Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Packer

Uma diva continua sendo uma diva se finge ser uma diva?

Fontes dão conta que nem todos da equipe de Mariah Carey estavam felizes quando a esquiva cantora assinou para estrelar o documentário Mariah’s World no canal E!. Alguns membros da equipe de Carey aparentemente, temiam que o programa pudesse manchar a reputação da cantora: “Alguém da estatura de Mariah não deveria estar fazendo isso”, disse um deles à Page Six em março. A Page Six relatou que a empresária de Carey, Stella Bulochnikov, respondeu a essa pergunta de maneira bem “sutil”: “Foda-se e não me ligue mais. Você é um idiota.”

A fonte anônima não deveria ter ficado com medo. Não há nada embaraçoso ou preocupante sobre Mariah’s World, que finalmente estreia no canal E! neste domingo. Isso não faz de Carey um alvo de piadas cruéis como aconteceu com Paula Abdul por causa de Hey Paula; Ele (o programa) não a descreve como alguém à beira de um colapso como com Whitney Houston em Being Bobby Brown ou, aliás, a própria Mariah em seu infame episódio no MTV’s Cribs – que foi exibido poucos meses depois de Mariah fazer uma aparição bizarra no T.R.L antes de ser internada por exaustão.

Quando ainda engatinhava, o gênero era muito mal falado e ninguém ainda tinha estabelecido regras de como se fazer um bom reality – as celebridades pós-Kardashian de hoje, sabem como jogar o jogo.

O que nos leva ao Mariah’s World, um reality show que ultrapassa as barreiras: Ele (programa) começa com uma introdução de “Bianca“, a arqui-inimiga de Carey – que é, naturalmente, apenas Carey, com uma peruca marrom e um sotaque britânico auto-conscientemente terrível. “O mundo não sabe o quão terrível [Mariah] realmente é”, ela diz, preparando o palco para uma hora deliciosa de comportamento “exagerado” da diva.

E o show faz o seu melhor para nos mostrar isso. Mariah salta para o mar do iate do seu noivo bilionário, usando um vestido e um colar de diamantes; Ela aparece duas horas atrasada para um ensaio de dança; Ela dá suas entrevistas esparramada em uma espreguiçadeira, vestida com um corpete de couro envernizado e sem calças. Em um certo ponto, ela agita seus cílios enquanto dois assistentes lhe calçam uma sandália altíssima. “Oprah me disse, não deixe ninguém pensar que você não sabe como colocar seus sapatos mais,” Carey suspira enquanto seus assistentes “lutam” com o sapatos. “O problema é que esses sapatos são muito difíceis de calçar. Eu não consigo colocá-los sozinhos. Não vou mentir sobre isso.”

Nesse momento você tem a ideia exata do que se trata o programa. Mariah’s World não é um reality sobre Mariah Carey – é um programa que apresenta a cantora no papel de “Mariah Carey“. Em certo momento, depois de explicar que está prestes a visitar a Europa pela primeira vez em 10 anos, acrescenta, secamente, que isso não pode ser verdade, porque ela nem sequer tem 10 anos.

Os coadjuvantes do reality são, além de Stella Bulochnikov, a nova assistente aterrorizada, o cabeleireiro simpático, os dançarinos – que são totalmente esquecíveis com a possível exceção do dançarino que Carey seria fotografada beijando meses após o programa ter sido gravado. (o relacionamento de Packer e Carey ainda estava de pé quando Mariah’s World estava sendo filmado e, aparentemente, será uma sub-trama ao longo do programa. De acordo com a TMZ, eles terminaram, em parte, porque ele odiava a ideia de ela estar participando de um reality show. Talvez o próximo álbum de Mariah devesse se chamar Ouroboros).

Essa história da Page Six sobre o drama de Mariah com James não é mencionada no primeiro episódio de Mariah’s World. A estreia, entretanto, dá espaço para outra manchete do Page Six piscar na tela: “Por que a empresária de Mariah Carey é chamada de ‘ditadora’?”. “Stella é a coisa mais distante de uma empresária. Ela é produtora de TV “, disse uma das fontes. Se assim for, ela, certamente, sabe como fazer Mariah’s World dar certo… muito certo.

Fonte: Vanity Fair

Depois de se separar do noivo, o australiano James Packer e exigir US$ 50 milhões (aproximadamente R$ 175 milhões) dele, a cantora Mariah Carey parece ter aproveitado o fim de semana a todo vapor e na companhia de Bryan Tanaka, um de seus dançarinos. De acordo com a coluna “Page Six”, Carey e Tanaka foram vistos de mãos dadas no Airbnb Open Spotlight, em Los Angeles, no último sábado e quem encontrou a dupla diz que eles pareciam muito mais próximos que amigos.

Mariah Carey e Bryan Tanaka; juntos além dos palcos | Getty Images

Mariah Carey e Bryan Tanaka; juntos além dos palcos | Getty Images

No mesmo dia, mas um pouco mais tarde, os dois seguiram para o badalado Catch LA, onde encontraram com a agente da cantora, Stella Bulochnikov, para um jantar entre amigos. Quem passou por lá disse que Bryan estava com os braços ao redor do pescoço de Mariah a noite toda, ela, inclusive dava sobremesa na boca dele. A noite terminou com Carey improvisando um “parabéns pra você” ao lado do rapper Future, para a atriz Goldie Hawn, que celebrava naquela noite 71 anos de vida.

As assessorias de ambos não comentam sobre o assunto. Aí tem…

Fonte: Glamurama

Desde a separação com o bilionário James Packer em outubro, a vencedora do Grammy, 46 anos, “vem colocando toda a sua dor em um novo álbum”, uma fonte de Carey revela na nova edição da US Weekly. “Ela quer que ele tenha as grandes baladas tristes que ela tanto é famosa por fazê-las.”

Mariah Carey em Toronto, Canada. Por: George Pimentel/WireImage

Mariah Carey em Toronto, Canada. Por: George Pimentel/WireImage

Para ajudá-la, Carey recrutou o produtor Jermaine Dupri, que co-produziu seu álbum de 2005, o estrondoso The Emancipation of Mimi. “Eles querem recriar essa vibração”, acrescenta a fonte. “Ela quer duplicar seu velho sucesso.”

Como relatamos anteriormente, Carey e Packer cortaram relações depois que eles entraram em uma briga durante as recentes férias na Grécia. Enquanto planejava o casamento a bordo de seu iate, Packer se transformou, de acordo com uma fonte próxima à mãe dos gêmeos Monroe e Moroccan, de 5 anos. “Era como Jekyll e Hyde”, acrescenta a fonte. “De repente ele está como, ‘eu não acho que eu posso fazer isso.'”

Por sua parte, Carey ainda está balançando sua enorme joia. De acordo com a lei da Califórnia, ela não precisa devolver o anel de noivado de 35 quilates que Packer lhe deu em janeiro.

“Se o detentor cancela o casamento, então ele tem de devolver o anel, porque o anel era um dom condicional – a condição de ser o detentor teve que casar com o doador”, Attorney Stacy D. Phillips explicou a nós. “Se o doador o quebrar, então o detentor pode manter o anel. Se decidirem juntos mutuamente para cancelar o casamento, em seguida, o destinatário tem de devolver o anel”.

Publicação: US Weekly por Jamie Blynn em 18/11/2016

Gerente de finanças de Packer teria ordenado o fim do relacionamento.

Segundo o jornal New York Post, Mariah Carey está culpando a cientologia pelo seu rompimento com James Packer. A cantora acredita que o gerente de negócios do ex-noivo, Tommy Davis, que além de ser cientólogo, era porta-voz da igreja, teria ‘ordenado’ à Packer terminar o noivado com ela.

De acordo com algumas fontes, desde que Davis assumiu o controle das finanças de Packer e colocou o bilionário australiano em um programa de ‘desintoxicação’ conhecido na igreja como ‘Purification Rundown’, o relacionamento entre eles ficou difícil.

Fontes próximas a Packer, de 49 anos, asseguram que a separação não teve nada a ver com a cientologia, e sim com os gastos excessivos e o drama em torno de Mariah. Carey estava atordoada desde que ele pediu que ela deixasse seu iate na Grécia em setembro e também ordenou que ela saísse de sua casa de Calabasas, na Califórnia, imediatamente (…) Mariah suspeita de Tommy, que passou a gerir as finanças de James e ela acha que ele está controlando-o”, alega a fonte.

Packer – que era um cientologista entre 2002 e 2006 – parecia uma pessoa diferente quando Carey se juntou a ele em seu iate na Grécia em meados de setembro. “A empresária de Mariah, Stella [Bulochnikov] entrou em um confronto com Tommy, e ela exigiu saber o que estava acontecendo. James estava agindo de modo estranho e Mariah perguntou-lhe diretamente: ‘O que está acontecendo, você está de volta à cientologia?’ Em seguida, ela foi informada por sua equipe, ‘James não está bem e ele não quer que você o veja assim, então por favor vai embora'”, revela o informante, acrescentando que Carey voltou para Los Angeles, e desde então não viu mais o noivo.

“Ela e Packer não se falam desde então (…) foi muito doloroso para ela”, disse o informante.


Publicado por: OFuxico | Foto: Reprodução/Instagram/@mariahcarey
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.