Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

MC2

O portal The Sydney Morning Herald fez um review sobre a apresentação da “The Elusive Chanteuse Show” em Melbourne, na noite da última sexta-feira, 07 de novembro. Confira abaixo:

Por Michael Lallo

Não são apenas as famosas 5 oitavas de Mariah Carey que estão intactas (realmente estão).

É a soma de todas as coisas gloriosas e uma Mariah indescritível que fizeram do show em Melbourne, na noite passada, um deleite multisensorial.

Na verdade, estávamos nervosos. Tínhamos lidos os últimos comentários. Nós vimos os vídeos em que ela se esforça para atingir as notas altas. Teria a cantora que mais vendeu discos mundialmente perdido o seu toque?

Um punhado de canções e uma mudança de figurino – enquanto Mariah acertou em cheio com uma interpretação perfeita de “Cry.” – a resposta estava clara.

Mas não é só de um vasto repertório de hits que um show é feito. E é aí que Mariah realmente se intensificou e se entregou. Apesar de gráficos do telão e do design do palco – e dos backing vocals em um cantinho – a magia encantadoramente excêntrica de Mariah estava em plena exibição.

Que melhor maneira de abrir o show do que com clássicos como “Fantasy” e “Emotions”? Se você é Mariah, você deixa essa experiência ainda melhor com um vestido rosa e sexy de veludo – acompanhado de um ventilador potente e fumaça sintética. Você passaria com frenquência a mão pelo cabelo. Quando uma nota alta fosse alcançada, você se prepararia colocando a mão no ouvido e fazendo uma expressão de dor, provocando a multidão e os fazendo perder a cabeça.

O show começou como de praxe: com meia hora de atraso. E apenas 10 minutos depois, você some e reaparece com algo um pouco mais desconfortável –  e ainda mais fabuloso – um par de pernas com salto alto e um figurino justo brilhante.

Enquanto “Cry.” é executada, um melodrama em preto e branco é mostrado no telão gigante. Mostra você dançando em círculos com um bonito pretendente. Você repousa sua mão, vestida com uma luva de seda, em sua testa, e logo aparece um bonitão descamisado na frente da tela, fazendo algo que se assemelha à alongamento de aula de pilates, e então, desaparece. É um espetáculo magnificamente perfeito.

Você brinca com a multidão, falando que eles não te avisaram que todo mundo estaria usando chapéus extravagantes na terça-feira. Esse fato deixou você despreparado para aparições públicas

“Me digam novamente o nome do feriado?” Você pergunta.

“Melbuhn Caaaaarp!”. A multidão grita em resposta com um sotaque australiano acentuado, lhe deixando meio confusa.

De surpresa, você convida o número de abertura de seu show, Nathaniel Willemse para cantar com você “One Sweet Day”. Fãs choram compulsivamente na primeira fila. É outro ponto alto do show.

“Honey”, “Touch My Body”, “Thirsty”, “Supernatural”, “Fly Like A Bird” e um medley com outros hits são apresentados maravilhosamente. Às vezes acompanhado de dançarinos sem camisa dando piruetas – e por que não?

“Hero”, em que tem todo mundo canta junto, é apoiado por uma foto-montagem que inclui Nelson Mandela, Gandhi, e trabalhadores de ajuda humanitária tirando crianças em dificuldades de zonas de desastre. Por algum motivo, você decidiu emendar com fotos de Marilyn Monroe, Oprah Winfrey e Bruce Lee. Mas você é Mariah, e este o seu show, e tudo parece estranhamente apropriado.

Quase duas horas depois, você se despede com “We Belong Together”. O ‘bis’ não acontece, mas os fãs não parecem estar esperando por isso. Você agarra seu vestido longo, com uma cauda no estilo ‘rabo de sereia’ – o segundo da noite neste modelo – e desaparece elegantemente na escuridão.

Atenção, projeto de divas: é desse jeito que se faz.

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.