Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Ex-funcionária teria sido a responsável pela divulgação de dados médicos e financeiros da cantora

 

A briga judicial de Mariah Carey com Lianna Azarian, uma de suas ex-assistentes, ganhou um novo capítulo na Suprema Corte de Manhattan, nos Estados Unidos, na segunda-feira (24), informou o site Tellereport.

Em janeiro, a ex-funcionária foi a responsável pelo vazamento dos dados médicos e financeiros da cantora e os divulgou ao Daily Mail. De acordo com o relato ao jornal britânico, a cantora costumava usar o cartão de crédito da então fiel escudeira para pagar por procedimentos estéticos não-convencionais, como injeções de US$ 10 mil (R$ 38,5 mil) para dar um “up” no bumbum, e para fazer compras em lojas de roupas, no valor de US$ 273 mil (R$ 1,05 milhão), na véspera de Natal.

A cantora está pedindo pelo menos US$ 5 milhões (R$ 19,2 milhões) em danos, alegando que Lianna Azarian – violou um acordo de confidencialidade e não divulgação, assinado quando foi contratada em março de 2015. “Mariah Carey esperava que Lianna Azarian fosse uma aliada fiel em seus negócios e vida pessoal. Insatisfeita com sua extraordinária remuneração, acesso e estilo de vida, Azarian procurou aumentar sua riqueza roubando Mariah Carey de sua privacidade”, diz a queixa.

A cantora a demitiu por não aparecer para trabalhar em novembro de 2017 e a ex-funcionária contratou um advogado que exigiu que Mariah Carey pagasse milhões em troca de manter as informações em sigilo.

Fonte: Quem Acontece!

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.