Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Vogue

Mariah Carey está ocupada escrevendo e gravando novas músicas e terminando suas próximas memórias enquanto está trancada em Nova York. A hitmaker  conversou com a Vogue britânica para a edição de agosto de 2020, na qual ela revelou que estava se isolando na Big Apple com seus filhos gêmeos de nove anos, Monroe e Moroccan “e alguns amigos”, enquanto detalhava sua vida em confinamento durante pandemia de coronavírus.

“Passamos os dias fazendo pequenos concertos ao vivo ‘em casa’ para ajudar os necessitados, e também estive ocupado escrevendo músicas, trabalhando em material novo, terminando minhas memórias e ouvindo o Club Quarantine depois do anoitecer, “ela compartilhou.

A estrela admitiu que a parte mais desafiadora do auto-isolamento tem sido “manter meu ânimo e garantir que meus filhos sejam felizes e prósperos”, e confessou que a pandemia a ensinou “quão importante é dedicar um tempo para dizer ao seu amado aqueles quanto você se importa com eles, porque não sabemos o que vai acontecer  amanhã”.

Durante o isolamento, Mariah apareceu em vários programas beneficente ao vivo , cantando hits como Always Be My BabyHero, Make It Happen e Through The Rain. Ela também foi alvo de várias campanhas de fãs, que viram seus álbuns Charmbracelet e E = MC2 atingirem o pico no iTunes Global Chart.

Fonte: Music Week

 

Para as suas turnês atuais, as cantoras superstars mais uma vez se voltaram para a casa italiana para uma dose de alta voltagem de glamour e carisma. A Vogue falou com o novo diretor criativo da Cavalli, Paul Surridge, sobre a criação de desenhos personalizados para Mariah Carey e Beyoncé.

Mariah Carey e Beyoncé voltaram as palcos vestindo Roberto Cavalli neste fim de semana – mas ao contrário de 2014, quando ambas as divas usavam o mesmo vestido preto, desta vez eles estavam vestidos com desenhos feitos sob encomenda pelo novo diretor criativo da marca italiana, Paul Surridge. Carey começou sua residência em Las Vegas no dia 5 de julho em um vestido de alta costura de Cavalli, enquanto Beyoncé saiu no dia 6 de julho em Milão em duas criações feitas sob medida para a última etapa de sua OTR II Tour.

“Eu agarrei a oportunidade”, diz Surridge à Vogue sobre a chance de trabalhar com os dois ícones da música. Ambas as cantoras usaram a marca italiana dentro e fora do palco ao longo de suas carreiras, mas esta foi uma chance para Surridge reimagina-las em sua visão para o “novo” Cavalli. “Para mim, a mulher que usa Cavalli quer ser visível e quer ser comemorada”, diz o designer nascido na Inglaterra e treinado por Saint Martin, que sucedeu Peter Dundas no comando da casa italiana em julho de 2017. “Ambas as mulheres representam coisas muito diferentes, mas fundamentalmente são artistas, apaixonadas e bonitas”.

O vestido branco de alta costura de Carey, especialmente encomendado para seu show em Vegas, foi inspirado na herança da estampa de zebra. “Ela queria algo muito tradicional”, observa Surridge, descrevendo apaixonadamente os detalhes meticulosos – “chanfrados feitos à mão, usando lantejoulas francesas, cristais e franjas de vidro, com lindas penas de avestruz brancas e marabu na parte de trás” – que levou mais de 100 horas dedicadas de costura à mão para completar. O objetivo era evocar um senso tradicional de glamour e carisma. “Mariah é a voz que eu cresci ouvindo e esse esboço é ela usando o vestido”.

O rumor de uma rivalidade entre Martha Stewart e Gwyneth Paltrow não é nenhuma novidade. Recentemente, quando foi questionada no programa Watch What Happens Live!, de Andy Cohen, se ela estava feliz com as declarações enganosas do site de comportamento Goop (empresariado pela atriz) sobre vida saudável, Martha respondeu: “Quem é Goop?”.

Talvez Martha tenha esquecido que ela já havia feito uma declaração em 2013 sobre o site, dizendo: “[Paltrow] quer ser uma árbitra de estilo de vida. Ok. Tudo certo. Acho que eu que comecei toda essa categoria de estilo de vida”. Aparentemente não há mais brigas, cutucadas e alfinetadas em Hollywood, basta você fingir publicamente que sua rival não existe.

O exemplo mais notório, é claro, veio com Mariah Carey, que ao ser questionada sobre Jennifer Lopez, disse: “Eu não a conheço” ( famoso I Don’t Know Her). No caso de Hillary Clinton, ela disse não conhecer Jason Chaffetz, na época da última eleição, quando Trump assumiu a presidência.

Na verdade, Clinton, Carey e Stewart provavelmente estão conscientes dos seus chamados rivais, mas o fato de declararem publicamente a inexistência deles os torna superiores. O que é mais cruel do que dizer que não conhece alguém que está tentando te destruir? O famoso podcast Who? traz semanalmente uma lista de subcelebridades pouco conhecidas do grande público, o que automaticamente os diferencia dos chamados astros VIP. Nos olhos de Carey, Clinton e Stewart, até mesmo Gwyneth Paltrow e J.LO são meras subcelebridades.

Na era Trump, alegando que não conhece seus contemporâneos também pode sinalizar um certo nível de auto-preservação sagrada. Ele diz: “Eu não estou envolvido nesta disputa com você” (ou quando Taylor Swift fala, “eu gostaria muito de ser excluída desta narrativa”). Isso sugere que eles não estão muito envolvidos com o que anda acontecendo no mundo das celebridades ou não têm tempo para ficar na internet lendo fofocas por serem muito ocupados e importantes. Hoje em dia, a ignorância realmente pode ser a felicidade.

É divertido pensar que o visual do clipe de “Heartbreaker” de Mariah Carey tem quase duas décadas de idade, tanto quanto o momento da moda no final dos anos 90 parece por enquanto. “Nós arrancamos a parte de cima”, disse Carey, que ainda tem o jeans desbotado. “Eu odiava o jeito que eles eram tão grandes na parte de cima. Aí decidimos cortar. Quando meu amigo me viu usando ele disse: ‘Ei, onde você conseguiu isso?!’. Depois todo mundo começou a usar o mesmo modelo”.

A superstar tem muitas peças memoráveis dentro do closet de seu apartamento em Tribeca, que ela abriu exclusivamente para a Vogue. E, como você descobrirá, ela não é a única que começa a se vestir entre os vários cabides e prateleiras: seus adoráveis gêmeos de 6 anos de idade, Moroccan e Monroe, aparecem usando Balmain da cabeça aos pés – Moroccan usando jaqueta de motocross, Monroe usando short com estampa militar, e parecem se divertir tanto com o guarda-roupa da mãe, que, naturalmente, inclui uma coleção de sapatos considerável e sem culpa, além do jeans famoso. Confira no vídeo abaixo:

DDE44092-4317-4E60-AEB0-287880A70312.jpeg
347DA5FA-F837-4AD1-AD6B-0898CC7093C7.jpeg
IMG_0747.jpeg
02F877C4-A073-479F-93E8-B9EC44E0412B.jpeg
F4054F6D-2F61-47E5-B5C7-2ED78057B13D.jpeg
8ADE222D-E61B-43A0-BD7C-D108BFB041CB.jpeg
86DD041B-303D-4793-926D-3D4B4EA0B383.jpeg
CFA3D46C-D76C-41BA-9D8A-8E834FD5BE73.jpeg
232AC1F4-7541-4526-B088-952ACF3CC185.jpeg
2CFF5590-75FA-4760-BB84-3BF4ED21551F.jpeg
985CA63F-D6F5-414D-AA1F-30995F00F52B.jpeg
4ADE31A0-DDAB-49DF-B7F6-2A670A50BAAB.jpeg
30B27BF5-79A6-4491-8766-109CA54817C9.jpeg
0CED275F-EE32-44F0-B2B5-1C2C08C45D21.jpeg
18B5CC48-BCB7-4AA8-B09D-BC687095C8D1.jpeg
6AC93A70-FC5B-4EF8-86C7-C13B0189B245.jpeg