Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Page Six

A coluna Page Six soube com exclusividade que em julho, enquanto Carey estava ocupada em férias em Capri, na Itália, e desfrutando de uma mansão de US$20 milhões nos Hamptons, sua casa em Atlanta foi assaltada.

A polícia confirmou a invasão, mas nos diz que, como “esta ainda é uma investigação aberta, as informações podem ser limitadas”. Não se sabe o que foi levado.

Os representantes de Carey não responderam as mensagens para comentar sobre o caso para coluna.

Um fundo, usando o mesmo nome de várias outras propriedades e interesses comerciais de Carey, comprou a mansão de US $ 5,65 milhões em novembro de 2021. A casa de nove quartos e 13 banheiros possui piscina, quadra de tênis e playground.

Enquanto isso, Carey passou o mês passado na Itália com o namorado Bryan Tanaka e seus gêmeos Monroe e Moroccan.

Fotos do grupo estavam por toda a internet – talvez alertando os ladrões de que a casa estaria vazia – saindo em um iate e brincando no mar. Ela postou a viagem no Instagram.

A cantora de “All I Want for Christmas Is You” também usou as mídias sociais para promover a empresa imobiliária Nestseekers por ajudá-la a encontrar uma residência de aluguel em Hamptons.

A casa Water Mill, apelidada de Eagles Point, está à venda por US$ 20 milhões. Carey pagou mais de seis dígitos por sua estadia de duas semanas.

O roubo foi denunciado à polícia em 27 de julho.

Carey é conhecida por um estilo de vida exuberante. Em 2017, a diva exibiu seu armário  da famosa cobertura em Tribeca para a Vogue, exibindo pilhas de bolsas Louboutins e Birkin, além de recordações de Marilyn Monroe.

Fonte: Page Six

A cantora Mariah Carey, 52, decidiu vender a casa da mãe, Patricia, em Nova York e colocá-la em um asilo na Flórida.

O imóvel, que havia sido adquirido pela família no ano de 1994 pelo valor de R$ 2,3 milhões, em julho deste ano foi repassado a um comprador por um preço equivalente a R$ 4,2 milhões, rendendo assim lucro para a artista.

Segundo o The Sun, Patricia Carey vive em uma casa de repousos cinco estrelas, localizada em West Palm Beach, Flórida. A casa que agora foi vendida estava abandonada.

O aluguel do asilo, de acordo com o New York Post, gira em torno dos R$ 30 mil mensais e inclui café da manhã e jantar, todas as atividades e aulas de ginástica, piscina interna e externa, transporte e serviço de limpeza semanal.

 

Fonte: Folha de São Paulo

Mariah Carey tem dado uma prévia de seu livro esta semana, incluindo detalhes interessantes que ela divulgará sobre sua carreira da pobreza para a riqueza e sua vida pessoal. Mas seja qual for o prato que o livro de memórias sirva, o ex-marido Tommy Mottola disse ao Page Six que sempre será o fã número 1 de Carey.

A cantora pop e o ex-chefe da Sony se conheceram em 1988 e se casaram em 1993, separando-se em 1997. O relacionamento abrangeu 15 sucessos  em nº 1 e 200 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo. Mas quando perguntamos sobre o próximo livro de Carey, “The Meaning of Mariah Carey”, Mottola nos disse exclusivamente em um comunicado: “Estou profundamente grato por ter desempenhado esse papel no sucesso merecido e notável de Mariah, e continuo a desejar a ela e a família dela apenas o melhor. ”

Os fãs devem se lembrar que Mottola, em seu próprio livro de 2013, “Hitmaker: The Man and his Music”, pediu desculpas a Carey, escrevendo que o relacionamento era “absolutamente errado”. “Se parecia que eu estava controlador, deixe-me pedir desculpas novamente. Eu era obsessivo? Sim. Mas isso também foi parte da razão de seu sucesso. ” Ele ainda relatou sobre o relacionamento: “O problema era que eu era o presidente da Sony e o marido dela ao mesmo tempo”.

Ele admitiu que Carey chamou sua casa de Sing Sing porque se sentiu presa.

Em uma conversa com Oprah Winfrey sobre o livro, lançado na terça-feira, Carey disse que Derek Jeter foi o “catalisador” para deixar seu casamento. Ela disse a Winfrey sobre o jogador dos Yankees: “Ele foi um catalisador … que me ajudou a sair daquele relacionamento [com Mottola], porque eu acreditava que havia outra pessoa”. Ela também conta como beijar Jeter na chuva inspirou sua música “The Roof”, de seu álbum de 1997, “Butterfly”.

Uma resenha de seu livro pelo LA Times na quarta-feira relata que Carey relata sua própria versão dos eventos em sua mansão conjugal com Mottola no interior do estado de Nova York, incluindo câmeras de segurança e guardas ao redor da casa.

Fonte: Page Six

Em uma festa virtual privada para lançar seu novo single, Mariah Carey usou mixagens dançantes de suas músicas profundos e raras e seus maiores sucessos antes de estrear “Save the Day”.

A diva apareceu na ligação da Zoom com o namorado Bryan Tanaka e mais tarde foi acompanhada pelo produtor Jermaine Dupri, que produziu a faixa. Apresenta Lauryn Hill e amostras da versão dos Fugees de “Killing Me Softly” de Roberta Flack.

A música aparecerá no próximo álbum “The Rarities” de Carey.

Fonte: Page Six

IMG_6957.jpeg
IMG_6958.jpeg
IMG_6959.jpeg
IMG_6963.jpeg
IMG_6997.jpeg
IMG_6962.jpeg
mc_281029~23.jpg
mc_28829~29.jpg
mc_28929~24.jpg
mc_28729~35.jpg
mc_28529~41.jpg
mc_28629~36.jpg
mc_28429~42.jpg
mc_28129~45.jpg
mc_28329~41.jpg
mc_28229~44.jpg