Mariah Now é a sua maior fonte brasileira sobre a Mariah Carey. O site é totalmente dedicado para os fãs da Mariah. Acompanhe notícias, vídeos, entrevistas, participe de promoções e eventos. Todo conteúdo divulgado no site é criado ou editado por membros da equipe, qualquer conteúdo retirado daqui, mantenha seus devidos créditos. Somos apoiados pela Universal Music Brasil e pela Sony Music Brasil.

Salvar qualquer dia em 2020 é uma tarefa difícil, mas se você combinar os poderes de Mariah Carey e Ms. Lauryn Hill, você terá um começo forte.

Nesta nova sexta-feira de música (21 de agosto), será lançado “Save the Day”, uma nova faixa de Mariah Carey com a participação de Lauryn Hill. “Save the Day” é o primeiro lançamento do mergulho profundo de arquivo duplo de Mimi, The Rarities (será lançado em 2 de outubro), que vem logo depois de seu livro de memórias The Meaning of Mariah Carey (será lançado em 29 de setembro).

Com vocais sinceros e afetuosos entregando uma mensagem oportuna (“Estamos nisso juntos”; “é curioso, o medo ainda está nos segurando”), algumas notas altas clássicas de Mariah e uma batida incrível com cortesia de Jermaine Dupri que acompanha a entrada da voz da Sra. Lauryn Hill (com sample da canção vencedora do Grammy dos Fugees “Killing Me Softly With His Song”), “Save the Day” é pura bondade da MC.

Em uma festa para ouvir no Zoom com fãs, jornalistas e amigos, poucas horas antes do lançamento da música, Carey disse que sempre foi fã da gravação original da música por Roberta Flack e que a versão dos Fugees era sua “gravação ideal” em os anos 90 durante a turnê. “Eu amo Lauryn, acho que ela é uma artista incrível”, disse Carey. “Fiquei feliz que Lauryn quisesse fazer este momento comigo … Eu só queria fazer isso com sua aprovação”

“Save the Day” remonta a uma sessão de estúdio de 2011 com Carey, Dupri e Randy Jackson, mas não foi concluída até recentemente, quando Carey e Dupri perceberam separadamente como as letras da música eram adequadas para o mundo agora. “Aconteceu organicamente que as letras são tão apropriadas para este exato momento”, disse Carey, como convidado do Zoom, Dupri acrescentando: “Para mim, este é um disco de Mariah Carey, feito do coração dela”.

Quanto a The Rarities, Carey revelou que toca em “todas as épocas”, apresentando “uma canção que poderia ter entrado em um álbum”. Como um bônus adicional para a festa de lançamento no Zoom, ela tocou um trecho de uma canção Jackson 5 que marca a sua estreia em 1990. “Fomos aos cofres e encontramos muitos dos que considero tesouros“, disse ela.

Fonte: Billboard

Deixe sua opinião

Este artigo não possui comentários

IMG_3709.jpeg
heartbreaker.jpg
IMG_3680.jpeg
IMG_3641.jpeg
IMG_3642.jpeg
344BDA56-1C2B-4C54-92BF-B671ED08906F.jpeg
E0000A7C-B0BD-4347-9EA1-AB2D21146DF5.jpeg
IMG_3372~0.jpeg
IMG_2973.jpeg
9DE518D4-8F92-4FE3-B914-DBA9BF2FCC81.jpeg
IMG_3119.jpeg
E0BA3E6B-0938-4560-9EE9-5628E11786EB.jpeg
mc-mainban.jpg
MAPA_MARIAH_1080x1080.png
612F932F-C378-44E6-AE2A-9F048D214AC7.jpeg
047561D9-1827-41C1-A378-A12A30362154.jpeg