.”

Por fim, ainda há um fato curioso de como Mariah Carey foi parar em Beau Tem Medo. Após a escolha de “Always Be My Baby”, Aster precisou mandar a cena em que a música toca para a cantora, a fim de fechar o licenciamento de uso da música. Ela disse sim e, empolgada de estar indiretamente no projeto, ainda foi à estreia do filme. “Ela me disse que realmente gostou da cena”, disse Aster ao Mashable, “escrevi uma carta para ela. E ela ficou, eu acho, tocada pela carta.”

Beau Tem Medo está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Fonte: Portal Terra

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários

IMG_5871.jpeg
IMG_5869.jpeg
IMG_4969.jpeg
3AAA15D5-3F11-44AB-98E4-0FB46A313FC7.jpeg
7A5507E7-43E2-4CDD-9DAE-64D98636F4AD.jpeg
1A5AA04C-5572-42A6-B2DF-602BE02F7BB0.jpeg
F048D0AA-1D10-4D23-BDF4-149FB181B56A.jpeg
57E5416A-4C6A-4D51-82C8-97F4E409B8DC.jpeg
IMG_4474.jpeg
IMG_4473.jpeg
C32A4454-1878-4905-BDA5-9380FEA7DC23.jpeg
IMG_3709.jpeg
heartbreaker.jpg
IMG_3680.jpeg
IMG_3641.jpeg
IMG_3642.jpeg