Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

The Philippine Star

MC2

O portal The Philippine Star, com ajuda da galera do Mariah Carey Philippines – parceiros do Mariah Now, fizeram um Top 18 enumerando os motivos para não perder o show de Mariah Carey que acontece hoje, em Manila. Confira abaixo:

Os fãs de Mariah Carey só precisam de um motivo para ir assistir um show dela: ouvir aquela voz ainda potente, que cativou milhões de pessoas em todo o mundo por mais de duas décadas. Mas por que parar por aí? Para comemorar o próximo show da Diva em Manila, que acontece hoje28 de outubro, vamos listar 18 motivos (em homenagem aos seus 18 singles que alcançaram o 1º lugar da Billboard Hot 100) provando que vale cada centavo vê-la no Mall Of Asia, em Manila.

1. Você precisa ouvir aquela voz
Correndo o risco de começar esta lista com um clichê, este é, na verdade, a principal razão pela qual seus Lambs (como ela chama seus fãs) ainda viajam para ver seus shows. Mais do que suas notas altas, existem muitos aspectos na voz de Mariah que causam inveja em muita gente. Ela ainda é a melhor nas improvisações. Ela também atinge notas baixas gloriosas.

2. Ver Mariah interagir com seus fãs
Entre as músicas, Mariah conversa com o público. Mariah adora ler os cartazes de fãs, aceitando pedidos aleatórios de músicas, as vezes até convidando alguns fãs sortudos para subir ao palco com ela.

3. Ouvi-la cantar sucessos mais recentes
A última vez que Mariah estave nas Filipinas foi em 2003. Desde então, Mariah lançou vários sucessos como “We Belong Together”, “Touch My Body” e “#Beautiful”.

4. O show é um evento
Os críticos acusaram Mariah de um suposto “mau funcionamento vocal”, durante a noite de abertura, em Tóquio. O que eles não percebem é que os fãs de Mariah pagariam um bom dinheiro apenas para ficar no mesmo local com ela. Ela é uma estrela global que raramente faz turnês, então esse é o tipo de oportunidade que te fará chorar depois, se você perder.

5. A chance de ver os “Dembabies”
Em um show em Sydney, no ano passado, Mariah trouxe ao palco seus bebês, Roc e Roe, a quem ela carinhosamente chama de “Dembabies”. As crianças, agora com quatro anos, estão com Mariah durante a turnê de um mês pela Ásia.

6. Pela a nostalgia
Muitos dos Lambs que viram Mariah em 2003, agora estão com seus 20 e poucos anos ou entrando na casa dos 30. São pessoas que cresceram ouvindo suas músicas, de “Honey” à “Heartbreaker”. A música de Mariah é uma das melhores dos anos 90.

7. Ouvir Mariah arriscar algumas palavras em Filipino 
Ela não falou nenhuma palavra em Filipino quando visitou o país pela primeira vez, mas isso não significa que ela não vai tentar desta vez. Em seus shows antigos, Mariah tentou pedir ao público para ensiná-la o idioma local.

8. Ver as coreografias clássicas
Ok, Mariah não é a melhor dançarina da cidade. Mas ela tem algumas coreografias características. Durante seus shows, ela muitas vezes faz as coreografias de músicas como “Heartbreaker”, “It’s Like That” ou “Shake It Off”.

9. Uma demonstração de apoio
Assim como comprar uma cópia original do álbum de um artista é uma forma de mostrar o apoio, ir ao show tem o mesmo efeito. Mariah demonstrou muito amor à Manila e aos fãs filipinos – por voltar ao país e fazer várias menções no Twitter. Ver o show é um agradecimento para a música maravilhosa que ela nos deu ao longo dos anos.

10. Ver as celebridades locais
Mariah influenciou muitos cantores no país. Artistas locais como Kyla e Eric Santos já manifestaram interesse em vê-la novamente. Algumas personalidades da TV postaram fotos de seus ingressos para o show em suas contas nas redes sociais.

11. É uma grande história para se contar no futuro
Cinquenta anos depois, os fãs filipinos vão ser capazes de dizer a seus netos que eles ouviram a maior voz de todos os tempos. Ao vivo.

12. As excentricidades de uma Diva 
Quem é diva? Mariah é. Entre as músicas, um assistente pode correr em sua direção com uma garrafa de água. Um maquiador e um cabelereiro, muitas vezes podem retocar ela depois de uma ou duas músicas. Por que se preocupar indo para os bastidores quando ela pode fazer isso no palco?

13. Para ver os figurinos 
Mariah nunca sobe ao palco sem um figurino fabuloso. Para ela, a boa aparência é tão importante quanto cantar bem. Na “The Elusive Chanteuse Show”, ela faz pelo menos quatro trocas de roupa.

14. Dar uma olhada no design do palco
É sempre uma oportunidade para as pessoas que estão na indústria de produção, aprender com a equipe de Mariah em termos de como eles executam cenografia e efeitos visuais.

15. Ouvir uma nova canção
Mariah prometeu cantar uma nova música durante seus shows. Em várias paradas da “The Elusive Chanteuse Show”, ela cantou “Don’t Explain” – um clássico de Billie Holiday. Mariah sendo Mariah, ela mudou duas palavras ao insinuar que o marido Nick Cannon a traía. Os dois estão se divorciando.

16. Tenha um momento único com Mariah e com milhares de seus fãs
Mariah frequentemente menciona os Lambs, porque eles são uma parte de sua família. Para um fã incondicional, partilhar momentos como esse é algo que deve ser lembrado para sempre.

17. Comprar o merchandising da turnê
Quando Mariah veio às Filipinas em 2003, com a “Chambracelet World Tour”, infelizmente o merchadising da turnê não foi comercializado. É por isso que seus fãs estão ansiosos para comprar todos os itens, que finalmente estarão à venda desta vez.

18. Estar no mesmo local que uma lenda
Mariah é um dos ícones vivos que moldaram o cenário da indústria da música. Estar no mesmo local que ela é uma experiência única na vida – e sortuda para quem conseguiu vê-la em 2003.

Não perca a cobertura exclusiva que o Mariah Now irá fazer para a “The Elusive Chanteuse Show” em Manila, que acontece logo mais, às 10:00. Fiquem ligados!

filipo

MANILA, Filipinas – Muitos diriam que Mariah Carey tem a voz mais reconhecida e distinta da história da música. Com um sussurro ou uma nota alta – você pode identificar que é ela que está tocando na rádio. O timbre e textura de voz são simplesmente únicos. Quem mais na música Pop consegue fazer estas acrobacias vocais surreais?

Mariah inspirou muitos cantores e compositores no mundo inteiro. Muitos têm confessado o seu amor eterno citando Mimi como a razão que os fez cantar. Outros podem nem citar a influência vocal de Mariah, mas não se pode negar que eles tentaram descaradamente imitar a diva.

Existe uma grande diferença entre ser inspirado em um trabalho ou copiar ele descaradamente. Artistas que dão os devidos créditos para Mariah por terem sido inspirados por ela ganham o respeito dos Lambs (forma carinhosa com que Mariah Carey chama seus fãs). Porém, aqueles que descaradamente copiam as linhas das músicas de Mariah Carey recebem em troca a seguinte frase: “Sempre copiada, nunca duplicada”. (referência a um trecho de “Heartbreaker Remix”).

Mariah irá retornar à Manila no dia 28 de outubro, com sua nova turnê The Elusive Chanteuse Show” , onde fará show na MOA Arena. Ela já acumulou uma impressionante lista de artistas que se influenciaram em seu trabalho e legado, tanto aqui como no exterior.

Nós perguntamos para os membros de seu fã clube oficial no país quais são os artistas que eles acham que foram influenciados por Mariah, então aqui temos a lista:

Ariana Grande: Vamos começar com a mais óbvia das opções que usa o “Guia Mariah Carey para o Sucesso”. Quando Ariana surgiu, de cara muitos críticos apontaram muitas semelhanças na capacidade que ambas as artistas tinha em atingir as notas agudas.

Por sua vez, parecia que Ariana estava se auto convidando para esta comparação, fazendo nomes de músicas semelhantes e ensaios fotográficos com os mesmos conceitos de Mariah. Ambas faziam o estilo de garotinha-doce-que-tem-um-vozeirão, algo que foi muito eficaz para o sucesso de Mariah no começo dos anos 90. Ariana reconheceu seu amor por Mariah, porém está tentando se distanciar das comparações em seu mais novo álbum.

Kyla: Apesar de Kyla ter um estilo próprio, podemos dizer que ela foi muito influenciada por Miss Carey. Do jeito que ela impõe sua voz, é fato dizer que ela é uma Lamb. Além de cantar frequentemente as músicas de Mariah em programas de TV e em seus shows, ela também canta músicas dos álbuns de Mariah que não foram lançadas, que somente quem é fanático por ela saberia.

Beyoncé: Beyoncé diz com frequência que o motivo por qual virou cantora foi ouvir “Vision Of Love” em seu quarto, quando ainda era adolescente. Ambas são adeptas do melisma (ato de esticar uma sílaba enquanto canta) para causar grande impacto. Além de também fazerem a ‘voz de peito‘ com excelência, elas também podem executar notas mais baixas de forma poderosa. E o que ajuda também  é o fato delas serem grandes amigas na vida real.

Regine Velasquez: Esta lista não seria completa sem colocarmos a Songbird da Ásia. Regine não é só fã das músicas de Mariah, ela também copia o estilo de Carey.

Quando Mariah popularizou  aqueles jeans estilosos no vídeo de “Heartbreaker”, Regine também fez a sua própria versão. Assim como Mariah, ela também incorporou a borboleta como concepção em sua carreira e também em alguns vídeos musicais. Não seria divertido ver Regine na plateia em alguns shows de Mariah?

Kelly Clarkson: Kelly virou aquela típica menininha fanática quando se apresentou no American Idol e Mariah estava no painel de jurados. Kelly estava visivelmente feliz por ter conseguido elogios merecidos de sua diva favorita. É bom saber que o amor é mútuo. Entre as poucas pessoas que Mariah segue no Twitter, Kelly é uma delas. Apesar de ela fazer um som mais voltado para o Pop Rock, ela sempre dá um jeito de fazer um cover de Mariah durante seus shows. Seu estilo de cantar foi inspirado no Mariahnismo, e isto não é surpresa para ninguém, pois ela é fanática por Mariah.

Nina: Desde o momento que ela chegou ao cenário, seu alerta para alma Soul foi vista como inspiração em Mariah. De uma maneira elegante, ela usa os whistles regulamente em suas canções. Nina tem o certificado de Lamb. Como Kyla, ela possui um estilo próprio de cantar, mas tanto a sua técnica vocal e a forma que ela impõe as notas musicais é semelhante com o que Mariah faz.

Christina Aguilera: Christina, talvez, seja a melhor cantora que apareceu nos últimos 15 anos. Ela consegue atingir notas altas e whistle com facilidade, assim como Mariah. Quando ela surgiu no final dos anos 90, logo passaram a chamá-la de a próxima Mariah Carey. Assim como Ariana, Christina estava seguindo os moldes de Mariah no inicio de sua carreira, mas até hoje a sua técnica vocal ainda é inspirada no estilo único Mariah Carey de ser.

Jonalyn Viray: Existem vários vídeos de Jonalyn cantando Mariah Carey no Youtube. Como Nina, Jonalyn também consegue fazer os famosos whistles (apesar de muitos dizerem que o dela é um falsete). Ela vive dizendo que é muito fã de Mariah e realmente demostra isto. Vale a pena ouvir as suas interpretações de “Lead the Way” e “O Holy Night”.

Rihanna: Ok, talvez Rihanna não seja uma escolha óbvia para esta lista, mas claramente ela é fã de Mariah Carey. Em uma entrevista, ela descreveu a voz de Mariah como um “instrumento”, que é algo-de-outro-mundo. Existe um vídeo no Youtube dela cantando “Hero” quando ainda era adolescente. Talvez ela não seja uma das cantoras mais talentosas do cenário musical, mas definitivamente ela faz parte da Lambily (termo usado para a família de Lambs).

Morissette Amon: A técnica de canto de Morissette é única, mas as comparações são porque ela consegue atingir as notas mais altas. Ela já disse em uma entrevista que Mariah lhe inspirou a fazer uso dos whistles. Sua versão de “Emotions” deixaria Mimi muito orgulhosa.

Bônus: Kelly Rowland já disse muitas vezes que é muito fã de Mariah, inclusive em um tributo à diva ela cantou “Fantasy”. Jessica Simpson também sempre imitou Mariah – desde a estrutura musical como os conceitos de seus vídeos e discos. Tamar Braxton também teve momentos vocais que lembrava Mariah em seu auge. Leona Lewis é outra fã óbvia. Ela usa técnicas vocais semelhantes à de Mariah, e não poderíamos ignorar isto. Rachelle Ann Go também ganhou um concurso musical cantando “Through the Rain” e se tornou um dos covers mais impressionantes para canções de Mariah Carey.

meiammariah

O site Philippine Star fez um review sobre o novo álbum de Mariah Carey, “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse”, e questionou sobre a possível insegurança que Mariah teve antes de lançar um novo projeto.

Por Baby A. Gil

Admito que um monte de perguntas do tipo “do que mais ela capaz?”, sobre as atitudes de Mariah Carey nos últimos anos, possam surgir. Que diabos ela está fazendo com esse vestido? Que diabos ela está fazendo na TV semi-nua? Algum dia ela irá se levantar de sua cadeira no American Idol? Por que diabos ela está demorando tanto para lançar esse novo álbum? Ele foi lançado? Sim. Não. Sim. Não. Sim. Não há vários meses. E tantas outras perguntas.

Aqueles que estão familiarizados com os altos e baixos da cena atual do entretenimento foram rápidos para encontrar uma razão para seu comportamento. Pode ser que Mariah esteja aflita com o vírus da insegurança comumente encontrados em divas que estão envelhecendo. Foi cruel, mas não sem verdade. Mariah agora está com 44 anos e há limites para o quão longe alguém, mesmo estrelas que já reinam absoluto, possam dar uma segurada no relógio. Além disso, há agora todos os novos jovens à volta, como Lorde, Ariana Grande, Lana del Rey, Iggy Azalea, todos esbeltos e atraentes e que, obviamente, aprenderam alguns de seus truques com Mariah.

Nota-se, também, que exceto pelo álbum de Natal, Mariah ainda não divulgou um novo álbum em anos. Seu último trabalho foi “E=MC²” em 2008 com os hits “Touch My Body” e “Obsessed” (SABEMOS QUE ESSA INFORMAÇÃO ESTÁ ERRADA, NÃO É MESMO, LAMBS?!). Havia também o desempenho lamentável no box-office de “Glitter” que acabou com seus sonhos de estrelato em filmes, isto é, ao menos ela apareceu atuando muito bem, mesmo que irreconhecível, como em “Precious” e “The Butler”, de Lee Daniels. Mariah tinha todo o direito de se sentir insegura com a situação dela.

Mas, por outro lado, ela ainda é a artista feminina que mais vendeu discos, 200 milhões de álbuns vendidos, além de ela ser a cantora com o maior número de #1’s  na história da música Pop. Como “One Sweet Day”, “Someday”, “Love Takes Time”, “I Still Believe”, “Vision Of Love”, “Emotions”, “Dreamlover”, “Hero”, “Fantasy”, “Always Be My Baby”, “Anytime You Need a Friend”, “I’ll Be There”, “When You Believe”, “Sweetheart”, “My All” , “Honey”, “I Don’t Wanna Cry”, “Touch My Body”, “We Belong Together”, entre outros, a maioria dos quais ela mesmo compôs. Então, que direito tem ela tem que se sentir insegura sobre qualquer coisa?

Eu não digo nada. Ainda mais agora que o álbum, “Me. I Am Mariah…The Elusive Chanteuse”, foi lançado. Pelo jeito que isso aconteceu, eu posso dizer que ela não estava tão insegura sobre como o público iria reagir ao álbum. Ela provavelmente estava apenas tomando cuidado de não ser capaz de dar o seu melhor. Levou um tempo para saber que ela estava pronta. Mas quando ela finalmente o fez, nos deu um de seus melhores álbuns. E a voz incrível ainda está lá, cada melisma intacto e ela tem as músicas certas para nos mostrar também.

“Me. I Am Mariah” é uma mistura de duas Mariahs. Existe a cantora de baladas clássicas, com as quais ela começou, com a artista de Hip-Hop de anos mais tarde, com algumas músicas de discoteca e baladas de R&B. Com a proeza de uma produção complicada, ela magistralmente juntou esses dois gêneros e conseguiu um álbum sólido. Não se trata apenas de singles que possam ser baixados separadamente. Mariah está vendendo um pacote completo com seu novo álbum que vale a pena quanto se paga.

Realmente vale. Mariah, a cantora, está em sua melhor fase em todos os sentidos. Também é óbvio quanto esforço foi preciso para chegar a um impressionante line-up de canções e artistas convidados no álbum. Como no caso de Mary J. Blige, no dueto “It’s a Wrap”, resgatado originalmente de seu álbum “Memoirs Of An Imperfect Angel” e R. Kelly, em “Betcha Gon’ Know”, também do mesmo álbum. E para completar, Mariah tem os gêmeos adoráveis (com o marido Nick Cannon) – Monroe e Moroccan Scott (a.k.a Roc N ‘Roe).

IMG_8469.jpeg
mimi_28929~4.jpg
mimi_281029~4.jpg
mimi_281129~4.jpg
mimi_28729~7.jpg
mimi_28529~9.jpg
mimi_28629~8.jpg
mimi_28829~7.jpg
mimi_28329~9.jpg
mimi_28429~9.jpg
mimi_28229~9.jpg
mimi_28129~10.jpg
mc_281229~19.jpg
mc_281329~18.jpg
mc_281429~14.jpg
mc_281029~24.jpg